Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Economia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Economia

28/01/2020 13:07 - FecomercioSP: Alimentos e bebidas puxam alta no custo de vida das famílias paulistanas

O custo de vida na região metropolitana de São Paulo registrou alta de 1,03% em dezembro, encerrando 2019 com elevação de 4,95% – frente aos 3,34% que havia atingido em 2018. O levantamento é da pesquisa Custo de Vida por Classe Social (CVCS), realizada FecomercioSP.

Entre as nove categorias que compõem o indicador, três sofreram variações negativas em dezembro: artigos de residência (-1,04%), vestuário (-0,78%) e habitação (-0,58%). Por outro lado, o segmento de alimentos e bebidas foi o principal responsável pela aceleração do custo de vida em dezembro, com alta de 3,42%, maior da série histórica, iniciada em dezembro de 2010. No acumulado dos 12 meses de 2019, o segmento apresentou acréscimo de 8,15%.

Segundo a FecomercioSP, alimentos e bebidas, transportes e saúde representam mais de 56% do orçamento médio dos lares, e, por estarem em alta, houve contração na renda das famílias em 2019 – especialmente para as classes E e D –, pois são itens de primeira necessidade. O setor de transportes foi responsável pela segunda maior alta de dezembro (1,74%) e fechou o ano com elevação de 6,07%. Já em saúde, a alta mensal foi de 0,41% e a anual, de 5,02%.

Levando em conta que o grupo de alimentos e bebidas foi o que apresentou mais altas ao longo de 2019, os empresários do setor que precisam desses itens em sua cadeia produtiva podem priorizar a aquisição de alguns que registraram retração, tais como massa semipreparada (-0,55%), tomate (-24,44%), alface (-0,91%), mamão (-5,9%), queijo (-1,81%), linguiça (-1,11%), peixe cação (-6,2%), entre outros.

A boa notícia é que, para 2020, o IBGE estima safra recorde e aumento de plantio, o que deve diminuir a pressão inflacionária sobre a cadeia alimentícia. Já para os comerciantes que trabalham com bens duráveis, pode ser o momento oportuno para adquirir mercadorias, pois houve recuo de itens dos segmentos TV, som e informática (-4,78%), móvel para sala (-5,66%), móvel para copa e cozinha (-7,61%) e colchão (-3,99%).

 

Fonte: Jornal Contabil

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

27/02/2020 10:46 - Juro do cheque especial recua em janeiro, mas fica acima do limite fixado pelo BC
27/02/2020 10:33 - Coronavírus pode fazer PIB crescer menos de 2%
26/02/2020 17:13 - Mercado financeiro reduz previsão de inflação para 2020 e vê alta menor do PIB
26/02/2020 12:09 - Ambev transforma lixo do Carnaval em lixeiras nas ruas
26/02/2020 12:01 - Comprovantes para Imposto de Renda devem ser enviados até sexta-feira
26/02/2020 11:31 - Cerca de 37 milhões ainda têm direito a sacar o FGTS; prazo está acabando
21/02/2020 12:23 - Confiança do comércio cresce em fevereiro e retorna ao patamar de 1 ano atrás
21/02/2020 12:20 - Brasileiros acreditam que inflação ficará em 5% nos próximos 12 meses
21/02/2020 12:08 - Vendas no comércio varejista crescem 3,6% em janeiro, diz Serasa
21/02/2020 11:35 - Preços de vestuário e alimentos caem e IPCA-15 tem menor fevereiro desde 1994

Veja mais >>>