Kantar: como será o consumo no Brasil durante as festas de final de ano?

Leia em 1min

 

Estudo mostra qual foi o impacto da pandemia de Covid-19 em dezembro de 2020 e o que esperar para 2021

 

As festas de final de ano são caracterizadas por pratos sazonais e reuniões com familiares e amigos. A pandemia de Covid-19, no entanto, afetou as tradições de consumo nas ceias de Natal e Ano Novo em 2020, segundo estudo da Kantar, líder em dados, insights e consultoria.

 

Ano passado apenas 7,3% dos consumidores compraram exclusivamente proteínas comemorativas, enquanto no mesmo período de 2019 esse índice foi de 15,7%. A maioria (56,2%) optou por combinar alimentos da época com opções regularmente encontradas no mercado, como frango, linguiça, bovinos e peixes/ frutos do mar.

 

De forma geral, as aves comemorativas foram as mais usadas no Natal (63,5% em volume), sendo escolhidas principalmente pelas classes A e B (39,9%). O pernil, por sua vez, foi a proteína mais comprada no Ano Novo (42,2%), também em maior número pelas classes A e B (37,5% em volume).

 

Neste ano, a expectativa é que o cenário visto em 2020 não se repita por completo. Com a vacinação avançando no País, brasileiros já planejam comemorações com um número maior de pessoas.

 

A inflação, no entanto, pode fazer com que a tendência de misturar as proteínas servidas na ceia siga ou até minar os festejos.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Kantar

 


Veja também

Retomada pós-pandemia abre oportunidade para alimentos prontos em supermercados

Estudo do FMI indica três tendências que podem ser aproveitadas pelas redes de supermercados conforme o flux...

Veja mais
Cliente pretende investir na Black Friday

Conheça os dados do estudo da GFK para o próximo mês de novembro no varejo Estudo feito pela Gf...

Veja mais
Panetones fazem sucesso em mais da metade dos lares brasileiros

Levantamento da Kantar indica que o produto é mais procurado pelo público A/B de 40 a 49 anos  Em mea...

Veja mais
Unilever Brasil acelera inclusão racial com fundo de R$ 17 mi

O Afrolever foi organizado em quatro pilares que se retroalimentam e influenciam de forma circular funcionários e...

Veja mais
10 tendências para os supermercados em 2022, segundo a Whole Foods

De superalimentos a itens funcionais, confira o que deve marcar presença nas prateleiras das redes de supermercad...

Veja mais
Abertura de novos supermercados ultrapassa período pré-pandemia em todo o país

Levantamento da Geofusion destaca os estados com expansões mais aceleradas no primeiro semestre  Levant...

Veja mais
BRF investe R$ 8 milhões em Buriti Alegre e reforça sua Jornada Indústria 4.0

Unidade é piloto na implementação de sistemas ciber-físicos, Internet das coisas e computa&c...

Veja mais
Nestlé cria três novas zonas de negócios, uma delas com foco no Brasil

Desta forma, a gigante mundial de alimentos tem mais agilidade frente aos hábitos dos clientes em todo o planeta&...

Veja mais
Supermercados ampliam foco em saúde e bem-estar

Mais redes americanas reforçam investimentos em programas de educação e nutrição pers...

Veja mais