(299)
Jurídico
Apresentação
Membros do Comitê
» Notícias Jurídicas
 
Você está em:

Comitês

Defensoria firma TAC para evitar barulho em empresa 01/08/2011 às 13h

 

A Defensoria Pública do Rio Grande do Sul e a Cia. Nacional do Aço Indústria e Comércio, localizada no município de Alvorada, na região Metropolitana de Porto Alegre, firmaram um Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta (TAC), em função dos danos e transtornos causados pela empresa à comunidade do bairro Intersul, onde está instalada.


A assinatura do TAC suspende temporariamente o Procedimento para Apuração de Dano Coletivo (Padac), instaurado para verificar as reclamações recebidas pela Defensoria Pública. Moradores da região procuraram a instituição por causa do intenso trânsito de caminhões nas ruas Álvaro Furtado, Ernesto da Fontoura e Araranguá, falta de estacionamento em vias próximas da empresa e barulho de máquinas em horários inconvenientes.


“Estamos nos comprometendo a não adotar qualquer medida judicial coletiva de cunho civil contra a empresa em relação aos itens ajustados desde que sejam cumpridos nos prazos fixados no Termo”, explica a defensora pública Jimenes de Araújo Chimeli, da Comarca de Alvorada, signatária do TAC.


O Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta contempla 12 cláusulas com obrigações de fazer e cominações, assinado pelo sócio-diretor da empresa Cia. Nacional do Aço Indústria e Comércio, Joel Antônio Echel, e a defensora pública Jimenes.


Dentre as cláusulas firmadas, a empresa se comprometeu a proibir a sirene de sinalização de ré dos caminhões após às 21h; construir um pavilhão na rua Cunha Louzada, local onde serão depositadas as chapas de aço, para diminuir a frota de caminhões nas ruas Alvaro Furtado, Ernesto da Fontoura e Araranguá; melhorias na infraestrutura em relação à vedação acústica; e a colocação de placas indicativas proibindo o estacionamento de caminhões das 20h às 8h, entre outras obrigações.


Caso a empresa não cumpra as obrigações nos prazos estipulados, a cláusula sétima prevê multa cominatória diária de R$ 500,00 corrigida monetariamente até o efetivo cumprimento do Termo. Com informações da Assessoria de Imprensa da DPE-RS.

Fonte: Conjur - Consultor Jurídico (31.07.11)




Clipping Portal ABRAS


Últimas

» Projeto que altera a Lei de Falências segue para sanção 26 de Novembro 2020, às 16h
» TJRS – Justiça autoriza que shopping pague somente pela luz utilizada durante primeiros meses da pandemia 26 de Novembro 2020, às 16h
» Site da Receita Federal traz nova seção relacionada à regularização do CPF 26 de Novembro 2020, às 16h
» TJDFT aprova criação de vara exclusiva para cobrança do ICMS 26 de Novembro 2020, às 16h
» TJMG adota Juízo 100% Digital 26 de Novembro 2020, às 16h
» A essencialidade da atividade de supermercados e o trabalho em feriados 26 de Novembro 2020, às 16h
» PGFN participa da Semana Nacional da Conciliação com propostas de acordo para quitação de dívidas, com descontos e prazos diferenciados 25 de Novembro 2020, às 16h
» Projeto autoriza parcelamento de dívida trabalhista executada durante pandemia 25 de Novembro 2020, às 16h
» Ministro rejeita mandado de segurança contra tramitação da Reforma Administrativa 25 de Novembro 2020, às 16h
» Decisões em ações civis públicas podem ter abrangência nacional, defende PGR 25 de Novembro 2020, às 16h

Ver mais »