Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 









Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Economia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Economia

04/06/2020 17:42 - Intenção de consumo tem queda significativa

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) em Belo Horizonte atingiu 75,6 pontos em maio. O número representa uma queda de 17,4 pontos percentuais (p.p.) em comparação com abril (93 pontos). Esse é o segundo resultado mensal negativo seguido e reflete os impactos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) sobre a economia da capital mineira.

O IFC é elaborado todos os meses pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG). A entidade utiliza os dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Ao ficar abaixo da linha dos 100 pontos, revela o sentimento de pessimismo dos consumidores.

Conforme destaca a analista de pesquisa da Fecomércio MG, Letícia Marrara, o resultado do mês de maio foi influenciado negativamente por todos os itens que são abrangidos pelo IFC.

O componente emprego atual, por exemplo, atingiu os 96 pontos em maio. Em abril, os dados registravam 116 pontos.
A perspectiva profissional também revelou uma queda vertiginosa ao sair dos 103 pontos em abril para 82,5 no mês passado.

Já o item renda atual passou de 108,1 pontos em abril para 88,9 pontos em maio. O acesso ao crédito, que registrou 94,3 pontos em abril, chegou a 77 pontos em maio.

Também apresentaram queda o nível de consumo (de 66,4 pontos para 54,5 pontos), perspectiva de consumo (99,7 pontos para 84,7 pontos) e intenção de consumo de bens duráveis (de 63,7 para 46).

Retomada do comércio 

 

Belo Horizonte vive hoje, e até agora, uma retomada gradual das atividades comerciais. Alguns estabelecimentos tiveram permissão para reabrirem as portas no último dia 25 de maio. É o caso, por exemplo, dos shoppings populares, lojas de produtos de perfumaria e higiene pessoal, tecidos e armarinhos, entre outros.

No entanto, embora a retomada tenha sido bastante desejada, os dados do IFC mostram que, mesmo com os negócios abertos, um retorno à normalidade das vendas pode demorar a acontecer, conforme destaca Letícia Marrara.

“Milhares de postos de trabalho já foram perdidos em Belo Horizonte, o que diminui a renda das pessoas. Diante disso, o consumo tem sido menor e muitos têm comprado somente os itens essenciais, como os de supermercados e de farmácias. O comércio envolve toda uma cadeia. A retomada deverá ser gradual e lenta”, avalia a analista de pesquisa da Fecomércio MG.

Esse cenário, aliás, é muito diferente daquele verificado no começo deste ano, como ressalta Letícia Marrara. “Os índices estavam só aumentando. No entanto, veio esse fator incontrolável, a crise causada por um vírus, o que tem ocasionado todas essas quedas nos dados”, afirma ela.

Porém, mesmo diante desse quadro, é possível pensar em ações para tentar revertê-lo, como pontua a analista da Fecomércio MG.

“O empresário pode, neste momento, como opção para tentar alavancar as vendas, fazer promoções com um mix de produtos mais baratos, por exemplo. É importante focar em ações para atrair os clientes agora”, diz.

 

Fonte: Diário do Comércio  

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

10/07/2020 15:23 - Empresas poderão usar contratos com governo como garantia
10/07/2020 13:15 - INPC fica em 0,30% em junho, diz IBGE
10/07/2020 13:08 - Confiança da indústria mantém recuperação, revela CNI
10/07/2020 12:03 - IBGE: Desemprego tem 1ª queda após quatro semanas consecutivas de alta
09/07/2020 20:23 - Câmara aprova texto de MP que cria o Programa Emergencial de Acesso ao Crédito
09/07/2020 15:35 - Caixa libera saques e transferências dos aprovados no terceiro lote nascidos em abril
09/07/2020 15:15 - Varejo deve atenuar perdas do 2° trimestre
08/07/2020 15:39 - Vendas crescem 10% em junho e apontam recuperação do varejo
08/07/2020 15:36 - Governo quer tema na reforma tributária
08/07/2020 13:46 - GP-DI acelera alta a 1,60% em junho com pressão no atacado e varejo, diz FGV
08/07/2020 13:16 - Após tombo recorde com pandemia, vendas do comércio crescem 13,9% em maio, diz IBGE
07/07/2020 16:26 - Proposta de reforma retira benefícios tanto no IRPJ quanto no IRPF, diz Tostes
07/07/2020 16:22 - Recuperação em V está cada vez mais remota com avanço da covid-19
07/07/2020 13:17 - Comércio cresce 5% em maio na comparação com abril, diz Serasa Experian
07/07/2020 13:04 - Indicador da FGV que mede tendência de emprego mostra diminuição do pessimismo em junho

Veja mais >>>