Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 













Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Geral

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Geral

05/10/2020 14:49 - Varejo deve ter vendas até 40% menores neste ano, projeta Ibevar

No ano em que as lojas passaram meses fechadas, o varejo imaginava que a salvação viria das vendas de final de ano — principalmente as da Black Friday. Porém, de acordo com projeções do Ibevar (Instituto Brasileiro de Executivos do Varejo), as vendas do comércio devem continuar em baixa nos próximos meses, e apenas alguns poucos setores vão conseguir recuperar o faturamento.

Segundo os dados, na média do varejo ampliado, o faturamento em novembro (mês da Black Friday) deve ser 6,6% menor que o registrado no mesmo mês de 2019.

Uma das teses que movia a esperança dos varejistas era que o consumidor, impedido de comprar ao longo do ano — seja por causa da quarentena ou por causa do medo de perder o emprego –, abriria a carteira no último trimestre, compensando as vendas que não foram feitas nos meses anteriores. Mas para a maioria dos lojistas, os números devem continuar no vermelho, e para alguns a queda será de dois dígitos.

“Apesar de termos alguns segmentos que podem se beneficiar, exatamente porque as pessoas seguraram a decisão de compra para a Black Friday, o conjunto da obra não é favorável para o varejo. A situação do país ainda é de desemprego e de e incerteza em relação à recuperação da economia”, disse Claudio Felisoni de Angelo, presidente do Ibevar, ao 6 Minutos.

Angelo ainda lembrou que o mercado de trabalho está piorando desde o início do ano, antes de a pandemia chegar ao Ocidente, e que há uma sensação de desesperança geral entre consumidores e empresários.

Setores que avançam

Quando comparamos novembro de 2020 com 2019, só devem avançar os setores de materiais de construção (com alta de 6%), supermercados (com alta de 12,1%) e móveis e eletrodomésticos (com alta de 15,9%).

“Alguns setores, como o de supermercados, não fecharam durante a quarentena, e continuam impulsionados pela compra de itens de necessidades básicas. Outros segmentos acabaram se beneficiando porque amorteceram a queda do faturamento com o aumento das vendas online“, disse o presidente do Ibevar.

Ainda segundo Angelo, as varejistas de eletroeletrônicos, por exemplo, sofreram muito em março, mas rapidamente se posicionaram para encontrar outros canais de vendas, o que ajudou a amenizar as perdas.

Já quem vende itens que não são de primeira necessidade e quem não tem alta penetração no varejo digital acaba ficando à míngua. Um dos principais exemplos é o varejo de moda, cuja Black Friday deve ter 49% menos vendas do que no ano passado. As livrarias e papelarias devem ter um desempenho parecido, com 43% de queda no faturamento.

Ano perdido para o varejo

De Angelo admite que 2020 foi um ano perdido para o varejo. “Nós começamos este ano com expectativa de crescimento de 3% e agora já contamos com uma queda de 6% no faturamento. O bolso do brasileiro foi esvaziado pela crise”, diz ele.

Ainda segundo a publicação, perguntado se o pior já ficou para trás, a resposta foi simples e clara: pelo menos para o varejo, não dá para dizer que a ferida foi estancada. “Essa pandemia não se compara a nenhuma crise anterior, porque todas as recessões foram gestadas no contexto de economia e desdobradas no mesmo campo. Agora, temos uma crise gestada no campo sanitário e com reflexos enormes para a renda. Costumo comparar a pandemia atual com um cataclismo, porque ela destruiu muitas relações e desorganizou completamente a economia”.


Fonte: Newtrade 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

21/10/2020 15:04 - Parcerias e promoções sazonais podem ser uma boa opção
21/10/2020 14:31 - Consumo de orgânicos aumenta na pandemia, aponta Organis
20/10/2020 14:27 - Pandemia faz triplicar número de brasileiros que compram produtos domésticos pela internet
19/10/2020 10:58 - Governo zera imposto de importação da soja e do milho
19/10/2020 10:58 - Governo zera imposto de importação da soja e do milho
08/10/2020 13:42 - Anvisa aprova norma sobre rotulagem nutricional
08/10/2020 13:05 - Conab prevê produção recorde de grãos na safra 2020/21
08/10/2020 12:21 - IBGE prevê safra recorde de 252 milhões de toneladas em 2020
06/10/2020 15:58 - Segundo semestre se inicia com aumento expressivo de vendas no varejo
05/10/2020 14:18 - Dia das Crianças: apesar da pandemia, setor de brinquedos espera vender mais
05/10/2020 14:11 - Venda de alimentos e bebidas crescem105% no 1° semestre
30/09/2020 14:24 - Coronavírus: Nestlé precisou inovar para não deixar faltar alimentos durante pandemia
30/09/2020 14:20 - A expectativa para a votação sobre rótulos de alimentos na Anvisa
29/09/2020 14:50 - Pesquisa revela forte presença do varejo online no cotidiano da população acima de 60 anos
29/09/2020 14:40 - Pesquisa revela que brasileiro desconhece presença do açúcar nos alimentos

Veja mais >>>