Unilever Brasil debate o Empoderamento Econômico da Mulher

Leia em 9min

A companhia, que tem 49% dos cargos de liderança ocupados por mulheres, reuniu especialistas e jovens empreendedoras para debater de forma coletiva a presença feminina no mercado de trabalho. Fernando Fernandez, presidente da Unilever Brasil, participou da discussão

 

  
Com o tema “Empoderamento Econômico da Mulher: inclusão, liderança e empreendedorismo”, a Unilever Brasil realizou hoje, no MASP, evento no qual apresentou os resultados do relatório de sustentabilidade da companhia. Para começar a falar sobre a presença feminina no mundo dos negócios e como as empresas podem atuar para transformar essa realidade, Andrea Salgueiro Cruz Lima, vice-presidente global de Dressings da Unilever, abordou as iniciativas da Unilever e das marcas Dove e Brilhante para empoderar mulheres. A executiva, que trabalha na companhia há 25 anos, também falou sobre os desafios e aprendizados para chegar ao topo.

 

“Sou o exemplo vivo de que é possível ter equilíbrio entre vida pessoal e profissional, sou casada há 22 anos, tenho duas filhas. Eu não comecei na Unilever como trainee - o que poderia ser uma barreira na carreira dentro da empresa - não foi. Sempre me foram oferecidas todas as oportunidades independente de eu ser do sexo feminino ou masculino. A igualdade de gêneros não é só uma questão de humanidade, mas de competitividade. Incentivar que as meninas e mulheres possam conquistar tudo o que desejam e possam progredir na carreira contribui para o desenvolvimento de toda sociedade. A mulher investe cerca de 80% de sua renda no bem-estar da família. A Unilever quer capacitar 5 milhões de mulheres até 2020”, explicou Andrea. Ana Paula Padrão, jornalista, apresentadora e fundadora da Escola de Você, falou sobre o Programa Ciclo Brilhante, desenvolvido em parceria com a Unilever com objetivo de ajudar a empoderar mulheres a terem seu próprio negócio. E, por meio do empreendedorismo, mudar o cenário social no qual ela está inserida.

 

A programação contemplou ainda o painel “Empoderamento econômico da Mulher: inclusão, liderança e empreendedorismo”, do qual participaram Ana Fontes, especialista em empreendedorismo feminino e fundadora da Rede Mulher Empreendedora; Maíra Habimorad, CEO da Companhia de Talentos; Camila Achutti, empreendedora e criadora do blog Mulheres na Computação; Lorrana Scarpioni, empreendedora e fundadora do Bliive. Fernando Fernandez, presidente da Unilever Brasil, também participou da discussão e abordou o papel do homem para impulsionar o empoderamento econômico da mulher.

 

Dentre os principais pontos levantados durante o debate, vale destacar:

 

“O homem também cuida da família e o papel dele no empoderamento feminino é muito importante. Pude ver de perto as dificuldades que a minha mulher enfrentou na carreira e sei da força transformadora feminina é impressionante. Precisamos desmistificar a história que o executivo tem que trabalhar 24 horas, 7 dias por semana, a vida em família é fundamental e é preciso ter esse balanço entre vida pessoal e profissional, entre homem e mulher”, afirmou Fernandez.

 

Ana Fontes contou que A Rede Mulher Empreendedora surgiu das próprias dificuldades que ela encontrou quando resolveu começar a empreender. Para ela, a mulher é naturalmente empreendedora mas precisa de apoio, recursos e infraestrutura para se desenvolver.

 

Camila Achutti explicou que criamos um estereótipo que o mundo da tecnologia é restrito àquele garoto jovem, branco, do Vale do Silício que só se interessa por esse assunto. E que isso frequentemente cria uma lacuna entre os gêneros, distancia as mulheres da tecnologia. Ela estudou ciências da computação e resolveu criar o blog Mulheres na Computação para incentivar meninas a se aproximarem desse universo sem medo.

 

Maíra Habimorad lembrou que a vida acontece no dia a dia, a igualdade de gênero pode ser construída com decisões tomadas por nós mesmos, na hora do gestor promover uma mulher que acaba de volta da licença a maternidade, por exemplo.

 

Andrea Salgueiro Cruz Lima também mostrou as principais iniciativas da companhia para incentivar a participação das mulheres no mercado de trabalho. “Além das iniciativas lideradas pelas marcas, como o projeto Ciclo Brilhante e o programa Dove pela Autoestima, colocamos em prática uma série de iniciativas de RH que estimulam a ascensão das mulheres na organização e proporcionam um ambiente inclusivo, no qual homens e mulheres possam desenvolver todo o seu potencial. Também estimulamos a inclusão da mulher externamente por meio de iniciativas institucionais, como a adesão global aos princípios da ONU Mulheres e a participação na campanha #HeforShe, além de sermos membro-fundador Associação Movimento Mulher 360 no Brasil”, destaca Andrea.

