Scala se moderniza e amplia produção própria de leite

Leia em 2min

Plano de expansão sustentável da empresa envolve ainda área de treinamento do manejo bovino para produtores parceiros


O Laticínio Scala, um dos principais produtores de queijos do Brasil, acaba de investir em uma nova unidade de produção de leite, inaugurada este mês.


O galpão, com capacidade para alojar 450 animais, irá aumentar em 50% — de oito mil para 12 mil litros por dia — o volume de leite próprio captado nesse primeiro momento.


A expectativa é que uma segunda unidade seja construída elevando para 30 mil litros por dia o volume de leite próprio produzido.


O local também deve receber produtores parceiros para visitação e treinamento a respeito do manejo bovino através do sistema compost barn — implantado na unidade.


De acordo com Ricardo Magalhães Rodrigues, gerente de política leiteira do laticínio, “este modelo de produção de leite proporciona um maior conforto e bem-estar aos animais — que ficam livres para caminhar no galpão, possuem amplo espaço para deitar, não estão sujeitos a estresse térmico e podem se alimentar mais e melhor.


Isso aumenta a produtividade e a qualidade do leite produzido, além de ser mais sustentável, porque permite a reutilização da água e o tratamento de efluentes. Também cabe destacar que, por ser de mais fácil manejo, ele proporciona melhores condições de trabalho aos colaboradores — que no caso da nossa unidade são 16”.


Atualmente, o laticínio processa aproximadamente 600 mil litros de leite por dia, provenientes de mais de 580 fornecedores parceiros. Isto representa em torno de 80% do total da capacidade instalada de processamento de leite da empresa.


No ano passado, o Scala investiu na automatização dos processos de recebimento, estocagem e beneficiamento de leite da unidade fabril de Sacramento.


O Scala tem suas fábricas localizadas em uma das principais bacias leiteiras do país, a do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba.


Este fato, somado à política leiteira do laticínio, que valoriza o leite de melhor qualidade, garante a procedência e a qualidade da matéria-prima, assim como a valorização diferenciada dos produtores que produzem um leite melhor.


A empresa detém uma linha de produtos completa que conta com: parmesão, provolone, gorgonzola, brie, minas padrão, colonial, meia-cura, queijo de coalho, prato, requeijão, cream cheese, manteiga e a mussarela. Além disso, o Scala possui projetos de sustentabilidade, tendo em vista sua preocupação social e ambiental.


Fonte: Bússola, Exame


Veja também

Camil faz nova aquisição para ganhar força no mercado de cafés

Negócio saiu por R$ 62 milhões. A empresa ainda vai investir R$ 15 milhões para ampliar o parque pr...

Veja mais
Retomada dos eventos faz venda de vinhos disparar

Consumo da bebida supera inclusive dos espumantes que vinha em curva ascendente Apesar da proximidade das festas de...

Veja mais
Coca-Cola compra concorrente da Gatorade por US$ 5,6 bilhões

Conheça o negócio entre a Coca e a rival que é a segunda marca de bebidas esportivas mais consumida...

Veja mais
Ambev incrementa produção e vendas sobem no trimestre

Empresa relaciona três pilares para o volume recorde e o giro no chão de loja Estamos ganhando muito m...

Veja mais
Heineken foca em cervejas premium e portfólio econômico retrai

Movimentação é reflexo da estratégia da companhia para turbinar o consumo das marcas de maio...

Veja mais
Volume de cervejas da Ambev tem salto, e lucro cresce 57% no 3º trimestre

A cervejaria Ambev registrou lucro líquido de R$ 3,71 bilhões no terceiro trimestre de 2021, em alta de 57...

Veja mais
Consumidor elege novos sabores exóticos para o Guaraná Antarctica

Ação da companhia com um edição limitada está atrelada ao centenário da marca ...

Veja mais
Coca-Cola anuncia ao mercado seu novo posicionamento

Na pandemia, a marca se reformulou e agora, quer unir e inspirar pessoas com a plataforma global  “A magia ac...

Veja mais
Mercado de cervejas premium deve girar R$ 80 bi até 2025

Dados da Euromonitor mostram que o faturamento desse produto com alto valor agregado, praticamente dobrou no Brasil nos ...

Veja mais