Verdemar se destaca em políticas de sustentabilidade ambiental

Reconhecida pela  qualidade  no atendimento e seu extenso mix de produtos, a rede mineira de supermercado e padaria Verdemar também se destaca pelas ações inovadoras no segmento quando se trata de sustentabilidade ambiental. A mais conhecida delas é a eliminação da distribuição —e venda— de sacolas plásticas descartáveis, que causam sérios problemas para o meio ambiente. 

Como opção, a rede disponibiliza uma coleção de sacolas retornáveis exclusivas, com design assinado pelo renomado estilista mineiro Ronaldo Fraga, além de caixas de papelão. “Lançamos a ideia para o mercado e, para nossa surpresa, conseguimos rapidamente a adesão dos nossos clientes. Nossa taxa de reclamação é muito pequena”, destaca Alexandre Poni, sócio-proprietário do Verdemar.

Diversas outras práticas são realizadas diariamente, mantendo o modelo de gestão alicerçado na sustentabilidade, no sentido amplo que envolve também responsabilidade e comprometimento, valores que norteiam as decisões de Poni e de seu sócio, Hallison Moreira. 

Reciclagem

Em 2007, o Verdemar implantou em sete de suas lojas pontos de coleta seletiva para dispensa dos resíduos recicláveis do lixo doméstico, entre óleo de cozinha, pilhas (pioneirismo no recolhimento deste material), embalagem Tetrapak, vidro, metal, papel e plástico. Semanalmente, são destinadas cerca de quatro toneladas de resíduos para associações de catadores parceiras. O Verdemar custeia, ainda, o transporte dos resíduos coletados até as cooperativas. 

Além dos pontos de coleta seletiva, o Verdemar dispôs, em cada check out, a chamada Caixa Ecológica, exclusiva para que clientes depositem embalagens de plástico ou de papel que julguem desnecessário levar para casa, transportando apenas os produtos que lhe interessam. 

Paralelamente ao desenvolvimento da reciclagem nas lojas, o Verdemar orienta, também, seus funcionários sobre a adoção de hábitos ambientalmente responsáveis. “Nossos colaboradores são constantemente orientados a respeito do reaproveitamento de papéis para rascunho, o não desperdício de água e o consumo inteligente de energia”, ressalta Hallison Moreira. A empresa se responsabiliza também pelo descarte adequado de todas as lâmpadas queimadas para empresas especializadas no recebimento deste tipo de resíduo. 

Menos energia elétrica e consumo de água

O Verdemar fez a troca gradativa de todas as lâmpadas fluorescentes, de 20W a 150W, pelas de Led, de 7W a 16W, em todas as unidades. O ganho em eficiência energética, mantendo a qualidade de iluminação, chega a 179%. Há, ainda, um aumento da vida útil do sistema de iluminação, que reduz, drasticamente, o descarte no meio ambiente e a significativa redução dos custos de manutenção. 

Além disso, foi realizada a troca de todas as torneiras de vazão contínua das lojas e ambientes internos (banheiros e vestiários de funcionários) para torneiras temporizadas, obtendo significativa economia de água, o que contribui para redução de despesas e desperdício.           

Lojas sustentáveis

Em abril de 2010, o Verdemar inaugurou, no Jardim Canadá, sua primeira loja toda planejada, projetada e construída dentro dos princípios básicos da sustentabilidade econômica, social e ambiental. Dentre as inovações estão o sistema de refrigeração a base de CO², que utiliza o dióxido de carbono (CO²) como fluido no sistema de refrigeração, reduzindo a emissão de poluentes a zero. 

A loja também conta com sistema de coleta de água da chuva e uma Estação de Tratamento de Água (ETA), cujo objetivo é reciclar 80% do líquido usado no abastecimento da loja em banheiros, limpeza de áreas externas e manutenção de jardins. Além disso, os banheiros são equipados com torneiras de pressão nas pias e válvulas de descargas com um acionamento para resíduo líquido e outro para sólido. 

O estacionamento e os passeios da loja sustentável também têm a marca da preservação ambiental: um piso intertravado resistente e ecológico, feito a partir de rejeitos de mineração sedimentados nos cursos d’água e em barragens de rejeitos. Patenteado, o piso Pavieco, é um dos produtos do desassoreamento e da revitalização de córregos, barragens e rios da região de Macacos (São Sebastião de Águas Claras), em Minas Gerais. A pintura da loja foi feita à base de minério de ferro, extraído das próprias escavações da obra de construção da loja. O minério foi torrado, peneirado e misturado a uma base adesiva. O resultado foi a reutilização do recurso e um acabamento impecável. 

O jardim externo da loja é resultado de uma parceria com o Parque Estadual Ecológico do Rola Moça e Instituto Estadual de Florestas (IEF), que reproduz a vegetação do entorno, constituído por espécies de campo rupestre ferruginoso, tornando-se mais um local de preservação. Foram replantados exemplares de extrema importância biológica, alguns, inclusive, ameaçados de extinção. 

A coleta seletiva da loja sustentável também recebe resíduo eletrônico (computadores e equipamentos periféricos de informática), fruto de parceria com a Prefeitura Municipal de Nova Lima, que recolhe os equipamentos de informática coletados, os recupera e doa para aproveitamento nos Centros de Inclusão Digital de jovens da comunidade. 

Em 2011, foi inaugurada a loja da Raja Gabaglia, segunda unidade sustentável da rede, que conta com sistema de iluminação à base de lâmpadas de LED, que consomem menos energia e evitam a oxidação de alimentos. A loja destaca-se ainda pelo ineditismo em Minas Gerais pelo uso de etiquetas eletrônicas, que dispensam o uso das tradicionais etiquetas de papel para precificação dos produtos nas gôndolas, contribuindo para a preservação ambiental. 

Verdemar na ONU

Todo este esforço contínuo para a promoção de práticas sustentáveis rendeu à rede o reconhecimento da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a postura sustentável.  Nas conferências sobre o Clima de 2012, em Montreal (Canadá), e 2013, em Viena (Áustria), a empresa foi apresentada para o todo o mundo como exemplo sustentável pelo ineditismo do sistema de refrigeração alimentado por CO² comprimido na loja do Jardim Canadá. No relatório atual de casos sobre refrigeração comercial, o Verdemar era a única empresa brasileira a figurar entre as instituições – um motivo de orgulho e que deixa toda a organização lisonjeada pelo pioneirismo e conduta exemplar. 

“Entendemos que a sustentabilidade só existe como resultado de uma ação coletiva e coloca-se, no caminho do desenvolvimento, como agente de transformação convocando todos os integrantes da cadeia de negócio a assumirem essa iniciativa. Ganha o Verdemar, ganha a sociedade e ganha o planeta”, finaliza Poni.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Verdemar