(299)
Jurídico
Apresentação
Membros do Comitê
» Notícias Jurídicas
 
Você está em:

Comitês

Gigante dos vales-refeição se recusa a participar de disputas sem taxas 03/04/2013 às 11h

Um dos maiores grupos do setor de vales-refeição e alimentação do país, a Alelo, empresa do Banco do Brasil em parceria com o Bradesco, não vai mais participar de disputas de contratos que demandem que as concorrentes deixem de cobrar taxas de administração e ainda ofereçam descontos.


Segundo Ronaldo Varela, diretor-executivo Comercial, Marketing, Novos Negócios e Produtos da Alelo, a companhia acredita que, assim, estará liderando o fim dessa prática, considerada por ele "uma distorção de mercado".


Conforme revelou a Folha, em vez de cobrar taxa de administração nos contratos com prefeituras, governos e estatais, as empresas do setor intensificaram, sobretudo a partir do ano passado, as ofertas de descontos, para vencer as concorrências.


O problema é que as administradoras de tíquetes acabam compensando o que não cobram nas operações com o poder público com taxas mais salgadas no varejo, em especial pequenos e médios estabelecimentos que recebem os vales como meio de pagamento.


O resultado é que o consumidor paga a conta, já que, de acordo com os próprios supermercadistas, esse custo tem sido repassado para os preços dos alimentos, o vilão da inflação nos últimos meses. (SHEILA D'AMORIM)

 


Fonte: Folha de São Paulo (03.04.13)




Clipping Portal ABRAS


 

Últimas

» Ministro nega recurso em ação sobre correção de dívidas trabalhistas 03 de Julho 2020, às 14h
» Senado aprova MP que prorroga prazo para assembleias de sócios 03 de Julho 2020, às 14h
» Promulgada emenda que adia eleições municipais para novembro 03 de Julho 2020, às 14h
» Covid-19: sancionada lei que torna obrigatório uso de máscaras 03 de Julho 2020, às 14h
» Alerta sobre o aviso nº 43 do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro 03 de Julho 2020, às 14h
» Decreto atualiza o Regulamento da Previdência Social às regras da Nova Previdência 03 de Julho 2020, às 14h
» A equivocada discussão sobre o voto de qualidade no Carf 02 de Julho 2020, às 14h
» Transação extraordinária e transação por adesão são prorrogadas 02 de Julho 2020, às 14h
» Receita Federal prorroga até 31 de julho suspensão das ações de cobrança e mantém atendimento presencial para os serviços essenciais 02 de Julho 2020, às 14h
» Aumentar preços injustificadamente durante pandemia poderá ser crime contra economia popular 02 de Julho 2020, às 14h

Ver mais »