(299)
Jurídico
Apresentação
Membros do Comitê
» Notícias Jurídicas
 
Você está em:

Comitês

CNDL prevê a criação de 160 mil empregos temporários para o Natal 2011 08/11/2011 às 11h

Estimativa reflete o otimismo do varejo para as vendas de fim de ano


A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) prevê a criação de 160 mil empregos temporários para o Natal deste ano, estimativa que reflete o otimismo do varejo para as vendas de fim de ano. O número corresponde a uma alta de 10%nas contratações de temporários sobre 2010, quando o comércio gerou 144 mil postos de trabalho, e de 28% sobre 2009, com 125 mil contratações.
 
Mesmo a já percebida acomodação da economia e a ainda persistente alta nos preços dos produtos e serviços não diminui a expectativa de boas vendas o período de maior movimento do comércio nacional.
 
Para o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, a projeção é positiva justamente se levada em consideração o cenário atual de desaceleração da demanda doméstica. “Teremos um Natal bom, com crescimento entre 6% e 7% nas vendas sobre 2010, e isso é absolutamente espetacular, porque estaremos crescendo sobre uma base altíssima de vendas”, disse.
 
Para todo o ano de 2011, a CNDL espera alta de 6% nas vendas do varejo.
 
A Região que mais vai apresentar alta nas contratações de temporários neste ano será a Nordeste, levando-se em consideração a proporção de empresas pelo número de consumidores existentes. Já a região Sudeste, como de costume, deve liderar as contratações de temporários em números absolutos, por concentrar o maior número de empresas e de consumidores.
 
Índice de retenção
 
A má notícia fica por conta do aproveitamento dos bons trabalhadores para o início do ano que vem, já que a queda na atividade econômica deve impactar com mais força as decisões de investimento dos empresários do varejo.
 
Segundo previsão da CNDL apenas 5% dos temporários contratados serão mantidos no emprego no início do próximo ano, um índice de retenção três vezes menor do que o do registrado na passagem de 2010 para 2011, quando 15% dos trabalhadores de temporada foram efetivados no cargo.
 
Fonte: In Press Porter Novelli / ConsumidorRS (08.11.11)
Autor: Deco Bancillon
Revisão e Edição: André Lacasi




Clipping Portal ABRAS


Últimas

» BC modifica regulamento que disciplina funcionamento do Pix 23 de Novembro 2020, às 16h
» Receita anuncia regras para declaração do IRRF de 2020 23 de Novembro 2020, às 16h
» Empresa não é obrigada a cumprir oferta quando erro no preço for de fácil constatação 23 de Novembro 2020, às 16h
» Reajustes de planos de saúde voltam a ser pagos em janeiro 23 de Novembro 2020, às 16h
» Mediação empresarial pré-processual para empresas impactadas pela pandemia de Covid-19 23 de Novembro 2020, às 16h
» Pleno determina realização de audiência mista para atender parte que alegou não ter condições técnicas para participar de videoconferência 23 de Novembro 2020, às 16h
» Uso do WhatsApp agiliza audiências de conciliação e mediação em MG 23 de Novembro 2020, às 16h
» TRF 1ª Região – INSTITUCIONAL: PJe ganhará nova versão do sistema 23 de Novembro 2020, às 16h
» Estados e DF podem legislar sobre postagem de boletos de empresas públicas e privadas 20 de Novembro 2020, às 16h
» TST admite recurso contra decisão monocrática que rejeita agravo por ausência de transcendência 20 de Novembro 2020, às 16h

Ver mais »