(411)
Associações Estaduais
Apresentação
Contatos
» Notícias
 
Você está em:

Abras

Supermercados do ES querem vender remédios a consumidores; projeto está na Câmara 07/08/2019 às 12h

Os supermercados capixabas, através da Associação Capixaba de Supermercados (Acaps), afirmam ser favoráveis a venda de remédio nos estabelecimentos de todo o país. A medida, que é uma iniciativa do setor supermercadista do Espírito Santo, também é defendida pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras), e atualmente está sendo debatida através de um projeto de lei na Câmara dos Deputados.

 

Segundo o superintendente da Acaps, Hélio Schneider, a comercialização de medicamentos isentos de prescrição em supermercados será um importante avanço para o Brasil, e já é uma realidade em vários países desenvolvidos. Ele ressalta que, com essa autorização, o consumidor ganhará nos preços e na acessibilidade. Além disso, a segurança não estará comprometida, uma vez que nas farmácias esses medicamentos já estão nas prateleiras ao alcance de todos.

 

“As farmácias já comercializam outros itens além de remédios, inclusive muitos produtos que antes só eram vendidos em supermercados, como biscoitos, sucos, refrigerantes, água, balas, chicletes, entre outros. Acreditamos na liberdade de mercado e na livre concorrência para a construção de um país mais forte e moderno”, reforça o superintendente da Acaps.

 

O autor do projeto, o deputado federal Glaustin Fokus (PSC-GO), ressalta que os medicamentos isentos de prescrição são destinados ao tratamento de sintomas e condições de baixa gravidade, tendo sua segurança e eficácia comprovadas. Geralmente são produtos destinados a tratar cefaleias, acidez estomacal, febre, tosse, dor e inflamação da garganta, assaduras, prisão de ventre, congestão nasal, sintomas de gripes e resfriados, entre outras.

 

A proposta ainda será analisada, em caráter conclusivo, pelas comissões de Seguridade Social e Família e de Constituição e Justiça e de Cidadania. O superintendente da Acaps ressalta que a decisão, além da aprovação na Câmara Federal, depende da regulamentação do Ministério da Saúde.

 

Fonte: Folha Vitória



 

Últimas

» Setor supermercadista começa ano mais cauteloso 24 de Janeiro 2020, às 12h
» Supermercados brasileiros batem recorde de empregos gerados 24 de Janeiro 2020, às 11h
» Supermercados goianos reagem ao avanço das grandes redes 21 de Janeiro 2020, às 16h
» Supermercados de Minas Gerais 09 de Janeiro 2020, às 12h
» Associação de Supermercados do Rio de Janeiro lança Instituto de Desenvolvimento e Inovação ASSERJ – IDEIA 07 de Janeiro 2020, às 17h
» Supermercado gaúchos têm alta de 6,5% com vendas de Ano-Novo 02 de Janeiro 2020, às 12h
» Melhor Natal em 10 anos 30 de Dezembro 2019, às 11h
» Supermercados projetam crescimento de 2,44% para 2020 27 de Dezembro 2019, às 12h
» RJ tira de circulação um bilhão de sacolas plásticas, 6 meses após lei 26 de Dezembro 2019, às 16h
» Vendas de Natal crescem 9% nos supermercados gaúchos 26 de Dezembro 2019, às 12h

Ver mais »