Coop: programas sociais de supermercado rendem doação de R$ 2 milhões para Apaes

A Federação das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais do Estado de São Paulo (Feapae) acaba de receber da Coop – Cooperativa de Consumo o valor de R$ 143.018,29, referente ao repasse apurado durante o segundo trimestre deste ano (abril / maio / junho) dos seus programas sociais –Troco do Bem e Revista Coop.

Com este repasse, vindo da contribuição de seus clientes e cooperados, o volume de doação da Coop à Federação somou  R$ 2.031milhões nos últimos sete anos. Este dinheiro ajudou na melhoria da qualidade de vida dos 3.175 assistidos de 10 unidades da APAE instaladas nas cidades onde a Coop possui unidades de distribuição (Região do Grande ABC, Sorocaba, São José dos Campos, Piracicaba e Tatuí). 

O resultado desses dois compromissos sociais traz uma satisfação especial à Coop, pois reflete o engajamento e cooperação de todos os envolvidos no processo. De acordo com o diretor-presidente Marcio Valle, o empenho e comprometimento da equipe atraem a atenção dos cooperados para a causa, repercutindo em ajuda concreta à APAE, instituição que tanto contribuiu para a melhoria da sociedade.  Para Luciana Benteo, analista de responsabilidade social, os cooperados abraçaram a causa ao entender os benefícios gerados a uma instituição que depende de ajuda para manter seu atendimento aos assistidos. 

Graças ao apoio, a Federação utiliza a verba para desenvolver projetos voltados à melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência intelectual atendidas nas áreas da assistência social, educação e saúde.  

Realizações das APAEs

Santo André: A unidade, que atende 333 assistidos, usa o dinheiro para a compra de material técnico e no pagamento dos profissionais, como psicólogos, fonoaudiólogos, pedagogos e fisioterapeutas. O repasse contribuiu para a capacitação de três fonoaudiólogos com um curso sobre bandagem terapêutica.

São Bernardo: Com 35 assistidos, a filial aplica os recursos também na capacitação da equipe e no pagamento dos profissionais.

São Caetano: Os repasses são investidos na manutenção da estrutura e na compra de materiais usados nas atividades que trabalham o desenvolvimento da capacidade cognitiva dos usuários. A unidade atende 700 usuários.

Diadema: Boa parte é empregada na manutenção das instalações, na complementação da alimentação diária dos 550 atendidos, além de contribuir com as atividades de estimulação sensorial. 

Mauá: De acordo com a instituição, que atende 285 usuários nas áreas da Assistência Social, Educação e Saúde, os repasses contribuem para a manutenção da estrutura do prédio e a compra de materiais pedagógicos. Graças à parceria, a APAE também consegue adquirir materiais que são utilizados na realização de diversos eventos temáticos, como o dia das mães, festa de páscoa e festa caipira.  

São José dos Campos: Entre outras ações, o Programa de Cursos Livres voltado a adolescentes e adultos acima de 18 anos é um dos contemplados com a verba doada pela Coop. Os participantes das oficinas de artesanato, corte e costura e artes plásticas vendem seus produtos na instituição, atividade que desperta  a independência, autonomia e relacionamento social. A filial atende 320 usuários. 

Sorocaba: A verba é direcionada à manutenção do projeto Cozinha Experimental, que visa à empregabilidade e inclusão social da pessoa com deficiência. Para tanto, há uma parceria com a loja Coop da cidade que auxilia o desenvolvimento do projeto, preparando os usuários para o mercado de trabalho e também absorvendo a mão de obra dos capacitados. A APAE local conta com 350 assistidos. 

Tatuí:  Os repasses contribuem para as atividades operacionais da unidade, que  atende 212 usuários. O Programa de Integração ao Mundo do Trabalho é um ótimo exemplo de atividade desempenhada com auxílio da verba. O  programa tem o objetivo de promover a proteção social por meio do desenvolvimento de atividades da Vida Prática e Instrumental, fomentando o protagonismo e a participação cidadã. O público alvo é composto por adolescentes acima de 15 anos com deficiência intelectual e múltipla. As atividades acontecem na cozinha e lavanderia da instituição. 

Piracicaba: Até as mães dos assistidos foram beneficiadas diretamente com os repasses, usados pela APAE na construção de uma sala de costura para elas. Foi por meio da doação trimestral que a instituição equipou a padaria com um forno industrial e ainda banca as aulas de aulas de capoeira e de música aos 390 assistidos. 

São Paulo: A APAE de São Paulo, que atende 16 mil usuários, emprega o valor doado na complementação dos recursos para aquisição de testes de psicologia que são utilizados no ambulatório do serviço de Referência em Triagem Neonatal. 

Sobre os projetos  

Revista Coop -  o  exemplar custa R$ 2,60 e metade desse valor (descontados) os impostos vai para APAE. A publicação é mensal e possui 100 páginas, com assuntos de gastronomia, saúde, bem-estar, turismo, comportamento e entretenimento.

Troco do bem: o programa é destinado para aqueles que pagam as compras em dinheiro na Coop e se houver troco em centavos, a operadora de caixa sugere a doação total ou parcial à APAE.  

Coop 

Atualmente, a Coop é considerada a maior Cooperativa de Consumo da América Latina e em 2016, encerrou o ano com faturamento bruto de R$ 2,125 bilhões. Possui 1,7 milhão de cooperados, mais de 5,9 mil colaboradores diretos, 30 unidades, sendo 22 no Grande ABC, uma em Piracicaba, três em São José dos Campos, duas em Sorocaba e duas em Tatuí, além de três postos de combustíveis e 12 drogarias de rua.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Coop