Receita Federal lança nova versão de sistema de emissão de DARF.

Leia em 1min 10s

Com a nova versão, programa Sicalc AA foi definitivamente desativado e os documentos de arrecadação deverão ser emitidos exclusivamente pelo sistema web.

 

A Receita Federal atualizou em junho o Sistema de Cálculo de Acréscimos Legais (SicalcWeb) que é acessado diretamente pelo site da Receita na internet (www.gov.br/receitafederal), sem a necessidade de realizar download ou instalar programas, para emissão de Documentos de Arrecadação de Receita Federais (DARF).

 

A nova versão do SicalcWeb permite a emissão do DARF com um padrão de código de barras mais moderno, aplicável, inclusive, nas situações de pagamento em atraso, o que não ocorria com modelo anterior. A implementação deste novo código para todas as receitas, contudo, está sendo feita de forma gradativa, pois exige alterações também nos sistemas de controle da dívida tributária.

 

Com a nova versão do sistema web, o programa Sicalc AA, que precisava ser baixado e instalado pelo usuário, foi permanentemente desativado e não receberá, portanto, novas atualizações.

 

Importante destacar que os documentos ainda emitidos sem código de barras podem ser pagos pelos canais de atendimento dos bancos da rede arrecadadora, inclusive via internet banking (canais digitais). Caso encontre alguma dificuldade, o contribuinte deve consultar o seu próprio banco para obter orientação sobre as formas de pagamento de DARF sem código de barras.

 

A Receita Federal segue determinada a que todo DARF tenha um código de barras, assim como já ocorre com outros documentos de arrecadação sob sua gestão, tais como o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) e Documento de Arrecadação do eSocial (DAE).

 

Fonte: Receita Federal – 07/07/2021


Veja também

Juízo pode determinar complementação da prova documental em exceção de pré-executividade

 A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) entendeu que é possível ao ju&iac...

Veja mais
Negada nova sustentação oral após direito não ser exercido em julgamento anterior

 Colegiado de ministros entendeu que só há direito a uma sustentação. A Segunda Tu...

Veja mais
Documento assinado pelas partes, mas sem elementos essenciais, é inapto para cobrança de dívida, decide TJ

Mantida decisão que julgou ação monitória improcedente. A 1ª Câmara Reservad...

Veja mais
Receita Federal conclui envio dos comunicados do Pronampe

 As correspondências começaram a ser emitidas no dia 05/07. A Receita Federal  concluiu, nes...

Veja mais
Justiça decide que multa tributária superior a 20% tem efeito confiscatório

A multa tributária superior a 20% não é adequada como efeito sancionatório e tem, ...

Veja mais
Publicada MP que abre crédito a micro e pequenas empresas

Medida beneficia também produtores rurais e microempreendedores Medida provisória (MP) que cria ...

Veja mais
Loja não pode abrir para receber parcelas de carnês durante epidemia

 O artigo 222, inciso III, da Constituição de São Paulo, preconiza a integração ...

Veja mais
TRT-10 declara inconstitucionais dispositivos da CLT sobre pagamento de custas por beneficiários da justiça gratuita

 O Pleno do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10) reconheceu a inconstitucionalidade de ...

Veja mais
DECISÃO: Produto não analisado pelo Inmetro não pode ostentar o selo de identificação de conformidade por induzir consumidor a erro

É ilícito exibir e vender produto que ostenta indevidamente o selo de conformidade do Inmetro, induzindo o...

Veja mais