BRF investe R$ 8 milhões em Buriti Alegre e reforça sua Jornada Indústria 4.0

Leia em 3min 10s

Unidade é piloto na implementação de sistemas ciber-físicos, Internet das coisas e computação em nuvem e Analytics

 

A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, avança em sua Jornada Indústria 4.0 com a modernização da unidade de Buriti Alegre (GO), que passa a operar no conceito de Fábrica Inteligente. A atualização teve investimento de R$8 milhões e contempla novas tecnologias em automação, sistemas ciber-físicos, Internet das Coisas, Computação em Nuvem e Analytics. Com isso, as unidades produtivas da empresa ganham em eficiência e redução de custos.

 

A Companhia desenvolveu duas frentes para a Jornada Indústria 4.0: a Fábrica Digital e a Fábrica Inteligente. A primeira conta com programas, como o Sistema de Excelência Operacional (SEO) digital e a Rastreabilidade Digital, formulários, dados, controles e exercícios de rastreabilidade foram totalmente digitalizados, trazendo agilidade para a operação, além de reduzir os custos. Outra iniciativa é a plataforma padronizada para design e impressão de etiquetas, que atende a padrões internacionais, visa maior segurança na leitura das informações, a partir de código datamatrix, otimizando assim o processo de logística e rastreabilidade.

 

Na segunda frente de atuação, a Fábrica Inteligente, a unidade passa a contar com gestão online dos processos produtivos, com a implantação de IOT´s (internet of things), etiquetas RFID (Radio Frequency Identification – Identificação por Radiofrequência), Analytics e integrações com automação e plataforma sistêmica de gestão de fábrica. “Em Buriti Alegre, demos um passo além com a sensorização e passamos a captar os dados do processo produtivo automaticamente. Com isso, os controles como quantidade, peso e temperatura final do produto são realizados em tempo real colaborando ainda mais com a qualidade de nossos produtos e para a tomada de decisões com mais agilidade”, explica Carlos Coutinho, gerente de Inovação de Operações da BRF.

 

A Companhia também automatizou coletores e câmeras para o apontamento de produção, que acompanha o consumo de matéria-prima, além de controlar e monitorar os lotes de insumos e embalagens. Todas essas soluções ocorrem em interdependência com as outras frentes da cadeia produtiva na integração e disponibilização de dados para uma rastreabilidade inteligente e elevada gestão fabril.

 

“Nossa Jornada Indústria 4.0 atua nos pilares de eficiência e qualidade. Nosso mapa de evolução para fábricas inteligentes com o Projeto Indústria 4.0 está acontecendo em três unidades piloto: Buriti Alegre (GO), Marau (RS) e Seropédica (RJ), que já nasceu digital, como uma unidade projetada nos conceitos 4.0”, afirma o executivo.

 

A BRF foca em excelência operacional a partir do fortalecimento de sua cultura, com programas e tecnologias que reduzem a ociosidade fabril, maximizam o uso dos ativos da Companhia, minimizam perdas, melhoram processos de negociação de insumos, matérias-primas e compras gerais e incorporam conceitos da Indústria 4.0 às unidades e operações.

 

“Esta jornada é transformadora e considera o sensoriamento em nossas linhas de produção, com dashboards de eficiência que já estão em operação em plataforma com dados real time para visibilidade, contribuindo para tomada de decisões mais ágeis e assertivas no dia a dia da operação. Essas tecnologias levam a Companhia para um novo patamar de eficiência operacional e gestão online”, destaca Gilberto Andretta, gerente executivo de Tecnologia na BRF.

 

Jornada Digital e Investimentos BRF

A tecnologia e a jornada digital da Companhia são essenciais para o funcionamento dos negócios da Companhia. Até 2025 serão investidos R$ 700 milhões em iniciativas de Transformação Digital, tudo em linha com a Visão 2030, lançada em dezembro, na qual projeta a BRF para os próximos 10 anos como uma empresa global de alimentos, de alto valor agregado, com um portfólio de marcas líderes e desejadas nos principais centros consumidores, fortemente apoiada em inovação e tendo os consumidores cada vez mais no centro de todas as decisões.


Redação SuperHiper 


Veja também

Nestlé cria três novas zonas de negócios, uma delas com foco no Brasil

Desta forma, a gigante mundial de alimentos tem mais agilidade frente aos hábitos dos clientes em todo o planeta&...

Veja mais
Supermercados ampliam foco em saúde e bem-estar

Mais redes americanas reforçam investimentos em programas de educação e nutrição pers...

Veja mais
Nestlê lança opções vegetais para ovos e camarões

Inicialmente, clientes da Alemanha e da Suíça vão testar as novidades plant based da companhia ...

Veja mais
Nestlé avança nos mercados vegano e vegetariano

Trata-se de uma estratégia da empresa para atrair clientes plant based. O chocolate importado tem ediç&ati...

Veja mais
M. Dias Branco adquire dona da Fit Food e investe em snacks saudáveis

Companhia paranaense também detém as marcas Frontera e a linha de temperos Smart A dona dos biscoitos...

Veja mais
Consumo de alimentos orgânicos cresce mais de 50% no Brasil

Cada vez mais, a inserção de alimentos saudáveis na alimentação diária acontec...

Veja mais
Mercado pet movimenta R$ 41 bi e fatura mais que linha branca

Procura disparou na pandemia quando houve um crescimento de 50% no número de animais adotados para suportar o iso...

Veja mais
Em pouco tempo, mercado plant based deve dobrar de volume no Brasil

Pesquisa da Euromonitor International constatou que 4 a cada 10 consumidores preferem produtos vegetais, alternativos &a...

Veja mais
Compras online de Pet Food crescem mais de 90% em volume

Pesquisa da Kantar identifica que gastos por ocasião e tíquete médio são duas vezes maiores ...

Veja mais