(299)
Jurídico
Apresentação
Membros do Comitê
» Notícias Jurídicas
 
Você está em:

Comitês

Estudos sobre implantação de juiz das garantias prosseguem até 30 de junho 14/02/2020 às 13h

O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, determinou a prorrogação dos estudos do Grupo de Trabalho (GT) instituído para analisar a implantação do juiz das garantias nos tribunais brasileiros até o dia30 de junho. A decisão foi tomada em reunião realizada no CNJ nesta quarta-feira (12/2) com os integrantes do GT. Durante o novo prazo estabelecido, prosseguirão as avaliações das propostas para elaboração da resolução que regulamentará a Lei 13.964/2019.

 

De acordo com o corregedor Nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, além da resolução relativa à instituição do juiz das garantias, o GT também precisa tratar de outros aspectos que envolvem a implementação da Lei nº 13.964/2019. Martins, que coordena o GT, pediu dedicação aos integrantes para que os novos prazos sejam cumpridos. “Estabelecemos o dia 30 de junho para elaboração da versão final da minuta de Resolução do juiz das garantias, resultado do trabalho desse honrado e comprometido grupo.”

 

Ele ressaltou que todas as providências estão sendo adotadas para que o Poder Judiciário esteja preparado para viabilizar a inovação na hipótese de a lei ser reconhecida pelo plenário do STF. “Estamos avaliando as centenas de sugestões que foram apresentadas por magistrados, tribunais e instituições do sistema de Justiça, além da realização de estudos próprios. Na data estabelecida, o ato normativo será devidamente apresentado e submetido ao presidente do CNJ, em cumprimento à Portaria CNJ 214/2019.”

 

Além do corregedor Nacional de Justiça, o GT conta com a participação do ministro Sebastião Reis Júnior, do Superior Tribunal de Justiça (STJ); pelos conselheiros Maria Tereza Uille e Marcos Vinícius Jardim Rodrigues; pelo secretário-geral do CNJ, desembargador Carlos Vieira von Adamek; pelo secretário especial de Programas, Pesquisas e Gestão Estratégica do CNJ, Richard Pae Kim; pelo coordenador do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas, Luís Geraldo Sant’Ana Lanfredi; e pelo juiz auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça Márcio Luiz Coelho de Freitas.

 

Jeferson Melo

 

Fonte: Agência CNJ de Notícias – 12/02/2020.




Clipping Portal ABRAS


 

Últimas

» Bolsonaro sanciona MP que criou programa de manutenção do emprego 07 de Julho 2020, às 14h
» Governo amplia vetos na lei que torna obrigatório o uso de máscara 07 de Julho 2020, às 14h
» TJSP – CSM publica provimento sobre o retorno gradual do trabalho presencial 07 de Julho 2020, às 14h
» Gestante com contrato temporário não tem direito à garantia provisória de emprego 07 de Julho 2020, às 14h
» Prazo para devedor fiduciante quitar dívida após apreensão do bem deve ser contado em dias corridos 07 de Julho 2020, às 14h
» SP – Prefeitura assina protocolos de reabertura com entidades de bares, restaurantes e salões de beleza 06 de Julho 2020, às 14h
» RS – Publicado Decreto com novas restrições de circulação em Porto Alegre 06 de Julho 2020, às 14h
» Reforma tributária está pronta para ir ao Congresso, diz Guedes 06 de Julho 2020, às 14h
» Cabe à Justiça comum julgar ações sobre plano de saúde de autogestão empresarial não vinculado a contrato de trabalho 06 de Julho 2020, às 14h
» TRF3 DIVULGA PORTARIA COM MEDIDAS PARA RETORNO GRADUAL DE ATIVIDADES PRESENCIAIS 06 de Julho 2020, às 14h

Ver mais »