 

Abaixo as diferentes iniciativas da Unilever para o Empoderamento Feminino:

 

INICIATIVAS INTERNAS:

Para a Unilever, a responsabilidade de desenvolver programas que fomentem a equidade de gêneros cabe à toda liderança executiva. Por isso, a companhia implementou, de 2010 a 2014, o Comitê de Diversidade, liderado por Fernando Fernandez, presidente da Unilever Brasil. O comitê teve o papel de desenvolver iniciativas que promovessem a ascensão das mulheres dentro da organização.

 

Somente ano passado, a companhia aumentou a participação feminina em praticamente todos os níveis hierárquicos e já temos 49,3% dos cargos de liderança ocupados por mulheres. Hoje, a diversidade, em especial a equidade de gêneros, faz parte da cultura da Unilever e a companhia desenvolveu políticas de RH bastante estruturadas para fomentar a presença feminina na empresa.

 

A flexibilidade no trabalho, parte central do programa de Wellbeing da companhia, também é um conceito importante para fomentar o aumento da presença feminina no ambiente corporativo. A política possibilita ao colaborador organizar a agenda de maneira a equilibrar a vida profissional e pessoal. O conceito, que inclui home office e horário flexível de entrada, permite que as pessoas planejem a vida familiar de maneira mais equânime. Soma-se a isso, a licença maternidade de seis meses e o berçário para crianças entre 0 e 2 anos.

 

INICIATIVAS INSTITUCIONAIS:

 

Campanha #HeForShe - http://www.heforshe.org/unilever 

Lançado pela ONU Mulheres em setembro de 2014, o movimento HeForShe é um esforço global para envolver os homens na remoção das barreiras sociais e culturais que impedem as mulheres de atingir o seu potencial. Grandes líderes empresariais foram convidados a atuar como “Impact Champion” da campanha, assumindo a tarefa de disseminar a igualdade de gêneros dentro e fora do ambiente de trabalho. Na ocasião, Paul Polman, presidente global da Unilever, aderiu à iniciativa. Quando a campanha foi lançada oficialmente no Brasil, em junho de 2015, Eduardo Reis, vice-presidente de Recursos Humanos da Unilever, assinou o termo de compromisso e de adesão ao programa. Desde então, a companhia trabalha com a ONU Mulheres para promover os direitos das mulheres, igualdade de gênero, oportunidades de trabalho e criar iniciativas concretas em toda a cadeia de valor da empresa.

 

Associação Movimento Mulher 360 - www.movimentomulher360.com.br

Lançada em outubro de 2015, a Associação Movimento Mulher 360 está alinhada com os sete Princípios de Empoderamento da ONU Mulheres e tem como objetivo estimular a equidade de gênero nas empresas. A associação, uma evolução do Movimento Empresarial pelo Desenvolvimento Econômico da Mulher - iniciativa liderada pelo Walmart e lançada em 2011 -  é formada por diversas empresas, entre elas a Unilever. A estratégia de criar uma associação empresarial independente e sem fins lucrativos para incentivar o empoderamento feminino e fomentar o desenvolvimento econômico da mulher é inédita no mundo.

 

INICIATIVAS  DAS MARCAS

A Unilever também fomenta o empoderamento feminino por meio das marcas Brilhante, Dove e Seda.

 

Programa Ciclo Brilhante

Com o objetivo de empoderar mulheres e incentivá-las a abrir ou aperfeiçoar o próprio negócio, a marca Brilhante lançou, em maio de 2015, o Programa Ciclo Brilhante. Respaldado no grande interesse das mulheres em ter o próprio negócio, o Programa foi dividido em três fases: módulo Escola de Você (plataforma online de cursos de empoderamento feminino); Escola Brilhante (plataforma online de cursos sobre empreendedorismo) e Hora de Brilhar (treinamento e acompanhamento de 10 empreendedoras). O programa Ciclo Brilhante já alcançou mais de 50 mil mulheres. Em 2016, a marca reafirma seu compromisso com o empoderamento feminino e visa impactar a vida de mais e mais mulheres, tanto por meio da continuidade do Programa Social Ciclo Brilhante, quanto pela veiculação de sua nova Campanha “É hora de Brilhar” que reforça a proposta da marca.

