Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 











Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Economia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Economia

26/05/2020 15:12 - Mercado prevê queda do PIB de até 11%

Os efeitos da pandemia do novo coronavírus sobre a economia brasileira fazem as instituições financeiras traçarem cenários cada vez mais pessimistas para 2020. No Sistemade Expectativas do Banco Central, atualizado ontem juntamente com o Relatório de Mercado Focus, já existe pelo menos uma instituição que projeta retração de 11,00% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano. No Focus, a mediana atual das projeções de todas as instituições financeiras para o PIB em 2020 é de queda de 5,89%, mas este parâmetro vem piorando nas últimas 15 semanas - portanto, desde o início de fevereiro, quando a avaliação era de que o surto do novo coronavírus poderia ficar restrito à China. Após o tombo deste ano, os economistas esperam que a recuperação econômica em 2021 seja firme.

 

O Focus indica que a mediana das projeções para o PIB no próximo ano está em 3,5% - um percentual que, se confirmado, será o maior desde 2011, quando a economia avançou 4%. No entanto, o Sistema de Expectativas revela que pelo menos uma instituição é bem mais pessimista em relação ao crescimento de 2021: a projeção é de alta de apenas 1% para o PIB no próximo ano.

 

CONTAS PÚBLICAS

 

Outro ponto de preocupação para os economistas é o impacto das medidas de socorro referente à covid-19 nas contas públicas. Os números do BC mostram que, no fim de abril, a dívida bruta do governo geral estava em 78,4% do PIB.

Com a crise provocada pelo novo coronavírus - que eleva o rombo fiscal e reduz o PIB - a expectativa entre os economistas do mercado financeiro é de que este percentual supere os 80% nos próximos meses.

 

TAXA SELIC

 

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto,afirmou durante reunião com representantes do setor de cooperativas que o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC considera um “último ajuste” para a Selic (a taxa básica de juros), atualmente em 3% ao ano. De acordo com ele, este ajuste não será maior que o anterior, de 0,75 pontos. No início de maio, o BC cortou a Selic em 0,75 ponto percentual, de3,75% para 3% ao ano. O próximo encontro do Copom está marcado para junho.

 

Fonte: A Tribuna 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

21/09/2020 15:33 - Confiança da indústria avança em setembro e deve saltar a máxima desde 2013, diz FGV
21/09/2020 12:50 - Mercado financeiro reduz projeção de queda da economia para 5,05%
21/09/2020 12:45 - Estudo da FGV aponta que pandemia provocou queda de renda de 20,1%
18/09/2020 13:46 - IBGE: desemprego na pandemia atinge maior patamar em agosto
18/09/2020 13:43 - Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro
17/09/2020 15:31 - Metade dos MEIs no Brasil recebeu auxílio emergencial, diz Sebrae
17/09/2020 13:25 - Abertura de novas empresas tem alta de 0,5% até agosto
17/09/2020 13:05 - Caixa inicia pagamento do Auxílio Emergencial Extensão
17/09/2020 12:46 - Decreto define regras para pagamento de auxílio emergencial de R$ 300
16/09/2020 15:28 - Em meio à alta dos alimentos, BC deve interromper ciclo de cortes e manter juros em 2%
16/09/2020 15:25 - Salário mínimo pode aumentar para R$ 1.069,55 após INPC subir
16/09/2020 12:25 - Caixa paga auxílio emergencial para 3,9 milhões de nascidos em junho
16/09/2020 12:06 - Crédito com juros menores para microempresários movimenta R$ 7 milhões
16/09/2020 12:00 - IGP-10 tem inflação de 4,34% em setembro, diz FGV
16/09/2020 11:56 - PIB tem queda de 4% no trimestre encerrado em julho, aponta FGV

Veja mais >>>