95% dos consumidores já usaram cupons de desconto em compras online

Leia em 1min 40s

 

No Brasil, os cupons de desconto foram popularizados por grandes players, como iFood e Magazine Luiza. O Magalu, inclusive, já se tornou assunto no País inteiro por causa de um erro que deu R$ 1 mil a consumidores. 

Uma pesquisa feita nos Estados Unidos e Reino Unido mostrou que os cupons são item indispensável na estratégia de vendas dos e-commerces.

 

Segundo estudo da norte-americana Shopper.com, 95% dos consumidores usaram cupons pelo menos uma vez. E um terço dos respondentes procuram por um código de desconto praticamente toda vez que faz compras online.

 

A Shopper.com ainda descobriu que se todos os consumidores dos EUA interessados em experimentar uma ferramenta que mostra os cupons disponíveis economizassem 10% em metade de suas compras, a economia, somada, seria de US$ 6,64 bilhões por ano. Individualmente, o valor chegaria a US$ 192 anualmente.

 

A maioria dos entrevistados (86%) ainda revelou que se sente frustrado quando perde uma economia, ainda que modesta, em uma compra online. Cerca de 33% disseram que ficam irritados quando o varejista não avisa que há um cupom disponível para aquela compra.

 

Confira outros achados da pesquisa

 

• Os consumidores dos EUA gastam 13 milhões de horas por semana procurando descontos online, enquanto os do Reino Unido gastam apenas 2 milhões de horas por semana. No entanto, metade do tempo que os consumidores de ambos os países gastam procurando cupons é desperdiçado;

 

• 30% dos consumidores norte-americanos usam uma extensão de navegador para ajudá-los a encontrar e aplicar cupons de maneira eficiente nas compras online – o dobro dos 15% dos consumidores britânicos que têm esse hábito;

 

• De todos os entrevistados 42% das mulheres e 32% dos homens ajudaram um amigo ou membro da família a encontrar um código de desconto online;

 

• Mais de um em cada cinco entrevistados (22%) disse que pediria um reembolso a uma loja se perdesse um desconto para o qual estava qualificado;

 

• Quando os consumidores dos EUA encontram cupons, sem que o varejista os ofereça antecipadamente, eles se sentem 3,1 vezes mais econômicos.

 

Fonte: No Varejo

 


Veja também

Homens brasileiros estão mais engajados em sua rotina de higiene e beleza

O mercado de beleza especializado no público masculino está se transformando e amadurecendo nos últ...

Veja mais
Brasil desperdiça 23,6 milhões de toneladas de alimentos por ano

Um dos fenômenos causados pela cultura do consumismo é o desperdício alimentar. Somente no Brasil, s...

Veja mais
GPA marca data para proposta à Exito, em tentativa do Casino de simplificar suas holdings

A empresa de varejo brasileira GPA anunciou formalmente os termos de uma proposta pública de aquisiç&atild...

Veja mais
Produtos naturais a granel são as ‘novas apostas’ do comércio

Muito comum no passado, a venda de produtos a granel está em alta novamente. A moda voltou junto com uma procura ...

Veja mais
Menos leais, consumidores querem que marcas "façam a coisa certa"

 O bolso do cliente está cada vez mais disputado. Menos leais, os consumidores também querem que marc...

Veja mais
Mudança de hábito: brasileiro prefere alimentos mais naturais

Em busca de saúde, o brasileiro vem adotando hábitos mais saudáveis de consumo e de vida. É ...

Veja mais
Consumidor busca por varejos com marcas mais sustentáveis, diz estudo

 Escolher ter marcas sustentáveis no varejo pode ser vantajoso, rentável e ainda ajudar a alavancar s...

Veja mais
Estação da Sé com cheirinho de linguiça no ar

A OpusMúltipla (empresa do Grupo OM Marketing & Comunicação) criou para a Frimesa um painel que...

Veja mais
Menos de 5% dos brasileiros são leais no consumo, revela pesquisa

 O novo levantamento da Nielsen Brasil, divulgado nesta quarta-feira (16), revelou que menos de 5% dos brasileiros ...

Veja mais