Heineken vai usar energia renovável na produção brasileira

Leia em 1min 10s

Companhia responsável pela geração de energia limpa evitará emissão anual de toneladas de carbono na atmosfera 


A Raízen firmou contrato para gerar energia renovável aos Centros de Distribuição do grupo Heineken em doze estados brasileiros, oferecendo uma solução alternativa para redução das emissões de carbono e dos custos com energia. 


Com o contrato vigente por, pelo menos, cinco anos, 23 unidades da Heineken farão parte da planta energética da Raízen, deixando de emitir anualmente mais de 85 toneladas de carbono.


Destaque no mercado nacional de geração distribuída, a Raízen gera sua própria energia por meio de fonte renovável, utilizando como fonte de energia o sol, resíduos da cana-de-açúcar e outras fontes limpas.


Toda energia fornecida pela Raízen será certificada pelo I-REC Standard, sistema global de rastreamento de atributos ambientais de energia, garantindo sua origem limpa, renovável e que atende aos mais altos padrões de sustentabilidade energética.


A energia gerada visa abastecer os Centros de Distribuição da cervejaria na Bahia, Ceará, Pernambuco, Sergipe, Maranhão, Rio Grande do Norte, Pará, Goiás, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo, além da fábrica de concentrados em Manaus e as cervejarias Baden Baden em Campos do Jordão e de Eisenbahn, em Blumenau, alguns dos estados em que a Raízen já possui usinas e projetos de implantação de novas unidades. 


Em 2022, a empresa prevê a expansão de novas usinas de Geração Distribuída Compartilhada para 18 estados e o Distrito Federal.


Fonte: Exame


Veja também

Forte demanda faz Ambev construir fábrica de vidros sustentáveis

Com investimentos da ordem de quase R$ 900 mi, unidade deve entrar em operação em 2025A Ambev anunciou nes...

Veja mais
Na jornada do ESG ,o “S” tem ficado de fora, avaliam estudiosos

Especialistas afirmam que ações sociais podem fortalecer a saúde financeira das empresas Muito...

Veja mais
Sustentabilidade domina maior parte das indústrias de bebida alcóolica

Avanço é mais sensível no manejo de resíduos sólidos, diz KPMG e Abrabe Cada vez...

Veja mais
Pelo 2º ano, B3 integra o GPA na carteira ISE de sustentabilidade

Companhia do setor de supermercados é a única a compor o índice; frigoríficos importantes fo...

Veja mais
PepsiCo traça nova meta para segurança alimentar mundial até 2030

Na América Latina, a Fundação PepsiCo investe mais de US$ 7,5 milhões em programas de acesso...

Veja mais
Unilever batalha contra a perda de alimentos

Projeto da companhia salvou cerca de 70 toneladas de alimentos em 5 meses de campanha O Brasil está entre os...

Veja mais
Brasileiro valoriza mais a sustentabilidade

Estudo da Kantar mostra que a pandemia fez a população latino-americana pensar e agir mais nesse sentido&n...

Veja mais
Pandemia torna a sustentabilidade mais importante para 62% dos latino-americanos

Levantamento da Kantar mostra que mais da metade da população alterou seu comportamento de compras No...

Veja mais
Minuto Pão de Açúcar amplia pontos de coleta de vidro em São Paulo

O Grupo Pão de Açúcar (GPA) anuncia a expansão do projeto “Tem vidro usado p...

Veja mais