Nota Oficial Abras - Atividade Essencial

Leia em 3min 10s

 

 

Neste momento difícil queremos prestar nossos sentimentos e estender nossa solidariedade junto aos familiares das vítimas da COVID 19, que infelizmente ainda persiste sobre nós, um ano após o diagnóstico dos primeiros casos.

O setor supermercadista atua de maneira responsável, cumprindo sua missão em garantir o abastecimento da população de forma ininterrupta, com elevado nível de segurança e adoção dos protocolos necessários que inibem a proliferação do coronavírus.

 

Com o advento da pandemia, vivemos uma situação atípica e repentina que nos obrigou a trabalhar incansavelmente no processo de prevenção de clientes e colaboradores, mediante a construção de medidas de proteção estabelecidas pelos nossos protocolos. Redobramos a atenção na utilização de máscaras, execução de limpeza constante das mãos e dos estabelecimentos, higienização com o uso de álcool gel 70%, implementação de regras de contenção de aglomerações. Para suporte de tais medidas contratamos mais colaboradores, o que inclusive permitiu que aqueles funcionários do grupo de risco fossem, preventivamente, afastados dos ambientes de trabalho, sem perda de suas garantias trabalhistas. Seguimos assim as mais rigorosas recomendações dos órgãos sanitários que asseguraram índices baixíssimos de contaminação e que deram ao consumidor tranquilidade para frequentar nossas lojas.

 

Atuamos fortemente junto à cadeia de distribuição perante os fornecedores e agentes logísticos para garantir o fluxo de abastecimento permanente, não obstante as dificuldades enfrentadas com a escassez de alguns produtos com alta demanda neste período de pandemia.
Sempre estivemos abertos ao diálogo junto às autoridades municipais e governamentais para buscar as soluções que fossem mais eficazes ao combate a pandemia, garantindo com segurança o suprimento das necessidades da população.

 

Neste contexto, a ABRAS tem visto com preocupação a adoção de medidas restritivas praticadas por Municípios e Governos Estaduais ao estabelecerem restrições de funcionamento ou até mesmo o fechamento de supermercados, o que gravemente vem desconstruindo este importante trabalho realizado pelo setor supermercadista, sem levar em consideração as necessidades básicas da população.

Estas imposições restritivas ou de fechamento de supermercados revelam-se muito preocupantes na medida em que tem potencial para desencadear um risco real de desabastecimento da população, por coibir seu acesso as atividades essenciais, além de seus deletérios efeitos sociais.

 

O setor supermercadista congrega no território nacional mais de 90 mil lojas físicas que compreendem 85% (oitenta e cinco por cento) do abastecimento nos lares brasileiros com mais de 28 milhões de visitações por dia. Desta forma, é nosso dever alertar responsavelmente que não há capacidade de atendimento em delivery para este volume de vendas. Além disso, a decretação deste impedimento de abrir as lojas tem provocado o indesejável efeito reverso de correria e aglomerações nos estabelecimentos nos dias que antecedem ao fechamento.

 

A ABRAS, neste momento tão delicado, entende que o setor supermercadista é importante aliado ao combate da pandemia ao contribuir para o abastecimento da população com acesso seguro às lojas, frente o trabalho exitoso que o setor vem empreendendo nos estabelecimentos para contenção da disseminação do coronavírus o que, inclusive, garante tranquilidade ao consumidor para que ele fique em casa neste momento de pandemia.

 

Por estas razões recomendamos aos associados que venham a dialogar com os Governos e Municípios que vêm adotando tais medidas restritivas expondo que tais medidas ferem a garantia da essencialidade que o setor supermercadista exerce perante a sociedade brasileira, além de colocar em risco o abastecimento ao impedir o acesso a produtos e serviços que atendem as necessidades básicas da população.

 

Durante toda a pandemia temos mostrado a força da nossa essencialidade para a população brasileira, e seguiremos mantendo o propósito de manter nossas lojas seguras para todos, trabalhando para que o consumidor esteja abastecido de forma segura. A sociedade não pode sofrer ainda mais!

 

 


Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS)
17/3/2021

 

 


Veja também

Supermercadistas projetam crescimento de até 15% nas vendas da Páscoa

A Páscoa deverá ser positiva para o setor supermercadista, que projeta crescimento de até 15% nas v...

Veja mais
Vendas dos supermercados fecham janeiro com crescimento de 12%

 O setor supermercadista registrou em  janeiro crescimento real (deflacionado pelo IPCA/IBGE) de 12% nas venda...

Veja mais
Rodrigo Segurado é o novo vice-presidente de Ativos Setoriais da ABRAS

A Associação Brasileira de Supermercados tem o prazer de anunciar a chegada de Rodrigo Segurado para o car...

Veja mais
Pesquisa de Prevenção de Perdas da Abras é prorrogada

 A tradicional pesquisa de Prevenção de Perdas da Associação Brasileira de Supermercado...

Veja mais
Setor supermercadista registra crescimento de 9,36% em 2020

Presidente da Abras, João Galassi     Vice-presidente da ABRAS, Marcio Milan Gerent...

Veja mais
ABRAS e GS1 debatem oportunidades para o autosserviço

  Novas oportunidades para o desenvolvimento do varejo supermercadista foram debatidas em encontro do presidente da...

Veja mais
Supermercadista, participe da pesquisa Ranking ABRAS 2021!

   Prezado Colega Supermercadista, Pelo 44° ano consecutivo, lançamos a campanha do tradi...

Veja mais
ABRAS inicia pesquisa de prevenção de perdas nos supermercados

A visão sobre o controle e a prevenção de perdas é uma importante ferramenta de planejamento...

Veja mais
ABRAS realiza pesquisa de Páscoa até o dia 5 de fevereiro

Como de conhecimento a Páscoa é uma data que potencializa vendas para o setor. A ABRAS por sua vez, gostar...

Veja mais