Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Bebidas

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Bebidas

11/08/2016 11:01 - Venda de cachaça aumenta com pior expectativa econômica, diz estudo

Consumo da bebida chegou ao topo com maior pessimismo do brasileiro.
Estudo também mostrou que a classe alta tem mais propensão a ir a bares.

 
O brasileiro consome mais cachaça quando a expectativa com a economia brasileira piora. Essa foi a conclusão de um estudo do PeopleScope divulgado nesta quarta-feira (10) pelo Ibope DTM, unidade do IBOPE Inteligência e do SPC Brasil.
 
A pesquisa mostrou que foram vendidas mais garrafas da tradicional bebida brasileira em três redes de varejo quando o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) – medido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) – estava 12,2% abaixo de sua média histórica, em dezembro do ano passado.
 
Nesse período, o estudo mostrou que as vendas de cachaça chegaram ao seu maior nível, no mesmo período em que o índice acumulava queda de 11,8% em relação ao mesmo mês do ano anterior.
 
Por nota, o diretor do Ibope DTM comparou o resultado ao "Índice do Batom", que aconteceu na recessão nos Estados Unidos, no início dos anos 2000. "Ele percebeu que as vendas de batom dispararam, pois em tempos de incerteza financeira, em vez das consumidoras comprarem um artigo de luxo de maior custo que lhes proporcionasse uma sensação de bem estar, optaram por produtos mais baratos, como os cosméticos”, comentou.
 
A análise do Ibope DTM revela ainda que bebidas alcóolicas, junto com frutas, legumes e verduras, foram os únicos, dentre sete categorias de produtos vendidos em mercado, que tiveram aumento no desembolso do brasileiro na comparação de 2015 com o ano anterior.
 
Enquanto a quantidade de itens comprados caiu 4,6%, o valor médio gasto com alcoólicos subiu 1,1% e a ida ao mercado para comprá-los aumentou 4,4%.
 
Classe alta era a mais pessimista
O Índice da Cachaça, como foi batizado pelo PeopleScope, dividiu a população brasileira em 13 macrosegmentos e 42 segmentos para concluir que, quanto mais pessimista é um grupo social, maior a propensão de sair para beber ou ir a bares e restaurantes.
 
Essa tendência ficou mais evidente entre as classes mais altas, especialmente na categoria "elite metropolitana", composta por domicílios com uma das maiores rendas médias e famílias pequenas que residem em apartamentos localizados em bairros nobres, diz o estudo.
 
Outro grupo propenso a frequentar a bares ou sair para beber – e com a segunda pior expectativa em relação à economia – é o que "vive em mansões", segmento com a maior quantidade de leitores de jornais dominicais e maior proporção de domicílios com empregadas domésticas.
 
Entre a população conhecida como "legado estabelecido", com alta proporção de idosos que vivem em apartamentos com um ou dois moradores em bairros nobres de grandes metrópoles, está a segunda confiança mais baixa nas questões econômicas e a maior propensão a sair para beber ou ir a bares e restaurantes.
 
Fonte: Portal G1

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

18/02/2020 11:02 - WOW! Nutrition apresenta Sufresh 100% Fruta
17/02/2020 12:08 - Coca-Cola tem primeira mulher no comando do marketing no Brasil
14/02/2020 12:19 - Brasil se torna o maior mercado da Heineken
12/02/2020 15:42 - Tendências de consumo no mercado de vinhos em 2020
06/02/2020 12:00 - Estrella Galicia retoma projeto de produzir cervejas em Minas
06/02/2020 11:57 - Concorrentes avançam sobre a Ambev
05/02/2020 12:04 - Em ritmo oposto ao da indústria, produção de bebidas alcoólicas cresce 4,8% em 2019
04/02/2020 11:40 - Coca Cola vai digitalizar ponta de gôndolas no PDV
03/02/2020 12:41 - Unilever estuda vender a marca Lipton
31/01/2020 12:50 - Varejo 4.0: lojas sem caixa nem estoque exigem mudanças nos vendedores

Veja mais >>>