Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 











Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Economia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Economia

20/03/2020 10:12 - PIB do Brasil poderá encolher 4,4% em 2020, maior queda desde 1962, aponta estudo da FGV

Os efeitos da pandemia de coronavírus na economia brasileira podem fazer com que o Produto Interno Bruto (PIB) de 2020 termine com uma retração de 4,4%, segundo estudo feito pelo Centro de Macroeconomia Aplicada da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Se confirmada, seria a maior retração registrada no país desde 1962, quando iniciou a série disponível no site do Banco Central.

 

O cenário simulado pela FGV considera que a economia brasileira sofrerá com efeitos de mesma magnitude que os registrados durante a crise financeira de 2008, dada a redução da atividade global, especialmente nas economias chinesa, europeia e americana.


Também são considerados impactos domésticos similares aos registrados no pós-greve dos caminhoneiros, em maio de 2018.
Segundo Emerson Marçal, coordenador do Centro de Macroeconomia, a simulação recupera os efeitos que importantes crises domésticas e externas geraram sobre a economia brasileira para estimar os possíveis efeitos oriundos da pandemia em termos de magnitude e duração.


- Premissas bem razoáveis sugerem que a crise terá um custo econômico bastante alto. Este custo será tão menor quanto mais rápido houver uma normalização nos principais mercados internacionais e quanto melhor o governo brasileiro, nos seus diversos níveis, mostrar-se capaz de gerir a crise doméstica - explica.
Marçal ressalta, no entanto, que o cenário traçado pode ser conservador, caso os efeitos da pandemia perdurem por mais tempo. A greve dos caminhoneiros, por exemplo, teve duração de cerca de dez dias, mas o choque se prolongou por outros trimestres.


- O que vai acontecer (em 2020) dependerá da duração. Quanto mais longo for no tempo, mais tempo vai demorar para recuperar (a economia). Se isso durar muito, esse número (-4,4%) será conservador- afirma.


No melhor cenário, efeitos até fim de 2021


Segundo o estudo, no pior dos cenários, os efeitos significativos da pandemia poderão ser sentidos até 2023. No melhor, os efeitos negativos podem se dissipar a partir do final de 2021.


Nos últimos dias, bancos e consultorias começaram a prever um resultado mais fraco da economia brasileira este ano, com chance, inclusive, de uma nova recessão por causa da pandemia de coronavírus. O JP Morgan já prevê retração de 1%, praticamente a mesa do banco Goldaman Sachs (-0,9%).


A onda de revisões deve gerar uma nova redução na média das projeções na próxima edição do Boletim Focus, do Banco Central, que reúne as estimativas do mercado financeiro para indicadores da economia.
Na última edição, publicada na segunda-feira passada, a expectativa de crescimento do PIB brasileiro era de 1,68%. Foi a quinta semana de revisão para baixo consecutiva.


Fonte: O Globo

 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

09/04/2020 12:21 - Entenda como será o novo saque de R$ 1,045 do FGTS a partir de junho
09/04/2020 12:19 - MPEs responden por 30% do PIB brasileiro
09/04/2020 12:18 - Setor de serviços recua e preocupa em meio à pandemia
09/04/2020 10:54 - 2,5 milhões receberam auxílio emergencial de R$ 600 nesta quinta
09/04/2020 10:12 - Inflação oficial desacelera para 0,07% em março, menor taxa para o mês desde 1995
08/04/2020 10:19 - Governo libera saque de mais R$ 1.045 de contas ativas e inativas do FGTS
07/04/2020 10:26 - Caixa lança site e aplicativo para solicitar auxílio emergencial de R$ 600
06/04/2020 16:14 - ACSP faz uma radiografia da situação do comércio em meio à pandemia
06/04/2020 10:44 - Coronavírus muda hábitos de consumo e aumenta demanda por itens da cesta básica
06/04/2020 10:13 - Mercado financeiro reduz previsão para o PIB pela 8ª semana seguida.
03/04/2020 11:32 - Varejo brasileiro perde 21% de faturamento em março
03/04/2020 11:03 - Medidas econômicas na crise do coronavírus: veja perguntas e respostas
03/04/2020 10:52 - PIS/Pasep: governo antecipa fim do prazo para saque do abono salarial 2019-2020
03/04/2020 10:50 - Inflação da baixa renda acelera para 0,49% em março, mostra FGV
02/04/2020 12:04 - Bolsonaro sanciona auxílio de R$ 600 com vetos; saiba o que muda no projeto

Veja mais >>>