Nestlé resiste à pandemia e eleva projeção de crescimento de vendas

Leia em 1min 30s

A Nestlé melhorou sua projeção para o crescimento das vendas orgânicas em 2020 para cerca de 3%, após superar as expectativas do terceiro trimestre nesta quarta-feira, com elevação de 4,9% impulsionada pela forte demanda por ração para animais de estimação, café e produtos de saúde.

O maior grupo de alimentos do mundo resistiu à pandemia de Covid-19 melhor do que alguns concorrentes, já que seu foco em categorias de alto crescimento ajudou a compensar a queda nas vendas de alimentos para restaurantes e cafeterias.
Em contraste, a francesa Danone anunciou uma extensa reestruturação nesta semana que pode levar a alienações depois que suas vendas caíram 2,5% no terceiro trimestre.

A demanda por alimentos e bebidas consumidos por clientes em suas casas permaneceu forte durante o período de isolamento, enquanto as vendas de produtos consumidos fora de casa - cerca de 15% das vendas da Nestlé - caíram 26,4% no terceiro trimestre, disse a empresa em comunicado.

Para os primeiros nove meses do ano, as vendas orgânicas da Nestlé cresceram 3,5%, batendo os 2,8% esperados por analistas, segundo consenso fornecido pela empresa.

A Nestlé esperava crescimento orgânico de 2% a 3% para este ano e alguns analistas disseram que a melhora das previsões era cautelosa, já que o crescimento de 2% no último trimestre seria suficiente para alcançá-lo. A Nestlé confirmou que deseja melhorar sua margem.

As vendas nas Américas registraram a taxa de crescimento mais forte no período de nove meses, enquanto a Ásia teve desempenho ligeiramente positivo.
O mercado chinês, onde negócios como a marca de leite de amendoim Yinlu e a unidade de nutrição infantil têm enfrentado dificuldades, voltou a apresentar um crescimento positivo no terceiro trimestre, disse a empresa.

As vendas do grupo em francos suíços caíram 9,4% para 61,9 bilhões de francos suíços (68,33 bilhões de dólares), afetadas pela força da moeda e por desinvestimentos.


Fonte: Reuters 


Veja também

Consumo de produtos lácteos, como o leite, cresce na pandemia

A pandemia não freou o consumo de produtos lácteos, ao contrário. Segundo um levantamento feito pel...

Veja mais
Nestlé lança primeiro Nestum biológico

A gama Nestum estreou no mercado o primeiro produto biológico. Composto por ingredientes biológicos, o nov...

Veja mais
Nestlé lança o primeiro Nescau Orgânico

O novo Nescau Orgânico chega para atender o público que busca por produtos com conceito de naturalidade e s...

Veja mais
Frimesa dá lança promoção "Um ano de mercado grátis"

  Neste momento de crise econômica ocasionada pela pandemia, a Frimesa oferece uma oportunidade aos bras...

Veja mais
Nestlé anuncia ampliar em 40% investimento no Brasil

A Nestlé, empresa transacional suíça do setor de alimentos e bebidas, prevê aumentar o invest...

Veja mais
PepsiCo firma parceria com PicPay para ajudar varejistas na pandemia

Para facilitar a compra de comerciantes, principalmente os pequenos e médios, mais impactados pela pandemia da CO...

Veja mais
Camil lança manifesto 'Comida de casa é Camil'

A comida feita em casa sempre teve a capacidade de resgatar memórias afetivas e nos últimos anos ganhou de...

Veja mais
Nutty Bavarian expande operação para supermercados, farmácias e lojas de conveniência

Os produtos da Nutty Bavarian agora estão à venda em cerca de 120 lojas do varejo, como Sam’s Club, ...

Veja mais
Bimbo Brasil desenvolve ações para cuidar da saúde emocional de seus colaboradores

Para cuidar da saúde mental e diminuir os impactos da nova rotina, propiciando um ambiente no qual o colaborador ...

Veja mais