Preço da cerveja acompanha inflação e tem alta de 0,44% em junho

Leia em 1min 40s

O preço da cerveja em domicílio teve alta em junho, no terceiro mês completo em que se pôde perceber os efeitos da crise do coronavírus. De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a inflação do produto foi de 0,44%, após uma forte queda de 1,56%, em maio.

Trata-se de um ritmo semelhante, embora mais acelerado, em relação ao do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que registrou alta de 0,26% em junho.
Este aumento do preço da cerveja no domicílio se inseriu em uma elevação dos preços no setor de alimentação e bebidas, que teve inflação de 0,38% em junho e foi um dos responsáveis pela alta do IPCA no último mês.

Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, sete apresentaram alta em junho. O maior impacto (0,08 ponto percentual) veio de Alimentação e bebidas (0,38%), que acelerou em relação ao resultado de maio (0,24%), afirmou o IBGE.
As medidas de isolamento social, que fizeram as pessoas cozinharem mais em casa, por exemplo, ainda estão em vigor em boa parte do país. Isso gera um efeito de demanda e mantém os preços em patamar mais elevado, acrescentou Pedro Kislanov, gerente do IPCA.

O aumento em junho dos valores da cerveja em domicílio não alterou o cenário de deflação do preço em 2020 do produto, agora em 0,42% no somatório deste último mês com janeiro, fevereiro, março, abril e maio.
Já a cerveja fora do domicílio um segmento praticamente paralisado em função das medidas de isolamento social  teve deflação irrisória, de 0,07%, em junho. Ainda há aceleração no ano, sendo que agora ela está em 0,81%.

O item outras bebidas alcoólicas no domicílio, por sua vez, teve pequena queda, de 0,06% em junho. Mas continua tendo elevação dos preços em 2020, com alta acumulada de 3,52% nesse período. Por fim, o preço de outras bebidas alcoólicas fora do domicílio apresentou deflação de 0,88% em maio. Com isso, passou a registrar queda de 1,84% nos preços em 2020.


Fonte: Guia da Cerveja  


Veja também

Puxada por supermercado e web, venda de vinhos surpreende na pandemia

Concentrado em casa, o brasileiro mudou alguns hábitos de consumo, resultando em um crescimento sem precedentes d...

Veja mais
Indústria laticínia reajusta preço do leite em 18% devido à pandemia

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) impactou diversos setores da economia e na indústria latic&iacut...

Veja mais
PepsiCo surpreende em lucro ajustado e receita no 2° trimeste

A PepsiCo anunciou nesta segunda-feira, 13, que teve lucro líquido de US$ 1,65 bilhão no segundo trimestre...

Veja mais
Aplicativo de entrega sem taxa da Coca-Cola chega ao Brasil com foco nos pequenos

O Brasil vai contar com mais um aplicativo para ajudar os pequenos comerciantes neste momento de crise. Presente em sete...

Veja mais
Empresas globais do segmento de bebidas investem em Minas Gerais

A logística privilegiada e um tratamento tributário competitivo favorecem a escolha de grandes empresas po...

Veja mais
Setor de bebidas cresceu 65,6% em maio, diz IBGE

A produção nacional de bebidas cresceu 65,6% em maio frente a abril em período de pandemia de coron...

Veja mais
Pró-vinho lança campanha #VemProVinho2020

  Conforme pesquisa realizada pela Ideal Consulting, a importação de vinho no primeiro quadrimes...

Veja mais
Preço do leite sobe 10,4% nos últimos cinco meses em Belém, aponta Dieese

O leite comercializado em Belém teve alta acumulada de 10,39% de janeiro a maio deste ano, segundo o Departamento...

Veja mais
Pão de Açúcar lança projeto para incentivar microcervejarias

O Pão de Açúcar lança nesta semana o projeto “Incentive uma Microcervejaria” &nd...

Veja mais