Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Redes de Supermercados

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Redes de Supermercados

11/09/2019 11:03 - Deputados derrubam veto e obrigam mercados a limpar carrinhos de compra

A Assembleia Legislativa do Paraná derrubou o veto do governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) e aprovou lei que obriga estabelecimentos comerciais com mais de três caixas registradoras a higienizar carrinhos, cestos e outros itens de uso compartilhado pelos consumidores para compras.

 

A proposição, de autoria do deputado Requião Filho (MDB), deve aumentar as despesas dos estabelecimentos, segundo o governo e representante dos supermercados. Custo que será repassado aos consumidores.

 

Segundo o texto legislativo, o objetivo é garantir a saúde do consumidor, obrigando os estabelecimentos a adotarem boas práticas de higiene. A higienização obedecerá a uma norma a ser publicada. O descumprimento da lei irá gerar multa que vai de perto de R$ 500 a quase R$ 31 mil. O prazo para a adequação é de 180 dias a partir da publicação da lei (que deve ocorrer nos próximos dias).

 

Na justificativa de seu veto, o governador Ratinho Junior apontou que o projeto irá gerar custos para o consumidor, pois “impõe ao fornecedor que arque com custos além dos previamente estipulados, inclusive custos de natureza trabalhista, os quais certamente irão onerar indiretamente os consumidores”.

 

O governador ainda destacou que a aprovação abre precedentes para que outros projetos similares sejam estendidos a “outros estabelecimentos em que haja grande circulação de pessoas, como instituições bancárias, transportes coletivos, banheiros públicos, entre outros”.

 

Custos aos consumidores

 

De acordo com a Associação Paranaense de Supermercados (Apras), os estabelecimentos terão duas opções para se adequar à norma: a contratação de empresas ou colaboradores terceirizados ou a atribuição do serviço à equipe já existente. "Algumas empresas incorporarão essas atividades às que os funcionários já executam, apenas com alguma adaptação às rotinas, outras não. É caso a caso. O que não pode acontecer é o supermercado deixar de cumprir qualquer legislação obrigatória", disse Valmor Rovaris, superintendente da Apras, em entrevista à Gazeta do Povo em julho.

 

Ele apontou que o preço do serviço de terceirizado de higienização deve variar entre R$ 5 e R$ 10 por unidade. "Eu acho mais fácil contratar quem faça. Considerando, por exemplo, o maior hipermercado em Curitiba, que fatura de R$ 200 milhões a R$ 300 milhões por ano e tem cerca de 700 carrinhos, a despesa mensal deverá ser de R$ 14 mil para as duas limpezas/mês", afirmou.

 

Valmor Rovaris estimou que o gasto extra será repassado aos consumidores e que a expectativa inicial é de que a diferença seja diluída nos produtos praticamente sem impacto real. "Não tem mágica, alguém sempre paga a conta. É claro que [o valor] será embutido no custo de prateleira, mas esse acréscimo deve girar entre 0,001% e 0,005%".

 

Fonte: Gazeta do Povo

 

 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

17/01/2020 13:17 - Hirota vai lançar locker refrigerado corporativo
16/01/2020 15:40 - Vendas do GPA saltam 24% no 4° tri com impulso da Assaí
16/01/2020 15:19 - Extra realiza campanha nas lojas e site
16/01/2020 12:37 - Cade concede aval para Carrefour fazer parceria com rede Super Nosso
15/01/2020 15:32 - Novos padrões da marca Sabor & Qualidade
15/01/2020 15:30 - GPA projeta aberturas da bandeira Pão de Açúcar e investe na expansão do atacarejo Assaí
14/01/2020 15:54 - Grupo Muffato anuncia 210 vagas de emprego em Votuporanga
13/01/2020 15:23 - Grupo Coutinho adquire duas novas lojas em Serra (ES)
13/01/2020 15:13 - Grupo Bahamas vai abrir novas lojas e centro de distribuição em MG
13/01/2020 13:11 - Casino vende Leader Price por 750 milhões de euros, diz agência

Veja mais >>>