2018

Logo Jantar do Dia Nacional do Supermercado

Bodas de ouro com os supermercados


Os 50 anos de existência da Associação Brasileira de Supermercados e as importantes conquistas do setor que foram capitaneadas pela entidade deram a tônica do tradicional jantar em comemoração ao Dia Nacional do Supermercado, realizado pela Abras no dia 8 de novembro, em São Paulo. O evento reuniu 500 convidados, entre profissionais do varejo e da indústria e autoridades políticas, dentre elas o presidente da República, Michel Temer, que foi agraciado com o título de Comendador durante a cerimônia.

 

O jantar promovido pela Abras também foi prestigiado pelos ministros da Secretaria de Governo, Carlos Marun; do Trabalho, Caio Vieira de Mello; e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima, além de outras autoridades, como os deputados federais Efraim Filho e Sandro Mabel.


Em seu discurso de abertura, o presidente da Abras, João Sanzovo Neto, saudou os presentes e comemorou: “Hoje é dia de festa, que está ainda mais especial pela presença do nosso presidente, Michel Temer. É uma alegria estar com vocês neste jantar histórico para o setor supermercadista brasileiro, que também comemora nossos 50 anos de fundação e nossas Bodas de Ouro”, disse o presidente da Abras, que foi reeleito para o biênio 2019-2020 em assembleia realizada no mesmo dia, no período da manhã.


Sanzovo destacou ainda a importância do governo Temer para a atividade supermercadista ao contemplar importantes pleitos do setor. “Nos últimos dois anos, além do nosso reconhecimento como atividade essencial, tivemos outras grandes vitórias. A modernização da CLT trazendo uma relação mais salutar entre capital e trabalho e que resultou numa redução de 38% das ações trabalhistas.


A regulamentação da terceirização e a sanção da lei de diferenciação de preços de produtos de acordo com o meio de pagamento. Mais recentemente, a publicação da portaria 937 do Ministério do Trabalho, que incluiu os supermercados na categoria econômica de Comércio Varejista (a que se refere o artigo 577 da Consolidação das Leis do Trabalho) e que representou um grande presente de aniversário para a Abras. 


Diante de tantas conquistas, os empresários estão mais confiantes e anunciando investimentos que irão proporcionar uma grande geração de empregos. ” Ao finalizar sua fala, Sanzovo fez questão de exaltar a importância que todos os ex-presidentes da Abras e as associações estaduais têm em cada passo que foi dado nestes 50 anos e que culminaram em inúmeras vitórias que foram vitais para o fortalecimento do autosserviço.


“Importante lembrar também de todos os fornecedores, anunciantes de SuperHiper, patrocinadores, apoiadores e funcionários que ajudaram a construir essa história. Estamos juntos e misturados”, brincou. 


Prestígio presidencial

O jantar em comemoração ao Dia Nacional do Supermercado e aos 50 anos da Abras contou com a ilustre presença do presidente da República, Michel Temer, que na ocasião foi contemplado com o título de Comendador. Essa foi a primeira vez que a Abras agraciou um presidente da República com tal distinção.

 

“Eu recebo esta homenagem com muita humildade”, declarou Temer ao subir ao púlpito. “A sensação que eu tenho é que nós estamos colocando o Brasil, definitivamente, no século 21. Ao assumir o governo, a impressão é que nosso país ainda estava no século 20”, observou o presidente em seu discurso.


“Nós tínhamos, por exemplo, uma legislação trabalhista que datava de 1943. Quando se criou a Abras, o que será que os fundadores pensavam sobre os supermercados?

Estando aqui, eu vejo que o setor cresceu enormemente e conseguiu alcançar um novo status consolidado em nosso governo. Por meio do reconhecimento da essencialidade, nós regulamentamos a abertura dos O vice-presidente do Conselho Consultivo da Abras, José Humberto Pires de Araújo, também foi homenageado com a comenda, que foi entregue por João Sanzovo Neto e pelo vice-presidente da Abras Adeilton Feliciano do Prado.


Ele presidiu a Abras entre 1999 e 2002. Supermercados aos domingos e feriados, precisamente para incentivar a geração de empregos. Eu quero dizer que sou muito grato aos senhores pelo que fazem pelo nosso país. A todos vocês que ajudam a desenvolver o Brasil, meu muito obrigado. “

 

Clique aqui e leia a matéria na íntegra (164 MB)