Carrefour dá novo passo em sua agenda de rastreabilidade

Leia em 2min 20s

Rede começou a vender o primeiro lote de carne 100% livre de desmatamento, rastreada desde o nascimento do bezerro

 

Maior comprador de carne bovina do Brasil, o Carrefour coloca à venda os primeiros lotes da proteína rastreada desde o nascimento do bezerro. O produto faz parte da linha Sabor & Qualidade, fruto de uma parceria da varejista com a Iniciativa para o Comércio Sustentável (IDH).

 

O projeto começou efetivamente no segundo semestre de 2018. Naquele momento, Carrefour e IDH selecionaram 450 produtores de bezerro de Mato Grosso com propriedades de, no máximo, 300 hectares. A carne que começa a ser vendida agora é a dos animais que nasceram no início do projeto, que já recebeu € 3,5 milhões em investimentos.

 

Nessa primeira etapa de comercialização, os itens da linha Sabor & Qualidade estarão disponíveis na loja da rede no Shopping Interlagos, na zona sul de São Paulo. Os produtos têm QR Codes em suas embalagens que informam o nome e geolocalização da fazenda que originou o bezerro e sua Guia de Trânsito Animal (GTA), que mostra o caminho do animal até o abate.

 

Cerca de 6 mil bovinos já foram abatidos no âmbito da iniciativa. “Começamos com algo de nicho para depois criar escala”, disse Lucio Vicente, diretor de Assuntos Corporativos e Sustentabilidade do Grupo Carrefour Brasil, ao Valor.

 

Segundo ele, a varejista pretende atender às necessidades de um consumidor cada vez mais preocupado com a origem de seu alimento. “Fizemos questão de que esse produto entrasse em uma linha de marca da empresa focada em qualidade”, afirma.

 

De acordo com a diretora executiva do IDH Brasil, Daniela Mariuzzo, o projeto deu prioridade a pequenos criadores para incluir esses produtores nas discussões sobre sustentabilidade e ajudá-los na regularização da produção.

 

Com a iniciativa, Carrefour e IDH oferecerão capacitação e treinamento especializado. Os pecuaristas participantes recebem assistência técnica para assuntos agronômicos, ambientais e fundiários.

Os envolvidos no projeto frisam que, apesar de a carne vendida neste momento ter sido abatida em parceria com a Marfrig, os pecuaristas são livres para escolher a quais frigoríficos venderão o gado.

 

O Carrefour e o IDH Brasil já estão elaborando o próximo passo da iniciativa, que consistirá em um protocolo nacional com procedimentos e processos que garantam as boas práticas socioambientais desde o nascimento do bezerro.

 

No Brasil, o Carrefour integra diferentes iniciativas voltadas à sustentabilidade da carne. Desde 2007, a empresa faz parte Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS), que reúne diversos setores da cadeia da carne. Três anos depois, o grupo assumiu o compromisso global pelo desmatamento zero para soja, carne, óleo de palma e madeira, suas principais cadeias de abastecimento.

 

Em 2017, a varejista passou a fazer parte também do Grupo de Trabalho dos Fornecedores Indiretos (GTFI). Nele, integrantes da cadeia discutem ações de rastreabilidade, monitoramento e transparência da pecuária no país.

 

Fonte: Valor Econômico 


Veja também

Consumidor vai atrás de preço e GPA liga o alerta

Presidente da companhia descarta popularização do Pão de Açúcar e defende preç...

Veja mais
Magalu começa a operar dentro de supermercados

Para ampliar ainda mais sua capilaridade, varejista ativa modelo de quiosque com mix seleto em lojas do setor A red...

Veja mais
Plataforma omnicanal da Cencosud fortalece varejo regional

Nova unidade de negócios com inteligência artificial traça estratégias publicitárias p...

Veja mais
Max Atacadista inaugura sua primeira loja em Ourinhos

                              14ª u...

Veja mais
Pague Menos inaugura nova loja no interior de São Paulo

Acontece na próxima quinta (29) a inauguração de uma unidade da Rede Pague Menos Supermercados na c...

Veja mais
Carrefour e Ame Digital fecham parceria para ampliar meios de pagamento do consumidor

O Carrefour credenciou a Ame Digital – fintech e plataforma mobile de negócios – para ser o novo meio...

Veja mais
Vendas de alimentos crescem em canais alternativos

Varejo americano vê expansão de dollar stores, lojas de descontos e atacarejo como canais de distribui&cced...

Veja mais
Vendas do Carrefour no segundo trimestre somam R$ 19,5 bilhões

Bandeira Atacadão fortalece sua contribuição no resultado do grupo. Vendas do atacarejo crescem pel...

Veja mais
Lucro do Assaí dispara 62% no segundo trimestre

Rede também anunciou meta ousada de inauguração até dezembro     A ...

Veja mais