Preço da cesta básica de alimentos sobe em nove cidades

Leia em 1min 10s

Pesquisa foi feita pelo Dieese em 17 capitais

 

O custo médio da cesta básica de alimentos aumentou em nove cidades brasileiras, de acordo com a pesquisa de novembro do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). As maiores altas foram registradas em cidades do Norte e do Nordeste, como Recife (8,13%), Salvador (3,76%), João Pessoa (3,62%), Natal (3,25%), Fortaleza (2,91%), Belém (2,27%) e Aracaju (1,96%). O estudo levou em consideração os preços em 17 capitais.

 

A elevação também foi percebida em Florianópolis (1,40%) e Goiânia (1,33%). As reduções mais importantes ocorreram em Brasília (-1,88%), Campo Grande (-1,26%) e no Rio de Janeiro (-1,22%).

 

Cestas mais caras


Segundo a pesquisa, a cesta mais cara foi a de Florianópolis (R$ 710,53), seguida por São Paulo (R$ 692,27), Porto Alegre (R$ 685,32), Vitória (R$ 668,17) e Rio de Janeiro (R$ 665,60). Apesar da alta em novembro, as capitais do Norte e Nordeste obtiveram valores menores: Aracaju (R$ 473,26), Salvador (R$ 505,94) e João Pessoa (R$ 508,91).

 

Em relação a novembro de 2020, a cesta básica subiu em todas as capitais, com maiores percentuais anotados em Curitiba (16,75%), Florianópolis (15,16%), Natal (14,41%), Recife (13,34%) e Belém (13,18%). No acumulado de janeiro a novembro deste ano, todas as capitais também registraram alta.

 

Salário mínimo


O Dieese estima que o salário mínimo necessário para manter uma família no país deveria ser R$ 5.969,17, o que corresponde a 5,42 vezes o piso nacional vigente: R$ 1.100,00. Em outubro, o valor deveria ter sido de R$ 5.886,50.

 

Fonte: Agência Brasil 

 


Veja também

Comissão do Senado aprova PL para estabilizar preço dos combustíveis

Projeto de lei visa amortecer impacto de aumentos do petróleo no país A Comissão de Assuntos E...

Veja mais
Cepal: comércio da América Latina e do Caribe terá aumento em 2021

Previsão é crescimento de 25% nas exportações regionais de bens De acordo com relat&oac...

Veja mais
Empregadores têm até hoje para quitar parcelas suspensas do FGTS

Medida foi adotada para ajudar empresas afetadas pela pandemia Os empregadores que aderiram à suspensã...

Veja mais
IGP-DI tem queda de 0,58% em novembro

Índice tem inflação de 16,28% no anoO Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna ...

Veja mais
Indústria fecha 2021 sem novidades, aponta GS1

Em relação ao primeiro ano da pandemia, a produção de novos portfólios permanece no m...

Veja mais
RJ: compra de produtos piratas envolve 2,9 milhões de pessoas em 1 ano

Pesquisa da Fecomércio revela que maioria sabe que pirataria é crime Pesquisa divulgada nesta segunda...

Veja mais
BC: saques em poupança superam depósitos em R$ 12,37 bilhões

Em novembro de 2020, houve mais depósitos do que saques As retiradas da caderneta de poupança superar...

Veja mais
Banco do Brasil faz mutirão de renegociação de dívidas

Clientes terão até o dia 17 de dezembro para procurar o banco O Banco do Brasil (BB) começa ne...

Veja mais
Produção de veículos tem alta de 15,1% no país

Balanço divulgado hoje (6), em São Paulo, revela que a produção de veículos no Brasil...

Veja mais