(299)
Jurídico
Apresentação
Membros do Comitê
» Notícias Jurídicas
 
Você está em:

Comitês

ABRAS: vendas do setor acumularam alta de 1,25% em 2017 29/01/2018 às 11h

  

Coletiva de imprensa na sede da ABRAS, em SP

 

 vendas do setor supermercadista em valores reais registraram alta de 1,25% em 2017, na comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com o Índice Nacional de Vendas ABRAS, elaborado pelo Departamento de Economia e Pesquisa, divulgado hoje (29), em coletiva de imprensa, em São Paulo.

 

Em dezembro, as vendas – deflacionadas pelo IPCA/IBGE – apresentaram alta de 20,42% na comparação com novembro e alta de 2,55% em relação ao mesmo mês do ano de 2016. 

 Em valores nominais, as vendas do setor apresentaram alta de 20,95% em relação ao mês anterior e, quando comparadas a dezembro do ano anterior, alta de 5,58%. No acumulado do ano, as vendas cresceram 4,75%.

 

Em 2017, o setor conseguiu resultado positivo e ficou dentro das expectativas iniciais lançadas pela ABRAS, que em sua primeira projeção, em janeiro do ano passado, esperava um resultado de 1,30% no acumulado do ano, e que foi revisada para 1,50% em julho, e em outubro foi novamente revisada para 1,30%.

 

“Ainda que a inflação de alimentos tenha sofrido deflação de -1,87% no ano, e o IPCA cheio; utilizado pela ABRAS para deflacionar o índice, teve alta de 2,95%, é certo que as vendas do setor conseguiram atingir um resultado acima de outros segmentos da economia brasileira em 2017, o PIB deverá fechar o ano com crescimento 1,00%”, afirma o presidente da ABRAS, João Sanzovo Neto.

 “Em 2018, nós esperamos um ano um pouco melhor que 2017 para a economia brasileira, com o PIB crescendo por volta de 2,75%, e a expectativa é de que as vendas do setor continuem positivas, com crescimento real na ordem de 3,00%”, destaca Sanzovo.

 



Abrasmercado 

No mês de dezembro, a cesta de produtos *Abrasmercado, pesquisada pela GfK e analisada pelo Departamento de Economia e Pesquisa da ABRAS, registrou alta de 1,01%, passando de R$ 444,54 para  R$ 449,02. Já no acumulado do ano, de janeiro a dezembro, a cesta apresentou queda de -7,05%.

 


As maiores quedas de preço no mês de dezembro foram registradas em produtos como: cebola, pernil, queijo mussarela e feijão. Já as maiores altas foram nos itens: farinha de mandioca, massa sêmola espaguete, tomate e carne traseiro.  Confira a tabela abaixo:

 

 


Regiões

Em dezembro, a Região Sul apresentou a maior alta nos preços (1,98%), chegando a R$ 505,45. A maior queda no valor da cesta foi registrada na Região Centro-Oeste (-0,80%), que custou em dezembro R$ 399,48. Veja a evolução da cesta Abrasmercado:

 

 

 

*Abrasmercado não é a cesta básica, mas, sim, uma cesta composta por 35 produtos mais consumidos nos supermercados: alimentos, incluindo cerveja e refrigerante, higiene, beleza e limpeza doméstica.

 

 

Clique aqui e confira apresentação na íntegra

 

 

Redação Portal ABRAS

 

 

 




Clipping Portal ABRAS


Últimas

» Receita Federal atualiza normas referentes ao CNPJ 24 de Novembro 2020, às 16h
» Darf para pagamento de parcelamentos será emitido exclusivamente pela Internet 24 de Novembro 2020, às 16h
» Proposta prevê renegociação de dívidas tributárias para minimizar impacto da pandemia 24 de Novembro 2020, às 16h
» Justiça do Trabalho fará mobilização nacional para encerrar processos trabalhistas 24 de Novembro 2020, às 16h
» Pagamento em dobro de valor cobrado indevidamente pode ser pedido em embargos monitórios 24 de Novembro 2020, às 16h
» Prazos suspensos no TRT/RJ nos dias 23 e 24/11 24 de Novembro 2020, às 16h
» TRT 4ª Região – Bandeira Vermelha: Justiça do Trabalho terá atividades presenciais suspensas em 31 cidades a partir desta terça-feira 24 de Novembro 2020, às 16h
» BC modifica regulamento que disciplina funcionamento do Pix 23 de Novembro 2020, às 16h
» Receita anuncia regras para declaração do IRRF de 2020 23 de Novembro 2020, às 16h
» Empresa não é obrigada a cumprir oferta quando erro no preço for de fácil constatação 23 de Novembro 2020, às 16h

Ver mais »