O plástico pode nunca mais se tornar resíduo

Leia em 2min 40s

É possível e já é real através de uma inovadora plataforma de sustentabilidade


PUBLIEDITORIAL - Seguro, resistente, duradouro, utiliza menos energia e água para ser produzido, é claro, transparente, evita diversas possibilidades de contaminação. Estamos falando do plástico! Seus benefícios estão não apenas em seu dia a dia - e basta olhar ao seu redor - , mas trazendo soluções para toda a existência da humanidade, envolvendo alimentação, saúde, transporte, comunicação e muito, muito mais!


Não vivemos sem ele. Isso é real! Tão real quanto o fato de que o manejo da reciclagem já movimenta uma economia circular, pesquisas já garantem formas de produção que preservam os recursos do planeta e, agora, tudo isso vai ainda mais além, e faz do plástico, um elemento que pode nunca mais se tornar resíduo. 
Os estudos, a criação e o desenvolvimento de soluções inovadoras vêm apresentados pela VALFIM, pertencente ao VALGROUP, o 5º maior transformador de plástico do mundo, que carrega em seu DNA a premissa de investir em pesquisas e desenvolvimento de soluções cada vez mais sustentáveis.


Agora, a empresa apresenta sua exclusiva Plataforma de Sustentabilidade e Inovação, que tem por objetivo criar soluções para que o plástico nunca se torne resíduo. A plataforma é uma resposta à constante busca da VALFILM e do VALGROUP por soluções plásticas sustentáveis. Além disso, é uma forma de responder aos consumidores que estão cada dia mais conscientes sobre seu papel protetor em relação à natureza, além de grandes corporações que vêm direcionando seus olhares para o meio ambiente, selando compromissos e realizando investimentos para a criação, não apenas de produtos, mas de um futuro mais sustentável.


Com base em longas pesquisas na produção de plásticos, com foco em sustentabilidade e economia circular, a VALFILM, desenvolveu tecnologias inéditas e selos de certificação exclusivos: V-Green, Re-V Cycle e Bio-V. Estamos falando de plástico produzido a partir de fontes renováveis (plantas) e material reciclado (que ajuda não só a natureza, mas a sociedade); além do mais revolucionário os aditivos, o BIO-V, com tecnologia inédita de biodegradabilidade acelerada, que faz com que um saco plástico, por exemplo, se decomponha em até 5 anos, sem deixar microplásticos no meio ambiente.


A evolução é tanta que, se comparado ao plástico convencional, apresenta inúmeras vantagens. A princípio, porque é totalmente biodegradável e leva só até 5 anos para se decompor completamente em ambientes anaeróbicos, segundo o teste ASTM D 5511. É biodegradável de verdade e com pegada zero de carbono. Um plástico 100% reciclável,
acessível e com as mesmas características, força e resistência do plástico convencional.


A VALFILM, através de sua marca BAGLIXO apresenta ao mercado um produto com seus 3 selos de sustentabilidade. Trata-se do NATUREBAG. O lançamento é um saco para lixo ecológico do começo ao fim, desde a produção, até a decomposição. NATUREBAG é financeiramente acessível ao consumidor, forte e resistente como toda a linha BAGLIXO sempre se apresentou.

 

Em breve, este produto estará nas prateleiras dos supermercados de todo o país. É a evolução em forma de sacos para lixo, um produto ecológico do começo ao fim. Com isso, estamos realizando e evoluindo, a cada dia mais, nossa premissa de o plástico não se tornar mais resíduo. Este é só começo de uma verdadeira evolução na fabricação de plásticos com tecnologia para proteger o meio ambiente. É VALFILM, é VALGROUP!


Quer saber mais? Vá a fundo no entendimento do funcionamento dos 3 selos da Plataforma de Inovação Sustentável da VALFILM.

Acesse www.valfilm.com.br ou clique aqui saiba mais!

 


Veja também

Pão de Açúcar comercializa hortaliças de projeto social

O Pão de Açúcar passou a comercializar os legumes e verduras orgânicas produzidas pela Horta ...

Veja mais
Dádiva adere ao movimento Black is Beautiful e lança cerveja contra o racismo

Em campanha contra o racismo, a Dádiva anunciou a produção de uma cerveja colaborativa com o Emp&oa...

Veja mais
MMA abre consulta pública sobre plano para resíduos sólidos

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, assinou na sexta-feira (31) portaria que institui a consulta pública...

Veja mais
BNDES terá mais recursos para recuperação de resíduos sólidos

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) receberá R$ 350 milhões do Programa F...

Veja mais
Reciclagem aumenta 35% em São Paulo

A coleta seletiva na cidade de São Paulo aumentou 35% em junho na comparação com o mesmo perí...

Veja mais
Reciclagem de embalagens de peixes ajuda a alimentar pets

Um dos maiores problemas ambientais gerados pela sociedade contemporânea é o alto volume de resíduos...

Veja mais
Ambev recebe prêmio da ONU por solidariedade durante a pandemia

A cervejaria Ambev recebeu nesta quinta-feira um prêmio da Organização das Nações Unid...

Veja mais
Instituto Malwee lança campanha de ajuda a famílias em situação de insegurança alimentar

O Instituto Malwee lança, nesta sexta-feira (17), a campanha de financiamento coletivo "Comida na mesa é A...

Veja mais
MMA publica estudo de caso que aborda mudança do HCFC-22 para CO2 no Angeloni

O relatório técnico do Terceiro Projeto Demonstrativo de Melhor Contenção de HCFC-22 em Supe...

Veja mais