 

Dove pela autoestima

A marca Dove foi pioneira em trabalhar a autoestima feminina como posicionamento e é reconhecida por inspirar as mulheres a alcançarem todo seu potencial de beleza e bem-estar. Em 2004, a marca lançou a "Campanha pela Real Beleza", que convidava mulheres do mundo todo a se sentirem bem consigo mesmas, e desde então, Dove segue fomentando a reflexão sobre os padrões de beleza. Como parte da evolução desse posicionamento, a marca lançou a sua missão social: melhorar a autoestima de milhões adolescentes ao redor do mundo. Os projetos da missão social de Dove acontecem desde 2013 e já impactaram mais de 30 mil pessoas no Brasil. Para mais informações sobre o programa, acesse: http://selfesteem.dove.com.br/

 

SOBRE A UNILEVER

A Unilever é uma das líderes mundiais na comercialização de produtos alimentícios, de limpeza doméstica e de cuidados pessoais, com vendas em mais de 190 países, alcançando 2 bilhões de consumidores por dia que consomem as mais de 400 marcas disponíveis em seu portfólio de produtos. No mundo, a companhia tem 169 mil funcionários e gerou vendas de €53.3 bilhões no ano de 2015.

 

A companhia tem um propósito simples – tornar a sustentabilidade parte do dia a dia de todos. Por isso, em 2010, anunciou o Plano de Sustentabilidade da Unilever (USLP) no qual a empresa tem como visão gerar crescimento para o negócio, enquanto reduz o impacto ambiental e aumenta o impacto social positivo.

 

A Unilever é a primeira empresa no ranking de seu setor no Índice Dow Jones de Sustentabilidade 2015. Encabeçou a relação de Líderes Globais em Sustentabilidade Corporativa na pesquisa anual GlobeScan/SustainAbility 2015 pelo quinto ano consecutivo, e em 2015 foi eleita a empresa de bebidas e alimentos mais sustentável no Behind the Brands Scorecard, da Oxfam.

 

No Brasil há 87 anos, os produtos da Unilever são encontrados em 100% dos lares brasileiros, e, ao longo de um ano, atingem, mensalmente, 46 milhões de domicílios. São mais de oito décadas de sucesso, conquistas, convívio e relacionamento com o consumidor, antecipando desejos, atendendo necessidades e construindo marcas consagradas como Arisco, Axe, Becel, Brilhante, Cif, Close-Up, Comfort, Dove, Fofo, Hellmann’s, Kibon, Knorr, Lifebuouy, Lux, Maizena, OMO, Rexona, Seda, TRESemmé, VIM, entre outras.

 

Como reconhecimento de suas iniciativas, em 2015, a Unilever Brasil foi eleita a melhor empresa do Setor de Bens de Consumo e a melhor empresa em Governança da Sustentabilidade, pelo Guia Exame de Sustentabilidade, a melhor na categoria Responsabilidade Social e Meio Ambiente, pela Melhores da Dinheiro e a melhor na categoria Indústria, pela Época Empresa Verde entre outros prêmios recebidos no decorrer do ano. Como resultado destas iniciativas, a Unilever Brasil foi reconhecida como a empresa Mais Desejada no LinkedIn pelos brasileiros.

 

A operação brasileira tem papel fundamental no cumprimento dessa meta e seus avanços estão reportados no Relatório de Sustentabilidade 20145. Para conhecer os avanços da Unilever em todos os pilares do Plano de Sustentabilidade, acesse:

https://www.unilever.com.br/sustainable-living-2015/

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Unilever 


Veja também

Brasil está em posição estratégica

Segundo o chefe-geral da Embrapa Gado de Corte, Cleber Soares, a demanda global pela produção sustent&aacu...

Veja mais
Workshop de Refrigeração Comercial e Industrial acontece em São Paulo

    Nos dias de 8 e 9 de junho acontece o Workshop Refrigeração Comercial e Industrial...

Veja mais
Ambev investe em cooperativas de reciclagem

                    ...

Veja mais
Gestão reduz em até 30% custos das empresas

Em períodos de crise econômica, a gestão ambiental se torna um negócio economicamente sustent...

Veja mais
Mais de 3 mil técnicos de manutenção de sistemas refrigerados foram capacitados no Brasil

Cursos técnicos são parte do Programa Brasileiro de Eliminação dos HCFCs (PBH)  conduzi...

Veja mais
Fórum Internacional debate sustentabilidade da indústria de alimentos em São Paulo

Sustainable Foods Summit acontece de 29 a 30/6 na capital paulista. Evento reúne representantes da cadeia de alim...

Veja mais
Ambev realiza evento sobre cooperativas de reciclagem

A Ambev realizou, na última sexta-feira (13), o evento "Cooperativas de Reciclagem como Negócios Sociais" ...

Veja mais
São Francisco, na Califórnia, aprova lei de telhados solares

Metrópole obriga a instalação de painéis solares – para aquecimento de água ou ...

Veja mais
Iniciativa da CEAGESP ajuda supermercados a reduzir perdas de alimentos

Manuseio Mínimo preserva a qualidade das frutas e hortaliças frescas e dá segurança no consu...

Veja mais