Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 













Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Geral

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Geral

24/09/2020 13:21 - Pesquisa mostra que 90% dos brasileiros têm interesse em alimentos vegetais

Estudo sobre hábitos de consumo divulgado pela Ingredion mostra que 90% dos brasileiros se dispõem a ingerir alimentos derivados de plantas e vegetais (plant-based). É a taxa mais alta entre os países pesquisados (Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e Peru). A pesquisa, feita em conjunto com a consultoria Opinaia, abordou também questões como qualidade de vida e sustentabilidade.

 

"Há um consenso geral sobre a importância da alimentação na qualidade de vida. Hoje, comer bem significa ser saudável. Por isso, no consumo de alimentos e bebidas, busca-se saudabilidade, indulgência e acessibilidade econômica, ao mesmo tempo em que há grande interesse em saber a origem dos ingredientes consumidos diariamente", explica Marcelo Palma, Gerente da Plataforma de Plant- Based Protein, América do Sul da Ingredion. Nesse contexto, os alimentos vegetais têm um terreno fértil para se desenvolver.

 

Tendências e hábitos alimentares


Um dos pontos mais marcantes do relatório revela que, em 2020, mais de um terço dos Sul- Americanos se identificam com alguma alternativa alimentar atual, sendo que 37% dos entrevistados da região se reconhecem como: veganismo, vegetarianismo, flexitarianismo, ou pescetarianismo. 80% consideram essas correntes mais saudáveis, 44% o adotam para prevenir doenças e 39% para ter opções mais variadas.

 

O estudo mostra que a predisposição para o consumo de alimentos derivados de plantas e vegetais é alta, contabilizando 89% de interessados. Os maiores países a apontarem esse interesse foram registrados no Brasil (90%) e Peru (89%). Já na Argentina, observam-se níveis de relevância um pouco mais baixos (78%), os quais 22% indicam diretamente que não têm interesse em consumir esse tipo de produto.

 

Em relação aos fatores de decisão, o principal motivo da compra de alimentos Plant-Based é o cuidado com a saúde (56%); depois, porque são mais nutritivos (28%) e para experimentar novos sabores (26%). No Brasil, Argentina, Chile e Peru, a possibilidade de ter opções variadas também se destaca.

 

No sentido oposto, nos países pesquisados, o principal motivo da não compra de alimentos Plant-Based está relacionado ao alto preço (59%). Quando falamos de aceitação de produtos, as categorias mais aceitas são: massas (74%), iogurtes (73%), biscoitos (69%) e sorvetes (69%).

Para entender melhor as barreiras do consumidor, os atributos que eles esperam são: preço acessível (61%), sabor agradável (57%) e facilmente encontrado nas prateleiras (32%).

 

Saúde e qualidade de vida


Em um contexto global sensibilizado pela pandemia da Covid-19, saúde e cuidados pessoais são os temas de maior interesse na região (42%). Com exceção da Argentina, nos demais países alcançados pela pesquisa, alimentação ou culinária figuram entre as 5 primeiras dimensões.

 

Dos entrevistados, 42% afirmam que saúde e cuidados pessoais são os temas de maior interesse em meio ao cenário da pandemia da Covid-19. Ainda 73% dos entrevistados da América do Sul afirmam que o tema "alimentação" lhes interessa muito. No Brasil, apenas 1% diz não ter interesse sobre o assunto.

 

O estudo mostra que 81% dos brasileiros se consideram satisfeitos com a saúde e também satisfeitos com a alimentação. Além disso, existe um consenso geral sobre a importância de se alimentar bem para ser saudável.

Em todos os países analisados, a alimentação é apontada como o aspecto mais relevante para o bom estado de saúde (65%), seguida da atividade física (47%).

 

Consumo e alimentação


"A crise global provocada pela Covid-19 não só colocou a questão da saúde no radar da população, mas também tem provocado uma reflexão sobre sustentabilidade e impactos ao meio ambiente. Nesse sentido, a opinião pública brasileira não é diferente. Hoje os cidadãos-consumidores exigem qualidade e confiabilidade das suas marcas, além de saudabilidade e respeito ao meio ambiente", analisa Marcelo Palma, Gerente da Plataforma de Plant-Based Protein, América do Sul.

 

Qualidade, saudabilidade e confiança são os três atributos mais levados em conta pelos consumidores na hora da compra de alimentos ou bebidas, segundo os indicadores do estudo. O brasileiro considera importante que as marcas informem sobre a origem dos ingredientes.

 

A nível regional, 67% dos entrevistados consideram a sustentabilidade das marcas muito importante, porém quando avaliamos a Argentina separadamente esse número cai para 45%, sendo a mais baixa dos países avaliados. No Brasil e Peru, mais de 70% exigem uma postura responsável da marca em relação à sustentabilidade. Na Argentina, apenas 58% consideram importante saber a origem dos alimentos, enquanto no Peru esse número sobe para 87%, seguido do Chile (74%) e Brasil (73%).

 

Tanto para alimentos em geral quanto para alimentos de origem vegetal, o sabor e a capacidade de reconhecer os ingredientes no rótulo são os atributos mais relevantes. No Brasil, o sabor é o fator mais importante para os alimentos em geral, com 43%, já para os alimentos de origem vegetal, esse número cai para 40%. Quando se trata de um alimento geral, 29% consideram importante reconhecer todos os ingredientes, enquanto para os de origem vegetal a importância cai para 25%.

 

 

Fonte: Newtrade

 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

21/10/2020 15:04 - Parcerias e promoções sazonais podem ser uma boa opção
21/10/2020 14:31 - Consumo de orgânicos aumenta na pandemia, aponta Organis
20/10/2020 14:27 - Pandemia faz triplicar número de brasileiros que compram produtos domésticos pela internet
19/10/2020 10:58 - Governo zera imposto de importação da soja e do milho
19/10/2020 10:58 - Governo zera imposto de importação da soja e do milho
08/10/2020 13:42 - Anvisa aprova norma sobre rotulagem nutricional
08/10/2020 13:05 - Conab prevê produção recorde de grãos na safra 2020/21
08/10/2020 12:21 - IBGE prevê safra recorde de 252 milhões de toneladas em 2020
06/10/2020 15:58 - Segundo semestre se inicia com aumento expressivo de vendas no varejo
05/10/2020 14:49 - Varejo deve ter vendas até 40% menores neste ano, projeta Ibevar
05/10/2020 14:18 - Dia das Crianças: apesar da pandemia, setor de brinquedos espera vender mais
05/10/2020 14:11 - Venda de alimentos e bebidas crescem105% no 1° semestre
30/09/2020 14:24 - Coronavírus: Nestlé precisou inovar para não deixar faltar alimentos durante pandemia
30/09/2020 14:20 - A expectativa para a votação sobre rótulos de alimentos na Anvisa
29/09/2020 14:50 - Pesquisa revela forte presença do varejo online no cotidiano da população acima de 60 anos

Veja mais >>>