Venda para supermercados rende R$ 605 mil a produtores do Amazonas

Leia em 1min 20s

Quinze produtores de nove municípios do Amazonas obtiveram R$ 605,8 mil em vendas de alimentos para três grandes redes de supermercados de Manaus. A venda é negociada pela ADS (Agência de Desenvolvimento Sustentável) e envolveu 359 toneladas de produtos regionais.

 

O açaí caroço produzido no distrito de Novo Remanso, no município de Itacoatiara, foi destaque entre os produtos mais vendidos no mês de março. Foram 125 toneladas, totalizando R$ 262,5 mil, segundo a ADS. O abacaxi colhido na Vila do Engenho, também no município, foi o segundo mais vendido com 50 toneladas totalizando R$ 65 mil. Os dois produtos foram fornecidos para a Agroindústria Manaós Polpas.

 

“O Balcão de Agronegócios é a nossa principal ferramenta de aproximação entre os produtores rurais do Amazonas e o comércio, por meio de agroindústrias, supermercados e restaurantes. Com isso a produção rural do Estado ganha as prateleiras e consegue chegar ao consumidor final com qualidade e preço justo”, disse o presidente da ADS Flávio Antony Filho.

 

Os produtos comercializados no mês de março foram: banana pacovã, jerimum, pimenta, couve, macaxeira, cupuaçu, acerola, pepino, mamão, banana, batata doce, alface, abacaxi, goiaba, açaí caroço e taperebá. Além da agroindústria, os produtos regionais, intermediados pelo programa, foram fornecidos para os supermercados Nova Era, Atacadão e DB.

 

De janeiro a março deste ano, o Balcão de Agronegócios comercializou 762.885 quilos de produtos regionais movimentando R$ 1,240 milhão.

 

Os municípios que participaram do programa nos três primeiros meses deste ano foram: Careiro da Várzea, Iranduba, Anamã, Itacoatiara (Vila do Engenho e Novo Remanso), Manacapuru, Manaquiri, Presidente Figueiredo e Manaus.

 

Fonte: Amazonas Atual

 


Veja também

Preço do tomate aumenta quase 30% no último mês na Grande Belém, aponta Dieese

O tomate comercializado na Grande Belém teve uma alta de quase 30% no mês de março, segundo pesquisa...

Veja mais
Vendas a prazo na Páscoa têm alta de 1,29%

As vendas a prazo relacionadas ao período da Páscoa avançaram 1,29% este ano, na comparaç&at...

Veja mais
Faturamento do setor de atacado e distribuição cresce 0,8% em 2018, diz Abad

O faturamento do setor de atacado e distribuição cresceu 0,8% em 2018 sobre um ano antes, indo a R$ 261,8 ...

Veja mais
Conectados e abertos às inovações, Centennials mudam a maneira como os lares consomem

Nascidos após 1997, quando a internet já era realidade e a economia caminhava para a recuperaç&atil...

Veja mais
Abrasel e Sebrae preparam acervo digital de boas práticas de gestão e operação

Imagine a possibilidade de um gestor de bar ou restaurante fazer cursos, ler conteúdos especializados e conferir ...

Veja mais
Agronegócio em MT vai gerar R$ 90 bi este ano, prevê Ministério da Agricultura

A produção agropecuária em Mato Grosso deverá movimentar R$ 90,3 bilhões, o valor &ea...

Veja mais
Por ataque de pragas e doenças, quilo do tomate fica 71% mais caro em MT, diz IBGE

De acordo com um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o preço d...

Veja mais
Preço do tomate dispara no país e pode atingir valores históricos em abril

Os preços do tomate estão em disparada. Em março, pelo segundo mês consecutivo, o custo m&eac...

Veja mais
Com bacalhau mais caro, peixe nacional se torna opção para Páscoa

Além da típica alta de preços nos dias anteriores ao feriado da Páscoa, o consumidor deve se...

Veja mais