76% dos brasileiros começaram a consumir em comércios locais durante a quarentena

Leia em 2min

Uma pesquisa realizada pela Mastercard, no fim de 2020 para compreender melhor os hábitos de compras dos consumidores após o período de confinamento, comprova que 76% dos brasileiros descobriram e começaram a consumir em pequenos e médios empreendimentos de seus bairros durante o confinamento e 91% continuarão com essa preferência após a pandemia. O principal objetivo é ajudar estes comércios a se recuperarem no cenário pós crise.

 

Para desenvolver este estudo, a Mastercard realizou uma pesquisa em 13 países da América Latina e Caribe, entre eles: Brasil, México, Chile, Colômbia, Argentina e Peru. Dentre os entrevistados brasileiros, 64% estão ativamente comprando para ajudar as lojas independentes, 87% disseram que os últimos meses os tornaram mais conscientes dos necessitados e 88% revelaram que sentem um maior senso de comunidade agora.

 

As pequenas e médias empresas possuem um papel vital na economia nacional, mas foram severamente afetado pela crise de saúde pública deste ano, segundo o Sebrae, a estimativa é que de 20% a 25% das MPEs fechem por causa da pandemia. A Mastercard segue ajudando os heróis locais a se recuperarem alocando US$ 250 milhões em todo o mundo para apoiá-los neste momento. Na América Latina e Caribe, foram introduzidas uma série de iniciativas, incluindo o lançamento dos Aliados Digitais da Mastercard (uma coalizão focada na aceleração da transformação digital de pequenas empresas).

 

Dez principais tipos de estabelecimentos locais que esperam uma recuperação pós-confinamento:

 

• Quitandas;
• Cafés e restaurantes locais;
• Padarias;
• Lojas de roupas independentes;
• Barbeiros/Cabelereiros;
• Açougues;
• Bares locais;
• Bancas de jornais locais;
• Livrarias independentes;
• Casas de Laticínios;
• Lojas de organizações de caridade;
• Lojas de presentes;
• Lojas de ferragens Faça Você Mesmo (DIY).

 

“As PMEs desenvolvem um papel fundamental na economia. Incentivar o comércio local, traz benefícios efetivos para a comunidade, que descobre boas opções próximas de suas casas e impulsiona a rotatividade da economia de maneira eficaz. Durante a pandemia, passamos a oferecer alguns serviços gratuitos para PMEs, contando também com a ajuda de parceiros. No Brasil, lançamos a plataforma “Aliados Digitais”, para ajudá-los no processo de transformação digital, oferecendo diversos serviços gratuitos. A recuperação da economia começa à nossa porta e nesse momento precisamos agir como agentes de transformações positivas. Quando ajudamos as nossas comunidades, estamos fomentando a economia além do âmbito regional”, afirma Ana Paula Lapa, vice-presidente de Inovação Produtos da Mastercard para o Brasil e Cone Sul.


Fonte: Newtrade 


Veja também

Nova lei de rotulagem aprovada pela Anvisa impactará o mercado de alimentos e bebidas

 As marcas brasileiras precisam se preparar para a implantação da nova norma de rotulagem nutricional...

Veja mais
Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) de 2020 alcançou R$ 871,3 bilhões, torna...

Veja mais
Nestlé lança mercado online em parceria com a Packk

Com o foco em ajudar os pequenos comerciantes de todo o país a montarem um e-commerce sem custo de entrada e mens...

Veja mais
IBGE: safra de 2021 deve superar recorde de 2020

A safra nacional de grãos deve atingir mais um recorde, o terceiro consecutivo, neste ano, com 260,5 milhõ...

Veja mais
Cresce a venda de produtos de oral care no Brasil

Diante de um consumo indulgente no 2º trimestre de 2020 devido à pandemia e também da queda na ida ao...

Veja mais
Mercado de ovos continua em trajetória de baixa no decorrer da semana

As disponibilidades de mercadoria acima das necessidades do mercado na base de produção continuam impondo ...

Veja mais
Mais de 90% dos brasileiros compraram chocolate em 2020

Entre janeiro e setembro de 2020, a taxa de penetração da categoria de chocolates nos lares brasileiros fo...

Veja mais
Nova onda do atacarejo afeta supermercados

O setor de supermercados e hipermercados perdeu fôlego em novembro de 2020, segundo dados de consultorias e vareji...

Veja mais
Produção de ovos de galinha bate recorde no 3º trimestre, diz IBGE

A produção de ovos de galinha chegou a 1,01 bilhão de dúzias no 3º trimestre deste ano,...

Veja mais