(299)
Jurídico
Apresentação
Membros do Comitê
» Notícias Jurídicas
 
Você está em:

Comitês

Lei do DF que exige doação de alimentos próximos ao vencimento é inconstitucional, afirma PGR 06/11/2018 às 14h

Em parecer apresentado ao STF, Raquel Dodge sustenta que apenas a União pode legislar sobre regras que tratam de Direito Civil

 

Para a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, é inconstitucional a Lei 5.694/2016, do Distrito Federal, que determina aos supermercados a destinação de produtos com datas próximas ao vencimento a instituições beneficentes. A manifestação da PGR foi apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF) em parecer na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5.838, pedindo a suspensão da vigência da norma. Entre outros fundamentos, Dodge sustenta que a jurisprudência do STF é pacífica quanto à inconstitucionalidade de leis estaduais e distritais que estipulam regras sobre Direito Civil. Ou seja, apenas a União deve legislar sobre o tema.

 

No parecer, a PGR destaca que a lei distrital não define objetivamente quais são os alimentos alcançados pelas suas disposições, restringindo-se à expressão “alimentos cuja data de validade esteja perto do vencimento”. Tampouco detalha o que são “sobras alimentícias”. Sendo assim, para Raquel Dodge, a incerteza quanto ao alcance da lei permite interpretação ampla e dificulta o seu cumprimento pelos estabelecimentos comerciais, o que se agrava no caso de alimentos com prazo de validade breve.

 

A ADI foi proposta pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em dezembro do ano passado. Tão logo chegou ao STF, o relator da matéria, ministro Gilmar Mendes, concedeu liminar para suspender a vigência da lei. Com a apresentação do parecer da PGR, a decisão monocrática está pronta para ser submetida ao referendo do Plenário. A Advocacia-Geral da União (AGU) também reconheceu a inconstitucionalidade formal e material da norma e observou que a lei distrital impõe restrição ao direito de propriedade desacompanhada de qualquer espécie de compensação.

 

A Lei 5.694/2016, do Distrito Federal, atribui aos supermercados e hipermercados o dever de prevenir e evitar o desperdício de alimentos com data de validade próxima do vencimento. Determina que os estoques dessas mercadorias devem ser destinados a instituições de caridade ou dedicadas ao bem-estar social. No que se refere às sobras alimentícias, determina o encaminhamento à produção de ração animal ou compostagem agrícola. Prevê ainda multa de R$ 10 mil pelo descumprimento das obrigações impostas.

 

Há, no Congresso Nacional, normas que debatem a destinação de produtos com data de validade próxima ao vencimento, como prevê a lei impugnada. Um dos gargalos de aprovação de lei federal com esses termos é o risco jurídico imposto aos doadores de alimentos, em caso de intoxicação causada pelos produtos doados. De acordo com os códigos Penal e Civil, é passível a responsabilização dos doadores em caso de dano decorrente do consumo do alimento doado.

 

Íntegra do parecer na ADI 5.838

 

Secretaria de Comunicação Social

 

Procuradoria-Geral da República

 

(61) 3105-6406 / 6415

 

pgr-imprensa@mpf.mp.br

 

facebook.com/MPFederal

 

twitter.com/mpf_pgr

 

Fonte: Ministério Público Federal – 05/11/2018.




Clipping Portal ABRAS


Últimas

» Prazo para entregar declaração do Imposto de Renda começa hoje 01 de Março 2021, às 12h
» CONTRIBUINTE NÃO PODE MUDAR DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA SIMPLIFICADA PARA COMPLETA APÓS PRAZO DE ENTREGA 01 de Março 2021, às 12h
» PGFN reabre prazos para ingresso no Programa de Retomada Fiscal 01 de Março 2021, às 12h
» Portaria disciplina negociação de débitos inscritos em dívida ativa 01 de Março 2021, às 12h
» TST suspende atividades presenciais após decretação de lockdown no DF 01 de Março 2021, às 12h
» COVID-19: TJDFT suspende atendimento e audiências presenciais diante do "lockdown" 01 de Março 2021, às 12h
» STJ mantém em vigor resoluções referentes ao funcionamento do tribunal durante a pandemia 01 de Março 2021, às 12h
» 33 vetos presidenciais aguardam votação no Congresso Nacional 01 de Março 2021, às 12h
» Governo adia novamente prazo de adoção da nova carteira de identidade 01 de Março 2021, às 12h
» Governador do DF anuncia lockdown a partir de 1º de março 26 de Fevereiro 2021, às 14h

Ver mais »