DECISÃO: O falecimento do devedor antes da citação impede o prosseguimento da execução em nome dele

Leia em 1min 10s

O redirecionamento da execução fiscal contra o espólio somente pode ser levado a efeito quando o falecimento do contribuinte ocorrer após sua citação. Com esse fundamento, a 7ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) negou provimento à apelação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) contra a sentença que extinguiu o processo sem resolução do mérito, diante da impossibilidade de o espólio do executado figurar no polo passivo da demanda, em face da ausência de citação válida

 

O apelante sustenta que o executado primitivo faleceu após a demanda ter sido ajuizada, embora antes da citação, e que seria possível o prosseguimento da demanda com a substituição do de cujus pelo respectivo espólio.

 

O desembargador federal Hercules Fajoses, relator da apelação, destacou que a jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do TRF1 firmou-se no sentido de que o falecimento do devedor antes da citação, impede a regularização do polo passivo.

 

No caso, afirmou o magistrado, o devedor faleceu em 06/08/2016, conforme documento da previdência social juntado aos autos antes da expedição da carta citatória, em 28/11/2016, o que leva à aplicação, ao caso, do enunciado da Súmula 392/STJ a qual estabelece que a Fazenda Pública pode substituir a certidão de dívida ativa (CDA) até a prolação da sentença de embargos, quando se tratar de correção de erro material ou formal, vedada a modificação do sujeito passivo da execução.

 

A decisão foi unânime.

 

Processo 0002256-11.2016.4.01.3905

 

Data do julgamento: 03/08/2021

 

JR

 

Assessoria de Comunicação Social

 

Fonte: Tribunal Regional Federal da 1ª Região – 03/09/2021


Veja também

Judiciário altera reajuste e reduz aluguel de lojistas prejudicados pela epidemia

A epidemia de Covid-19 fez com que shopping centers permaneceram fechados durante longo período de tempo e r...

Veja mais
Bolsonaro aciona STF por omissão do legislativo para regulamentar cobrança de ICMS-combustível

O presidente da República alega que a falta de lei complementar gera assimetria na cobrança do tributo pel...

Veja mais
TST define teses jurídicas sobre honorários advocatícios

 A decisão foi proferida no julgamento de incidente de recurso repetitivo. O Pleno do Tribunal Superior...

Veja mais
Startups podem se cadastrar em programa de benefícios do Serpro

Iniciativa oferece acesso a ferramentas de programação do governo Startups de todo o país...

Veja mais
Decreto que altera estrutura do Ministério da Justiça e Segurança Pública dará maior foco ao combate à corrupção e ao crime organizado

 Mudanças fortalecem os pilares de ação da segurança pública no país ...

Veja mais
Rio: exigência de comprovante de vacina reduz atrasos na 2ª dose

Certificação da dose contra a covid-19 será exigida a partir do dia 15 Após a prefeitur...

Veja mais
Empregador tem até hoje para pagar parcela de FGTS suspenso

Medida ajudou empresas durante segunda onda da pandemia Cerca de 100 mil empregadores que aderiram &agrav...

Veja mais
BC estabelece procedimentos para cobrança de tarifa do Pix Saque e Pix Troco

INSTRUÇÃO NORMATIVA BCB Nº 151, DE 3 DE SETEMBRO DE 2021 Estabelece os procedimentos operacionai...

Veja mais
Empregada que recusa vacina não tem direito a rescisão indireta, diz TRT-15

Há preponderância do interesse coletivo e da saúde pública sobre o interesse individual, base...

Veja mais