Perdas do setor supermercadista somaram R$ 6,9 bilhões em 2019

 

 

20ª Avaliação de Perdas no Varejo Brasileiro de Supermercados em PDF.

 

  

As perdas do autosserviço somaram R$ 6,9 bilhões no ano passado, o que corresponde a 1,82% do faturamento bruto do setor, de acordo com a 20ª Avaliação de Perdas no Varejo Brasileiro de Supermercados, apurada pelo Departamento de Economia e Pesquisa da ABRAS, e divulgada durante webinar no dia 22 de julho. Em 2019, os supermercados do país registraram faturamento de R$ 378,3 bilhões.

 

A pesquisa foi realizada com 204 redes. Dentre as principais causas de perdas no setor citadas pelos participantes estão: quebra operacional, 39%, furto externo, 17%, erros de inventário, 12%, erros administrativos, 11%, e furto interno e fornecedores, com 7% cada.

 

"Para quem é empresário, e precisa lidar diariamente com inúmeros desafios para empreender no Brasil, evitar qualquer prejuízo é muito significativo. Desde seu surgimento, a ABRAS se empenha na construção de um setor mais forte e produtivo, e diminuir as perdas das lojas está entre nossas prioridades. Por meio do Comitê de Prevenção de Perdas da ABRAS buscamos identificar problemas em comum entre as redes e estudar as melhores ações e soluções. Prevenir perdas não é gasto, e sim, investimento”, destacou o presidente da ABRAS, João Sanzovo Neto, durante a webinar.

 

Em relação aos dados apresentados em 2020, o então coordenador do Comitê de Prevenção de Perdas da ABRAS, Carlos Peruzzi, ressalta a conscientização como um dos motivos. "Tivemos uma queda no índice de perdas de um ano para o outro. Resultado do aumento do investimento das empresas na prevenção de perdas e da conscientização dos empresários supermercadistas sobre a importância estratégica da área."

 

A Avaliação mostrou ainda os produtos com maiores perdas em valores nos supermercados: refrigerante, cerveja, cortes bovinos (exceto picanha), pilhas e bateria, chocolate em barra ou tablete, queijo, desodorante, azeite e sabão em pó.

 

 

Comunicação ABRAS

 

Atualizado em 27 de julho de 2020