Varejo paulistano cresce 2% em dezembro e atinge patamar pré pandemia

Leia em 1min

A movimentação no varejo paulistano em dezembro foi 1,8% maior, se comparada com o mesmo mês de 2019, o que coloca o setor no mesmo patamar registrado anteriormente à pandemia da Covid-19. É o que aponta o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), indicador elaborado pelo Instituto de Economia Gastão Vidigal (IEGV) com base nos dados da Boa Vista SA.

 

O Balanço de Vendas apontou também que dezembro foi melhor comparado com o mês anterior e sobre dezembro de 2020: 29,3% e 18,7% respectivamente.

 

“Os dados refletem a melhora das condições da economia. Isso se deu por diversos fatores positivos, como a cobertura vacinal, mais mobilidade da população e do Auxilio Brasil”, afirma o economista da ACSP, Marcel Solimeo.

 

Acumulado 2021

 

Com alta de 12%, o acumulado do ano parece indicar que o comércio voltou aos patamares anteriores à pandemia, mas com desempenhos muito diferentes entre os segmentos. O principal deles, de acordo com o economista, foi o crescimento expressivo das vendas online.

 

Com menos restrições ao funcionamento do comércio e o avanço da vacinação, o varejo aos poucos mostrava sinais de uma possível recuperação. De janeiro a março, os dados registrados pelo balanço de vendas foram negativos: -11,1%, -6,1% e -23,7%. A retomada gradual começou a partir de abril. Confira na tabela abaixo:

 

 

Fonte: Newtrade 

 

 


Veja também

Barômetros Globais sinalizam melhora no início de 2022

Após caírem na maior parte do segundo semestre de 2021, os Barômetros Econômicos Globais, indi...

Veja mais
Mercado diminui novamente previsão de crescimento da economia

O mercado financeiro diminuiu mais uma vez a previsão para o crescimento da economia brasileira neste ano. As pro...

Veja mais
Valor da cesta básica aumenta em todas as capitais em 2021

O valor da cesta básica aumentou em 2021 nas 17 capitais onde o Departamento Intersindical de Estatística ...

Veja mais
Brasil deve levar dois anos ou mais para retomar economia aos níveis pré-pandêmicos

 Estudo da Kantar aponta que inflação é o principal impedimento para a volta do consumo na Am&...

Veja mais
FGV: indicador de emprego tem segunda queda consecutiva

O Indicador Antecedente de Emprego (Iaemp), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), teve queda de 1,2 p...

Veja mais
IGP-DI fecha 2021 com inflação acumulada de 17,74%

O Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) fechou 2021 com inflação acumula...

Veja mais
Indústria brasileira recua 0,2% de outubro para novembro

A produção industrial do país caiu 0,2% de outubro para novembro deste ano. Foi a sexta queda conse...

Veja mais
Intenção do Consumo fecha 2021 abaixo do nível de satisfação

O indicador de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) fechou o ano de 2021 em 71,6 pontos, uma qued...

Veja mais
Preços da indústria sobem 1,31% em novembro, diz IBGE

O Índice de Preços ao Produtor (IPP), que mede a variação do custo dos produtos na saí...

Veja mais