Reciclagem de esponjas engaja consumidores e alcança a marca de 1 milhão de unidades coletadas

Anualmente são produzidas milhões de esponjas, que por terem um tempo indeterminado de decomposição, podem causar grande impacto ambiental quando descartadas incorretamente. Pensando nesta questão, a marca Scotch-Brite da 3M se uniu à TerraCycle para criar o Programa Nacional de Reciclagem de Esponjas, voltado à coleta e processamento desse resíduo. Após 4 anos de existência, a iniciativa acaba de alcançar 1 milhão de unidades coletadas por consumidores, escolas, instituições sem fins lucrativos, cooperativas, empresas privadas, entre outros.

Por ser um programa gratuito e acessível a todos os brasileiros, qualquer pessoa pode participar, sendo que alguns se tornam verdadeiros agentes mobilizadores e chegam a engajar cidades inteiras na coleta das esponjas. Um dos protagonistas dessa transformação ambiental encontra-se na cidade de Monte Azul Paulista – SP, que incorporou a coleta de esponjas ao Projeto Crescendo com Qualidade, realizado pela Associação Vida Bem Vivida. Desde 2014, o time promove uma campanha de reciclagem nas escolas municipais, conscientizando a população acerca dos problemas trazidos pelo descarte incorreto do lixo e da importância da reciclagem. Além disso, a cada 100 esponjas enviadas, a Associação recebe R$ 2,00 em doações que contribuem com o propósito da instituição de oferecer subsídios para promover a qualidade de vida das crianças assistidas e seus familiares, beneficiando a sociedade como um todo.

Outro time que tem colaborado ativamente com este resultado é o Centro de Promoção para um Mundo Melhor, localizado na cidade de Campinas, em São Paulo. Inscrito há três anos no programa, o Centro que atua com crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, lançou a campanha “Reciclar é Ajudar” que já enviou mais de 10 mil esponjas para reciclagem. A entidade conta com a ajuda da voluntária Cris Umino que realiza um trabalho de conscientização entre os membros da comunidade e se responsabiliza pelo envio das esponjas coletadas.

A Escola Municipal Rizzieri Poletti, de Cândido Rodrigues, interior de São Paulo, também aderiu ao programa criando o Time Rodriguense, que movimenta todo o município na coleta de esponjas e outros materiais para a reciclagem. A diretora, Marly Cambero conta: “Estamos engajados desde 2017 no projeto das esponjas e poder fazer parte da marca histórica de 1 milhão de unidades coletadas é motivo de orgulho para nós, sobretudo por sermos uma escola de 270 alunos localizada em uma cidade de apenas 2.000 habitantes! Vamos continuar coletando!”

O Programa de Reciclagem de Esponjas mobilizou o país inteiro, permitindo que aproximadamente R$ 30 mil fossem arrecadados em doações para ONGs e escolas públicas, engajando diretamente cerca de 800 mil pessoas. Os resultados alcançados até o momento mostram o poder da união entre indivíduos comprometidos com uma causa.

Para fazer parte deste movimento socioambiental, basta se cadastrar no site da TerraCycle e inscrever-se no Programa Nacional de Reciclagem de Esponjas. Se você tem interesse em saber como funciona o processo de reciclagem, acesse o vídeo produzido pela TerraCycle.

Fonte: Assessoria de Comunicação da TerraCycle.