Nestlé inicia programa de reciclagem de embalagens de chocolates e biscoitos

Leia em 2min 30s

A Nestlé acaba de lançar uma iniciativa que concilia a reciclagem de embalagens laminadas de chocolates e biscoitos com o repasse de recursos a entidade sociais. Desenvolvido em parceria com a TerraCycle, o programa de reciclagem inclusiva envolve capacitação de cooperativas de catadores e o engajamento de consumidores para a correta destinação e reaproveitamento das embalagens de filme plástico metalizado conhecido na indústria como BOPP (polipropileno biorientado).

 

Além de estimular o reaproveitamento das embalagens, a iniciativa também permite fomentar a cadeia de reciclagem do material, viabilizando que resíduos virem novamente matéria-prima para novos itens. A parceria da Nestlé com a Terracycle compreende ainda a capacitação de cooperativas em São Paulo, que passam a enxergar valor na reciclagem das embalagens flexíveis, da separação à destinação pós-triagem. “A iniciativa que insere as marcas de chocolates e biscoitos da Nestlé na estratégia de economia circular gera uma solução tangível para uma embalagem ser reciclada, desenvolve e impulsiona a cadeia de reciclagem, além de possuir aspecto social ao gerar valor para instituições sem fins lucrativos e escolas públicas”, diz Bárbara Sapunar, Head de CSV (Criação de Valor Compartilhado) da Nestlé Brasil.

 

A iniciativa de logística reversa, além de viabilizar a reciclagem das embalagens de biscoitos e chocolates de qualquer marca, também aceitará outros tipos de produtos que utilizam o mesmo plástico metalizado, como salgadinhos, misturas para bolo, barrinhas de cereal e ovos de Páscoa, de qualquer tamanho. As embalagens devem ser armazenadas pelos consumidores em uma caixa que pode ser postada em agência dos Correios sem qualquer custo. É preciso fazer um cadastro no site da iniciativa e imprimir a etiqueta própria para a postagem, que já está com o envio pago. A cada 1 kg de embalagens enviadas, o participante acumula 300 pontos que equivalem a R﹩ 3. Esse valor é trocado por doações para instituições sociais ou escolas públicas escolhidas pelo próprio consumidor. A ação foi pensada de modo a reforçar a cadeia de reciclagem e que cooperativas, entidades sem fins lucrativos e escolas públicas sejam beneficiadas com a cadeia de reciclagem.

 

As embalagens vazias são destinadas às cooperativas parceiras, seguindo para o processo em que a matéria-prima obtida se transforma em novos itens como vasos de planta, baldes, lixeiras, pás, cones de trânsito e bancos, entre outros.

 

Além da iniciativa de reciclagem, inserida dentro da jornada da Nestlé para um futuro mais sustentável, as caixas de bombom especialidades Nestlé terão o filme plástico externo retirado. Com essa mudança, a companhia deixa de usar mais de 450 toneladas/ano de plástico. Alguns dos bombons individuais que compõem a caixa também tiveram suas embalagens repensadas: agora chegam ao consumidor com envoltórios herméticos, 100% prontos para serem recicláveis, com total selagem interior, e que garantem a qualidade do produto já tão reconhecida.

 

A Nestlé assumiu o compromisso global de tornar 100% de suas embalagens recicláveis ou reutilizáveis até 2025. Atualmente, 95% embalagens no Brasil já são desenhadas para serem recicladas ou reutilizadas, considerando materiais como papel e papelão, vidro, metais e plásticos.


Fonte: Newtrade 


Veja também

Heineken anuncia 100% de energia renovável em 3 fábricas no Brasil

O Grupo Heineken anunciou no dia 18 que vai utilizar 100% de energia renovável em todo o processo produtivo e de ...

Veja mais
Coca-Cola é a primeira companhia com garrafas 100% recicláveis

Durante a pandemia, a Coca-Cola prosseguiu com sua estratégia global ‘World Without Waste’ (Um mundo ...

Veja mais
Pague Menos realiza o plantio de mudas em manguezais

O plantio das 1500 mudas, em parceria com a ONG Ecomuseu Natural do Mangue, faz parte da Campanha Cidade Verde 2020, e f...

Veja mais
Comércio eletrônico e delivery aumentam consumo de embalagens

As mudanças dos hábitos de consumo durante a pandemia do novo coronavírus, com as pessoas em casa e...

Veja mais
Assaí, Walmart e Atacadão estão entre as empresas reconhecidas como sustentáveis

Apenas ¼ dos 8.500 consumidores de sete países da América Latina entrevistados pela Kantar, l&iacut...

Veja mais
Carrefour instala novos coletores para a reciclagem de eletroeletrônicos

Em parceria com a Green Eletron, gestora de logística reversa de eletroeletrônicos e pilhas do Brasil, a re...

Veja mais
Kantar: Marcas que investem em sustentabilidade podem crescer no mercado consumidor

As marcas de bens de consumo massivo que investirem em sustentabilidade poderão crescer no mercado consumidor con...

Veja mais
Campanha da Rede Bom Lugar reúne depoimentos de pacientes que superaram o câncer

   Diretoria da Rede Bom Lugar Edna Maria da Rocha, 44 anos, Manoel Lourenço da Silva Neto, 70 ano...

Veja mais
Coca-Cola lança "garrafa virtual" e incentiva reutilização de embalagens

Para os consumidores de Manaus e de outras cidades em sete Estados do país e no Distrito Federal a notícia...

Veja mais