(299)
Jurídico
Apresentação
Membros do Comitê
» Notícias Jurídicas
 
Você está em:

Comitês

Anvisa altera etiqueta do protocolo presencial 28/03/2013 às 09h

A Anvisa alterou o procedimento para receber petições no protocolo presencial, na sede da Agência, em Brasília-DF. O número da etiqueta, ou número de conhecimento, agora tem o seguinte formato: ano + oito números + PR (2013XXXXXXXXPR). Além disso, a data de recebimento e o nome do responsável serão impressos diretamente na etiqueta, não havendo mais necessidade de carimbar a documentação.

 

Após ser entregue ao interessado no ato da protocolização, a etiqueta é usada como comprovante de recebimento. Ela é uma das principais maneiras de rastrear um documento. Para isso, basta acessar o site da Anvisa, selecionar o perfil "setor regulado", clicar na opção "consulta à situação de documentos" e digitar o número completo, com todas as letras e algarismos, sem espaço entre os caracteres.

 

Em caso de dúvidas, contatar a Central de Atendimento: 0800 642 9782.

 


Fonte: Imprensa/Anvisa (27.03.13)

 




Clipping Portal ABRAS


 

Últimas

» Ministro nega recurso em ação sobre correção de dívidas trabalhistas 03 de Julho 2020, às 14h
» Senado aprova MP que prorroga prazo para assembleias de sócios 03 de Julho 2020, às 14h
» Promulgada emenda que adia eleições municipais para novembro 03 de Julho 2020, às 14h
» Covid-19: sancionada lei que torna obrigatório uso de máscaras 03 de Julho 2020, às 14h
» Alerta sobre o aviso nº 43 do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro 03 de Julho 2020, às 14h
» Decreto atualiza o Regulamento da Previdência Social às regras da Nova Previdência 03 de Julho 2020, às 14h
» A equivocada discussão sobre o voto de qualidade no Carf 02 de Julho 2020, às 14h
» Transação extraordinária e transação por adesão são prorrogadas 02 de Julho 2020, às 14h
» Receita Federal prorroga até 31 de julho suspensão das ações de cobrança e mantém atendimento presencial para os serviços essenciais 02 de Julho 2020, às 14h
» Aumentar preços injustificadamente durante pandemia poderá ser crime contra economia popular 02 de Julho 2020, às 14h

Ver mais »