Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Geral

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Geral

19/11/2019 12:37 - Black Friday: Smart devices e remédios são prioridade de preço no e-commerce

No dia 29 de novembro de 2019, pessoas de todo o mundo estarão navegando a internet e sites de diversas marcas à procura dos melhores descontos. Afinal, será Black Friday. Antes mesmo da data chegar, portais já anunciam queda de preços e promoções.

O estudo eCommerce ON, lançado este ano pela Kantar, conseguiu detalhar as categorias nas quais os brasileiros mais priorizam os preços - ou seja, em que o "mais barato" é o mais importante. Confira:


1. Digital & Smart devices (62%)
2. Remédios sem necessidade de receita (56%)
3. Moda (54%)
4. Móveis e decoração (54%)


O estudo foi feito em 14 países, com 16 macrocategorias, analisando mais de 100 mil atos de compras e o comportamento de 27 mil compradores online. Ele descobriu que além do preço, as pessoas também priorizam tempo e, mais importante, a energia nas experiências de compra no e-commerce.

A energia significa o esforço gasto para realizar a compra e é a moeda mais priorizada em todos os países de forma geral - no Brasil, 74% dos entrevistados a priorizam. "Muitos assumem que, quando as pessoas fazem compras online, o dinheiro é seu principal motivador e que sempre escolherão o varejista com o menor preço. No entanto, essa crença é muito simplista", diz Luciana Piedemonte, líder de commerce da Kantar Brasil. "Nos países nos quais o e-commerce está maduro, conseguimos observar o que chamamos de o 'efeito Amazon', que significa que um preço decente e entrega rápida agora são fatores higiênicos. O que diferencia os varejistas agora é a experiência de compra."



Preço não pode ser tudo na Black Friday


Muitas das reclamações que surgem na Black Friday envolvem a experiência que o cliente tem ao acessar o site, principalmente com o fluxo alto de vendas dessa época. Daí a importância de avaliar a oferta de uma experiência com o mínimo de atrito possível. Segundo o relatório Kantar Consulting ShopperScape, em 2014, 61% dos americanos queriam gastar menos nas suas compras da Amazon; em 2019, 61% dos americanos querem experiências de compra sem estresse na plataforma.


"Aqueles que estão do outro lado da tela não são apenas compradores ou consumidores, mas sim pessoas preenchendo alguma necessidade. Quando escolhem um canal de compra estão colocando na balança a necessidade de economizar, ganhar tempo ou não se estressar", afirma Luciana. "Ou seja, elas são o coração do comércio eletrônico e, por isso, devem ser o centro de qualquer estratégia sólida por parte das marcas."

Para entender melhor o papel fundamental das moedas para compreensão do comportamento de compra online, baixe o artigo "Moedas do shopper".

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Kantar

 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

16/01/2020 15:16 - Atacado distribuidor cresce 1,17% entre janeiro e novembro
16/01/2020 12:25 - Safra de café do Brasil em 2020 deve crescer 25%, diz Conab
30/12/2019 11:52 - Contas do setor público registram déficit de R$ 15,3 bilhões em novembro
20/12/2019 16:13 - As principais aquisições do varejo em 2019
19/12/2019 14:07 - Documento do frete pode virar novo embate entre caminhoneiro e embarcador
18/12/2019 12:58 - Anvisa aprova controle de gordura trans em alimentos
16/12/2019 20:00 - Hedge de açúcar no Brasil cresce em novembro, mas está abaixo do ano passado, diz Archer
16/12/2019 19:58 - Governo descarta greve nacional de caminhoneiros
16/12/2019 19:55 - Risco-país recua para menos de 100 pontos e atinge patamar mais baixo em quase 10 anos
12/12/2019 12:42 - Kantar: Seniors aumentam consumo de bens massivos

Veja mais >>>