Condor reinaugura loja histórica da rede

Leia em 2min 10s

 

Com 41 anos de operação, unidade foi modernizada com aporte de R$ 2.5 milhões

 

 

 

Para tornar a experiência de compra dos consumidores ainda mais agradável, o Condor Santa Felicidade, em Curitiba (PR) recebeu um investimento de R$ 2,5 milhões em uma revitalização completa, que modernizou todos os setores e tornou a loja mais sustentável.

 

As mudanças priorizaram o conforto do ambiente, com uma disposição inteligente dos setores, gôndolas que facilitam o acesso aos produtos e uma comunicação visual com cores harmônicas e instalação inteligente, que orienta o consumidor de maneira intuitiva para que ele encontre o setor desejado logo ao entrar no estabelecimento.

 

Além de focar na beleza e no conforto, o mix de alimentos e a linha de perecíveis foram ampliados para atender às necessidades de consumo dos clientes.

 

Já na fachada, foi mantida a arquitetura existente que homenageia a tradição italiana de Santa Felicidade, com peças que remetem à cultura e à arte do país.

 

Segundo o presidente do Condor, Pedro Joanir Zonta, a loja de Santa Felicidade foi inaugurada em 1980 e, desde então, passou por três reformas, mas esta última a coloca em outro patamar de qualidade. “Esta foi a nossa terceira loja e, após esses 41 anos de funcionamento, ela precisava ser remodelada para os padrões das novas unidades do Condor, por isso, investimos na sua modernização e revitalização”.

 

O setor de bebidas ganhou o Espaço Monte seu Bar, que agrega em um mesmo local o mix de cervejas, destilados, ingredientes para drinques e uma adega completa, com rótulos nacionais e importados e produtos de importação exclusiva do Condor. A comunicação visual deste setor ganhou informativos com conteúdo sobre as bebidas, história e ingredientes, que facilitam a busca por rótulos de acordo com cada estilo, perfil e gosto.

 

Para facilitar a compra das pessoas com restrições alimentares ou com hábitos mais saudáveis, a loja também ganhou o Setor Mundo Saudável, com produtos voltados para uma alimentação mais equilibrada e uma comunicação que separa os alimentos de acordo com cada restrição.

 

Já pensando na sustentabilidade do empreendimento, a rede incorporou o CO2 no setor de congelados, que por ser um gás refrigerante 100% natural não agride a natureza e não provoca o efeito estufa. No setor de refrigerados, passa a ser utilizado o Glicool, inofensivo à camada de ozônio e responsável pela redução de até 90% da emissão dos gases poluentes. Além de sustentáveis, os equipamentos possuem design moderno e mantém os produtos na temperatura ideal, o que aumenta a segurança alimentar e reduz o desperdício de alimentos.

 

Fonte: Redação SuperHiper

 


Veja também

Veran implementa primeiro delivery zero carbono da América Latina

 O projeto entra em atividade no momento em que a rede registrou crescimento de 300% da operação do d...

Veja mais
Tirol registra salto expressivo em categorias de alto giro

 Desempenho positivo é atribuído ao aumento da demanda e da capacidade produtiva da companhia &n...

Veja mais
PIB cresce 1,4% em fevereiro, segundo cálculo da FGV

 PIB do primeiro bimestre de 2021 foi de R$ 1,367 trilhão. Resulta sinaliza continuidade na recuperaç...

Veja mais
Savegnago lança novo conceito de loja a anuncia plano de expansão

 Novas reformas e inaugurações estão no planejamento da companhia, incluindo a entrada em uma ...

Veja mais
Grupo Eataly busca novo sócio no Brasil

 Após aporte dos atuais acionistas na pandemia, companhia quer avançar com novas unidades no pa&iacut...

Veja mais
Intenção de consumo das famílias volta a cair em abril

Indicador tem o menor nível desde novembro de 2020 e, de acordo com a CNC, resultado também reflete pior m...

Veja mais
Brasil se mantém no topo da reciclagem de latas de alumínio

No ano passado, índice de reciclagem de latas para bebidas alcançou 97,4% Apesar das dificuldades enf...

Veja mais
Setor supermercadista distribuirá cartões de compra de alimentos

 Objetivo é auxiliar famílias vulneráveis. Cartões no valor de R$ 100 poderão se...

Veja mais
Vendas do Carrefour Brasil somam R$ 18 bilhões no 1º trimestre, alta de 15%

 Companhia afirma que houve forte crescimento de vendas em meio a um cenário desafiador e destaca fatores co...

Veja mais