Vendas do setor acumulam alta de 5,50% nos quatro primeiros meses deste ano

Leia em 2min 50s

A Abras – Associação Brasileira de Supermercados divulgou hoje,(25/05), em entrevista à imprensa, concedida pelo presidente da entidade, Sussumu Honda, o desempenho das vendas no setor supermercadista no mês de abril.

As vendas reais do setor supermercadista em abril de 2011

Sussumucoletivamaio
Sussumu Honda, presidente da Abras, apresenta o índice de vendas do setor em abril, o volume acumulado nos quatro primeiros meses e o desempenho do índice Abrasmercado, em entrevista à imprensa.
cresceram 13,60% em relação a abril de 2010, de acordo com o Índice Nacional de Vendas, divulgado mensalmente pela Abras. Em comparação com março deste ano, houve crescimento, de 7,17%. No acumulado dos quatro primeiros meses, as vendas do setor supermercadista alcançam alta de 5,50%, na comparação com igual período de 2010. Esses índices já foram deflacionados pelo IPCA do IBGE.

Em valores nominais, o Índice de Vendas da Abras apresentou crescimento de 21% em abril em relação a abril de 2010 e alta de 8% sobre março deste ano. O acumulado nominal, nos primeiros quatro meses de 2011, chega a 12,08%, na comparação ao mesmo período do ano passado.

“As vendas de Páscoa superaram nossas expectativas. A pesquisa de Páscoa, levantada pelo Departamento de Economia e Pesquisa da Abras, apontava crescimento de 10,6% e o setor foi além, atingindo 13,60%. O aumento nas vendas em abril, em relação ao mesmo mês de 2010, foi resultado das vendas excepcionais da Páscoa. No ano passado, a data foi comemorada no mês de março”, explica o presidente da Abras, Sussumu Honda.

AbrasMercado

Em abril, o AbrasMercado, cesta de 35 produtos de largo consumo, analisada pela GfK, apresentou alta de 1,05%, em relação a março deste ano. Já na comparação com abril de 2010, o AbrasMercado apresentou crescimento de 7,59%, passando de R$ 279,32, para R$ 300,52.

Os produtos com as maiores altas em abril, na comparação com março, foram: batata, com 28,04%; cebola, com 14,73%; feijão, com 5,27% e extrato de tomate, com 5,18%. Já os produtos com as maiores quedas foram: tomate, com -14,63%; açúcar, com
-2,24%; farinha de mandioca, com -1,70% e queijo mussarela, com -1,56%

Índice de Volume

De acordo com o Índice Nacional de Volume, pesquisado pela Nielsen para a Abras, o autosserviço brasileiro apresentou, no primeiro quadrimestre de 2010, crescimento de 3,7% nas vendas em volume, em comparação ao mesmo período de 2010. O bom desempenho foi puxado pelas cestas de bebidas alcoólicas, com 8,4%, e perecíveis, com 7,8%. Também registraram crescimento as cestas de outros, que contém principalmente produtos de bazar, com 5,9%; bebidas não alcoólicas, com 3,5%; higiene e beleza, com 3,3%.

O formato de loja que apresentou o maior crescimento de vendas foi aquele que tem entre 1 e 4 check-outs, com 6,2%. O autosserviço com mais de 50 check-outs, com 3,8% mudou a tendência apresentada em 2010, quando encerrou o ano com queda de -8,5%.

Nas regiões do país, todas as áreas pesquisadas registraram aumento no volume vendido. Em comparação aos quatro primeiros meses de 2010, o maior crescimento aconteceu na região Grande Rio de Janeiro, com 8,2%; seguida pela região que engloba Espírito Santo, Minas Gerais e interior do Rio de Janeiro, com 5,1%, região Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), com 5,0%; Nordeste (Ceará até Bahia), com 4,0%; Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal, com XX%; Grande São Paulo, com 3,0%; interior e litoral de São Paulo, com 1,0%.

Fonte: Redação Portal Abras


Veja também

Marca Philadelphia, da Kraft Foods, é reposicionada

Por Margareth MezaA Kraft Foods acaba de lançar uma campanha para a marca de cream chesse Philadelphia, lí...

Veja mais
Evento SAP discute os rumos do varejo no mundo

Por Roberto Carlessi  A SAP apresentou hoje, em São Paulo, a segunda edição do evento Des...

Veja mais
Vendas dos supermercados crescem 13,60%

Alta ocorreu no mês de abril, em comparação ao mesmo mês de 2010. Índice de Volume apre...

Veja mais
Os sites que ajudam o seu negócio

Antes e depois de montar a empresa, endereços específicos auxiliam nos procedimentos. A atualizaç&a...

Veja mais
Para a Nielsen, preço ainda influencia consumo no País

O perfil do consumo de alimentos no Brasil está mudando. Pesquisa da Nielsen confirma que os hipermercados, com s...

Veja mais
Varejo otimista com Cadastro Positivo

Para líderes de entidades ligadas ao comércio, a iniciativa permitirá reduzir a inadimplência...

Veja mais
Exclusivo: Estudo da GfK revela o pequeno varejo no País

Por Marlucy Lukianocenko A GfK Brasil apresentou nesta manhã (18/05), em São Paulo, para uma plateia ...

Veja mais
Abras e Faap realizam curso

A Associação Brasileira de Supermercados, em parceria com a Fundação Armando Álvares ...

Veja mais
Campanha em lojas irá conscientizar consumidor sobre o teor de sal dos alimentos

Menos sal. Sua saúde agradece! Esse é o tema da campanha de conscientização do consumidor pa...

Veja mais