Entidade

Palavra do Presidente

Vem aí o marketplace do setor supermercadista

 

Quando se fala em varejo alimentar, um dos assuntos mais abordados atualmente é a escalada do comércio virtual de bens de consumo, uma pauta que se tornou rotineira no dia a dia do setor. Afinal, este é um canal que já vinha, gradualmente, se desenvolvendo nos últimos anos, mas que foi fortemente impactado pela chegada da pandemia da covid-19. Consequentemente, quem já atuava no universo virtual fortaleceu essa operação e muitos supermercados que ainda não atuavam neste campo tratou de entrar no jogo. Na ponta final, o consumidor passou a fazer cada vez mais compras sem sair de casa.

O resultado todos já conhecem: um crescimento notável do e-commerce no ano passado, que segue evoluindo em 2021. De acordo com o mais recente relatório da Ebit Nielsen sobre o tema, o comércio eletrônico bateu recorde de vendas no primeiro semestre deste ano, alcançando receita de R$ 53,4 bilhões, um crescimento de 31% em relação ao mesmo período do ano anterior. E nos primeiros seis meses, as vendas virtuais de alimentos cresceram 34% em volume e 8% em números de pedidos. Como curiosidade, os celulares foram responsáveis por mais da metade das vendas digitais, respondendo por R$ 28,2 bilhões do montante.

No campo das vendas digitais, quem está obtendo cada vez mais relevância são os marketplaces, também chamados de shoppings virtuais, onde em uma mesma plataforma há diversas empresas vendedoras plugadas, somando seus portfólios e, consequentemente, gerando alto fluxo para esses ecossistemas on-line. A mesma Ebit Nielsen destaca que 78% das vendas digitais são realizadas por meio de marketplaces e q-ue a comercialização de alimentos vem crescendo nestas plataformas.

É por isso que a ABRAS, que se encontra fortemente engajada em capitanear o reposicionamento estratégico do autosserviço nacional, está liderando a estruturação do marketplace do setor supermercadista brasileiro, uma iniciativa que colocará o varejo alimentar em outro patamar. Está em curso, graças à união de dezenas de empresas do setor, um grandioso e consistente projeto para dar vida ao que será o maior marketplace de alimentos do País e que também será o melhor canal de mídia para a indústria. Vamos, com isso, converter a economia de escala do setor a favor do seu próprio desenvolvimento e posicionamento estratégico.

A relação de benefícios dessa empreitada é extensa e conta com vantagens relevantes, como o maior conhecimento e entendimento do consumidor, para o pleno exercício do conceito de big e smart data. Outro ponto a ser considerado é a proteção do setor supermercadista contra a desintermediação do varejo físico, além de contribuir com a democratização do comércio eletrônico de bens de consumo, pois a plataforma estará à disposição de todas as empresas do setor.

Somos o principal canal de abastecimento dos lares brasileiros, dotados de uma notável capilaridade composta por mais de 91 mil lojas e uma ampla base instalada de centros de distribuição, que nada deixa faltar para os 28 milhões de pessoas que passam diariamente pelos supermercados. Nossa grande vocação é atender e servir os consumidores e precisamos fazer isso com a máxima eficiência possível, estando presentes de forma consistente e organizada em todos os canais utilizados por nossos clientes. Sobre essa agenda, voltaremos a compartilhar muito mais detalhes, pois este é um ambiente que está sendo cuidadosamente planejado para a sua empresa vender mais e prosperar. Vamos trabalhar!

 

João Galassi

Presidente da ABRAS  

Atualizado em Setembro de 2021