Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 











Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Economia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Economia

09/10/2019 11:29 - Inadimplência do consumidor cai 1,8% em setembro

Diante da maior cautela do consumidor antes de fazer dívidas, da renda ainda limitada devido à crise econômica e pela seletividade dos bancos para conceder empréstimos, a inadimplência do consumidor caiu 1,8% em setembro na comparação com agosto, descontados os efeitos sazonais.

 

Na análise de setembro deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, o indicador cresceu 1,7%. Assim, no acumulado do ano o índice acumula queda de 3,4% e de 3% no acumulado de 12 meses, considerando o período de outubro de 2018 a setembro de 2019, frente aos 12 meses anteriores. Os dados são da Boa Vista.

 

Regionalmente, na análise acumulada em 12 meses, todas as regiões registram queda. O Centro-Oeste está na frente, com baixa de 4,9%; seguido pelo Norte com queda de 2,9%; o Nordeste, de 3,3%; Sul com 5,3% e Sudeste, com queda de 1,9%. Na comparação mensal, todas as regiões também apresentaram queda.

 

A inadimplência dos consumidores atingiu um patamar historicamente baixo, o que proporcionou a redução dos juros e motivou o aumento das concessões a partir de 2017, que, por sua vez, vêm resultando em um crescimento significativo do endividamento e do comprometimento de renda ao longo de 2019.

 

Os economistas da Boa Vista têm alertado que o elevado nível de desocupação e subutilização da mão-de-obra, somado à lenta recuperação da renda, aumenta o risco de que esta expansão recente dos empréstimos resulte em maior inadimplência.

 

Por enquanto, porém, o indicador de registros ainda não aponta nesta direção. Após a alta de julho, o indicador registrou queda em agosto e voltou a recuar em setembro. A queda no acumulado em 12 meses, por sua vez, permaneceu praticamente igual ao resultado de agosto.

 

Além disto, a liberação dos recursos do FGTS tende a aliviar um pouco a situação financeira de muitas famílias.

 

De qualquer forma, uma retomada mais vigorosa e generalizada do crédito aos consumidores, sem aumento dos riscos, segue condicionada, a curto prazo, à evolução do mercado de trabalho e do endividamento das famílias, e, a médio prazo, à implementação das reformas microeconômicas no mercado de crédito.

 

Fonte: Mercado e Consumo

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

26/05/2020 15:19 - Atividade no País pode ter contraído 1,5% no 1° trimestre
26/05/2020 15:16 - Auxílio emergencial: partidos na Câmara articulam ampliar prazo e manter valor de R$ 600
26/05/2020 15:12 - Mercado prevê queda do PIB de até 11%
26/05/2020 15:07 - Movimento do comércio cai 26,6% em abril, revela Boa Vista
26/05/2020 15:06 - Caixa pagou R$ 65,5 bilhões em auxílio, mas há 9,9 milhões de pessoas em análise
26/05/2020 12:18 - IPCA-15 fica em -0,59% em maio, maior deflação desde o início do Plano Real
22/05/2020 16:00 - Consumidores esperam inflação de 4,8% em 12 meses a partir de maio, diz FGV
22/05/2020 15:55 - Minas pode perder mais de 900 mil empregos
22/05/2020 15:53 - Pedidos de seguro-desemprego saltam 76%
22/05/2020 15:13 - BC se vê muito bem preparado para intervir no câmbio, diz Kanczuk
22/05/2020 13:27 - Economia Caixa libera pagamento da segunda parcela de auxílio emergencial
19/05/2020 15:57 - Mercado vê queda do PIB superior a 5% em 2020
19/05/2020 15:54 - Inflação menor vai afetar teto de gastos em 2021
19/05/2020 13:19 - Bolsonaro assina decreto que autoriza "Conta-Covid" para apoiar elétricas
19/05/2020 12:15 - Governo sanciona lei que cria linha de crédito para micro e pequenas empresas na crise

Veja mais >>>