Cervejaria Império melhora posicionamento no PDV com app de serviços

Leia em 2min 30s

Ferramenta com foco no trade varejista oferece promotores especializados contratados por hora para desenvolver estratégias promocionais e captar dados analíticos do shopper

 

A Cervejaria Império fechou parceria com a especialista em Field Marketing Allis que desenvolveu, em 2020, o Allis On Demand – um aplicativo com foco exclusivo no trade varejista, que oferece promotores especializados que podem ser contratados por hora para qualquer tipo de demanda no ponto de venda, desde a reposição de produtos até estratégias promocionais e captação de dados analíticos do shopper. A companhia cervejeira tem apostado nesta estratégia no ponto de venda. A marca faz atualmente cerca de dois mil chamados por mês.

 

O Allis On Demand tem ajudado a Cervejaria Império na execução “coleta de validades”, serviço que exige dos promotores o preenchimento das validades de todos os produtos e transformem essas informações em relatórios que devem ser alinhados com o Centro de Distribuição para fazer a logística das mercadorias. Outra função do AOD é o aumento do “market share” da marca, para isso, o aplicativo de serviços para o varejo e a indústria tem investido pesado no marketing promocional do produto.

 

“Trabalhar para a Cervejaria Império no ponto de venda é de suma importância para a sobrevivência da reputação da marca. Qualidade da execução, pontos extras e pontos naturais bem abastecidos foram os maiores desafios da atuação dos promotores em prol da Cervejaria Império”, conta Wagner Gutierrez, CEO da Allis.

 

A indústria de cerveja tem 80 promotores AOD e ainda mantém a consultoria para mantê-los ativos, treinados e engajados. Esse investimento resultou na expansão do produto em praças como São Paulo e Pará. “Atualmente temos uma média de 500 atendimentos semanais, chegando a mais de 2 mil por mês”, revela Gutierrez.

 

Após um ano do lançamento do aplicativo, a Allis faz um balanço e destaca que a ferramenta teve um aumento significativo dos chamados e projeta aumento de 30% na prestação do serviço nos pontos de venda em 2021. Entre os meses março e setembro de 2020, o ápice da pandemia, o Allis On Demand cresceu 58% em número de chamados e grande parte das solicitações vieram da indústria. No início da operação, o aplicativo logo atingiu 35 mil chamados. No segundo período do ano, chegou a mais de 70 mil. No final de 2020, ultrapassou a casa de 110 mil solicitações.

 

“O sucesso do AOD se dá por atender em qualquer lugar do país e pela atual presença em mais de 30 mil estabelecimentos. Temos percebido um crescimento de chamados em grandes e médias empresas de varejo, mas a indústria continua gerando a maior demanda. Houve uma maior procura pela ferramenta por categorias como alimentos e bebidas, além de um incremento significativo do setor de beleza”, afirma Wagner Gutierrez, CEO da Allis.

 

Com projeções bem arrojadas, a companhia de field marketing espera chegar próximo a 145 mil chamados até o final deste ano.


Redação SuperHiper 


Veja também

Ambev prioriza startups com foco em sustentabilidade

Terceira ediçao da Aceleradora 100+ busca aumentar o uso racional da água ao longo de sua cadeia de produ&...

Veja mais
Ruptura afeta vendas de bebida à base de soja, leite e cachaça

Falta de produtos permaneceu em alta em maio e há 3 meses, o índice do destilado não para de subir,...

Veja mais
Coca-Cola HBC fecha acordo para adquirir fatia de 30% na italiana Caffè Vergnano

A produtora de bebidas Coca-Cola HBC assinou um acordo para aquisição de uma fatia de 30% na Casa Del Caff...

Veja mais
Pepsi e Guaraná Antarctica apoiam pequeno varejo

Cresça Seu Negócio traz ferramentas digitais e treinamento para ajudar bares, restaurantes e pequenas lanc...

Veja mais
Consumo aquecido em dezembro melhora preço do leite e variação registra 3,7%

Considerando a oferta e demanda de lácteos no período da safra para a bovinocultura de leite em Mato Gross...

Veja mais
Venda de vinhos tem alta de 31% em 2020, impulsionada pela quarentena

Na contramão de setores que sofreram com a pandemia do coronavírus, o mercado de vinhos teve alta de 31% e...

Veja mais
Brasil se torna o principal consumidor dos vinhos chilenos

O Brasil se tornou o maior mercado consumidor de vinho chileno no mundo com um total de US$ 148 milhões de vinhos...

Veja mais
Refrigerante? Não. A tendência agora são os chás e sucos

A pandemia consolidou uma tendência que veio para ficar: a saudabilidade. Melhor informado e atento ao que leva &a...

Veja mais
Alta nos preços e ruptura na gôndola: como está o mercado de cervejas no país

A falta de cervejas nos supermercados brasileiros nunca foi tão alta. Essa é a conclusão de uma pes...

Veja mais