Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Sustentabilidade

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Sustentabilidade

30/03/2015 16:03 - Energia fotovoltaica pode complementar geração própria de supermercados

Além do uso de geradores, estabelecimentos calculam em 40 milhões de m² o espaço para placas solares

 

A possibilidade de estender por pelos menos três horas diárias a geração própria de energia abriu uma segunda oportunidade de negócio para milhares de supermercados no país: a instalação de placas fotovoltaicas para a microgeração distribuída, em um área estimada em 40 milhões de metros quadrados. Há espaço ainda para economizar na conta mensal de energia, com a implantação de programas de eficiência energética nos estabelecimentos. O setor consome em torno de 2,5% de toda a geração de energia elétrica do país, segundo dados da Associação Brasileira de Supermercados.


A proposta de uso eficiente do insumo foi apresentada pelo presidente da Abras, Fernando Yamada, em reunião com o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, na última quinta-feira, 26 de março. No encontro, representantes da entidade ouviram explicações sobre a Portaria 44, do MME, que trata da contratação de geração própria de unidade consumidora, e discutiram um possível investimento em geração solar fotovoltaica. Na questão da eficiência, o setor terá suporte técnico do ministério para a definição de ações de redução do consumo nas lojas.

Em relação à geração própria, os estabelecimentos poderão se habilitar nos processos de chamada pública promovidos pelas distribuidoras, para produzir energia destinada ao consumo próprio e também à injeção na rede de distribuição. Tudo depende ainda da aprovação de regulamento da Agência Nacional de Energia Elétrica com as condições para que essa contratação aconteça. 

A Aneel abriu audiência pública no último dia 18 com uma proposta que define o valor R$ 1.420,20MWh para a energia produzida por consumidores com geração própria a diesel; de R$ 792,49MWh para a geração a gás natural e de R$ 388,48MWh, que é teto do Preço de liquidação das Diferenças, para as demais fontes. O prazo para contribuições foi encerrado nesta sexta-feira, 27.

Assim como em outros tipos de estabelecimento que usam geradores de energia, como shopping centers, pequenas indústrias e até mesmo hospitais, há um potencial a ser explorado pelos supermercados. A associação não tem um cálculo de quantos equipamentos de geração existem no setor, mas informa que a maior parte deles opera a diesel. 

Os geradores ficam ligados normalmente entre 18h e 21h,  ou entre 18h e 20h, nas lojas que fecham nesse horário. Com isso, os estabelecimentos que têm tarifa horo-sazonal evitam pagar mais caro pelo preço da energia no horário de ponta. Eles são acionados também em desligamentos programados pelas distribuidoras e quando há interrupções não programadas no fornecimento de energia.
 
A demanda estimada dos supermercados é considerada significativa pelo MME, destaca Yamada. “Se fizermos geração própria, é bem capaz de diminuirmos essa participação no consumo direto, que é o que foi proposto. E, a partir de agora, [podemos] começar a fazer o estudo de um programa para, além da geração via diesel, ter também geração por meio de placas fotovoltaicas”, explica à Agência CanalEnergia.

Atentos ao potencial de geração, os empresários do setor acreditam que não haverá problema em relação à logística de combustivel, uma das grandes interrogações na avaliação do mercado. A maioria dos estabelecimentos, segundo o presidente da Abras, tem capacidade de geração própria de pelo menos seis horas diárias e mantém volume de óleo diesel equivalente a esse período. “Eu acho que adaptar para um pouco mais, um pouco menos, é muito mais simples”, afirma Yamada. 


 

Fonte: Sueli Montenegro, da Agência CanalEnergia, de Brasília, Negócios e Empresas 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

16/01/2020 15:29 - Supermercados do Rio não oferecem mais sacolas plásticas gratuitas
14/01/2020 16:07 - Lei proíbe copos e talheres de plástico na capital paulista
14/01/2020 16:04 - Covas sanciona lei que proíbe plástico descartável em bares e restaurantes de SP
13/01/2020 13:03 - Educar o consumidor
06/01/2020 16:07 - Deputadas querem derrubar lei que reduziu em 1 bilhão o número de sacolinhas
26/12/2019 14:17 - Unilever abre estação de refil de produtos veganos
24/12/2019 13:12 - Programa brasileiro para biocombustíveis entra em vigor
17/12/2019 10:27 - MAPA encontra resíduos de agrotóxicos acima do permitido em 7% dos alimentos
03/12/2019 12:41 - Coca-Cola substitui plástico por papel cartão em multipacks na Europa
27/11/2019 12:47 - Embrapa lança revista da Turma da Mônica sobre consumo sustentável

Veja mais >>>