Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Economia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Economia

30/01/2020 11:50 - Carnes: Banco Central espera menor impacto de preços na inflação em 2020

O presidente da entidade, Roberto Campos, reconheceu que em 2019 o impacto monetário sobre o preço da proteína foi maior do que esperado

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, voltou a dizer nesta terça-feira, 28, que a autoridade monetária reconhece ter tido, em 2019, um impacto da alta dos preços da carne na inflação maior do que o esperado, o qual será dissipado rapidamente, gerando menos efeito em 2020.

“Choque da proteína na inflação foi antecipado mas achamos que também vai se dissipar mais rapidamente. Tivemos mais efeito em 2019 do que imaginávamos mas vamos ter menos efeito em 2020”, disse ele, ao citar os riscos considerados pelo Comitê de Política Monetária (Copom).

 

Riscos externos

Além disso, na parte de riscos externos, Campos Neto disse que o Copom enxerga uma suavização do risco de desaceleração global, boa parte apoiada no crescimento da Ásia. Além disso, estão na mira, o tema do crescimento americano e quanto do impulso fiscal feito recentemente vai gerar efeito na atividade; guerra comercial; e fatores geopolíticos.

Recuperação econômica

Quanto a crescimento, Campos Neto voltou a dizer que os números do Banco Central são “menos voláteis” do que os do mercado e que a autoridade monetária entende a recuperação como gradual. “No quarto trimestre, de um mês para o outro, vi gente que tinha (como estimativa) 0,3% e foi para 1%, nossos números estão menos voláteis”, comentou.

Reformas

Ele também frisou que o BC tem reforçado nos últimos meses o recado de que apenas a reforma da Previdência não seria suficiente.

“Fizemos trabalho intenso para falar que não era só previdência que estávamos falando, tem tributária, administrativa, microrreformas, a parte de competitividade. Cadência e continuidade nas reformas são muito importante”, destacou, afirmando que as reformas microeconômicas, como no crédito, “aumentam o canal de transmissão”.

Campos Neto também voltou a afirmar que existe um “gap” difícil de ser medido sobre o efeito das ações de política monetária e de estímulo. “Como temos várias coisas sendo feitas ao mesmo tempo, é difícil saber qual é o gap do efeito”, disse.


Fonte: Canal Rural 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

27/02/2020 10:46 - Juro do cheque especial recua em janeiro, mas fica acima do limite fixado pelo BC
27/02/2020 10:33 - Coronavírus pode fazer PIB crescer menos de 2%
26/02/2020 17:13 - Mercado financeiro reduz previsão de inflação para 2020 e vê alta menor do PIB
26/02/2020 12:09 - Ambev transforma lixo do Carnaval em lixeiras nas ruas
26/02/2020 12:01 - Comprovantes para Imposto de Renda devem ser enviados até sexta-feira
26/02/2020 11:31 - Cerca de 37 milhões ainda têm direito a sacar o FGTS; prazo está acabando
21/02/2020 12:23 - Confiança do comércio cresce em fevereiro e retorna ao patamar de 1 ano atrás
21/02/2020 12:20 - Brasileiros acreditam que inflação ficará em 5% nos próximos 12 meses
21/02/2020 12:08 - Vendas no comércio varejista crescem 3,6% em janeiro, diz Serasa
21/02/2020 11:35 - Preços de vestuário e alimentos caem e IPCA-15 tem menor fevereiro desde 1994

Veja mais >>>