Vendas do setor supermercadista crescem 3,39%

Leia em 2min 50s

De janeiro a agosto, o setor supermercadista registrou 3,39% de crescimento real - deflacionado pelo IPCA/IBGE, de acordo com o índice Nacional de Vendas da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), o maior resultado acumulado no período desde 2014. Em agosto, as vendas reais registraram alta de 4,25% na comparação com o mês de julho e crescimento de 7,10% em relação ao mesmo mês de 2018.

 

Para o presidente da ABRAS, João Sanzovo Neto, o resultado acumulado mostra que a economia brasileira está começando a reagir. "Em agosto, foram criados 121,4 mil vagas de empregos formais, e o acumulado chegou a 593.4 mil postos, segundo o Caged, o melhor desempenho para o período desde 2014. Além disso, outros fatores também impactaram nossos números, o crédito à pessoa física aumentou, a inflação segue estável, e os juros caindo. Parece que o Brasil voltou "a respirar", e, não apenas o nosso setor, os resultados positivos se estendem para o comércio varejista em geral, setor de serviços. A produção industrial registrou em agosto 0,8% de alta, também o melhor número para o período desde 2014. Acho que, finalmente, nossa economia está reagindo, e espero que esse processo seja contínuo."

 

Mesmo com o acumulado ultrapassando os 3% de crescimento previstos pela entidade nacional para o setor em 2019, o presidente diz que ainda é preciso cautela em relação a uma nova projeção de vendas. "Após uma recessão prolongada, indicadores econômicos positivos são sempre um motivo para se comemorar. Embora as contratações formais tenham apresentado crescimento, infelizmente, a taxa de desemprego continua elevada, uma parte da população segue endividada, e a recuperação ainda está aquém do ideal, o que faz o consumidor ponderar seus gastos. Mas as nossas expectativas são boas para o final do ano, e os próximos meses serão decisivos para o setor supermercadista."

 

 


Abrasmercado

 

O indicador Abrasmercado, que identifica as oscilações de preços dos 35 produtos mais consumidos no autosserviço, registrou queda de -1,90% em agosto, passando de R$ 483,84 para R$ 474,64. Já no acumulado dos 12 meses, a cesta teve alta de 3,51% na comparação com agosto de 2018. De acordo com a GfK, responsável pela apuração do Abrasmercado, as maiores quedas nos preços foram registradas nos itens: tomate, 31,92%, batata, -7,64%, leite em pó integral, -3,18%, e feijão, -3,12%. As altas foram identificadas nos produtos: cebola, 5,93%, farinha de mandioca, 3,84%, biscoito cream cracker, 2,03%, e detergente líquido para louça, 1,59%.

 

Regiões

 

Em agosto, todas as regiões brasileiras apresentaram queda nos preços da cesta Abrasmercado. As maiores variações negativas foram registradas na Região Nordeste, -2,90%, com o valor de R$ 420,01, impulsionado por Maceió, -4,11% e Salvador,-3,72%, e a Região Sudeste, -2,49%, resultado puxado pela Grande Rio de Janeiro, -4,48%, e Grande São Paulo, -2,38%.


*Abrasmercado não é a cesta básica, mas, sim, uma cesta composta por 35 produtos mais consumidos nos supermercados: alimentos, incluindo cerveja e refrigerante, higiene, beleza e limpeza doméstica.

 

Índice de Confiança

 

Os empresários do autosserviço estão mais otimistas, de acordo com o Índice de Confiança do Supermercadista, elaborado pela ABRAS em parceria com a GfK. Depois de uma queda, o indicador voltou a apresentar crescimento. A pesquisa registrou 55,6 pontos (numa escala de 0 a 100), na última avaliação, divulgada em junho, o índice estava em 54,9 pontos.  Dentre o principal motivo citado pelos supermercadistas está a economia, que aos poucos tem mostrado sinais de recuperação.

 

 

 

 

Clique aqui e confíra a pesquisa na íntegra.

 

 

Redação Portal ABRAS


Veja também

Presidente João Sanzovo participa de audiência em Brasília

O presidente da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), João Sanzovo Neto, participou de au...

Veja mais
CIEE promove seminário sobre agronegócio nesta quarta-feira

Na próxima quarta-feira (02/10), em São Paulo, o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) ...

Veja mais
Associação Brasileira de Supermercados apoia o Outubro Rosa

  O mês de outubro chegou, e junto começa uma das ações mais significativa na preve...

Veja mais
GIC Brasil apresenta robôs e soluções de reconhecimento de imagens para o varejo

 A GIC Brasil apresentou na quarta-feira (20) novas soluções de reconhecimento de imagens para a...

Veja mais
Começa a Super Mix 2019 em Pernambuco

    Presidente da APES, João Alves Cavalcante   Foi aberta na terça-feira (2...

Veja mais
Presidente da ABRAS participa da abertura da SuperAgos em Goiás

  O presidente da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), João Sanzovo Neto, part...

Veja mais
Apes e Aspa promovem 14ª Super Mix a partir desta terça-feira

 A 14ª edição da Super Mix, feira de negócios dos setores atacadista e supermercadista do...

Veja mais
ABRAS E APAS debatem os impactos da Reforma Tributária para o setor

Nesta quinta-feira (19), membros dos Comitês Tributários da APAS e ABRAS, receberam a Dra. Lina Santin Cook...

Veja mais
ABRAS e APAS debatem os impactos da Reforma Tributária para o setor com a PEC 45/2019

     Nesta quinta-feira (19), membros dos Comitês Tributários da APAS e ABRAS, rec...

Veja mais