(418)
Última edição
Última Edição
Matéria de Capa
Ponto de Vista
Destaque
Dicionário do Setor
Internacional
 
Você está em:

SuperHiper

Artigo: Supermercado só vende comida 08/08/2016 15:29:35

*Antonio Carlos Ascar

 

 

Uma ONG dinamarquesa, para eliminar desperdícios, abriu em Copenhague o primeiro supermercado "Wefood" dedicado exclusivamente à venda de produtos com prazo de validade já vencido, mas que ainda são apropriados para o consumo. Calculam que pelo menos um terço dos alimentos produzidos no mundo é jogado fora a cada ano. É, sem duvida, o primeiro supermercado do gênero no mundo e não se trata de um "supermercado social", destinado a pessoas de baixa renda.


"Os clientes são de várias camadas da sociedade, e têm em comum o desejo de comprar produtos a preços substancialmente menores e combater o desperdício de alimentos. Além, talvez, do desejo de lutar contra a pobreza, que está entre os motivos da abertura do Wefood", destaca o dinamarquês Per Bjerre, da ONG responsável pelo Wefood, a Folkekirkens Nødhjælp.


A procura tem sido grande. Já há filas do lado do estabelecimento antes da abertura. Com um espaço de 250 metros quadrados, a loja vende com preços de 30 a 50 por cento mais baixos que os supermercados tradicionais.
Para suprir as prateleiras, o Wefood opera em cooperação com duas das maiores cadeias dinamarquesas de supermercado, a Fotex e a Danske Supermarked, além de mercados locais. 

Todos os funcionários do Wefood trabalham de forma voluntária, e os lucros serão destinados a projetos de combate à pobreza conduzidos pela ONG Folkekirkens Nødhjælp em regiões como a África e a Ásia.

 

"É ridículo jogar comida fora e é prejudicial ao meio ambiente, já que implica em desperdício de recursos como água e energia, necessários à sua produção. O Wefood é um passo importante na batalha contra o desperdício de alimentos", disse a ministra do Meio Ambiente e Alimentação de Copenhague, Eva Kjer Hansen.

Cada vez mais, os dinamarqueses buscam nas prateleiras dos supermercados esse tipo de produto, que é vendido com grande desconto.



Com informações da BBC Brasil.

 


*Antonio Carlos Ascar é estudioso das tendências mundiais do varejo de autosserviço. Graduado e pós-graduado em Administração de Empresas pela FGV (SP), e especialização em Empreendedorismo pela Babson College de Boston (EUA). É autor do livro Glossário Ascar de Termos Supermercadistas e do livro Distribuindo as Camisas, (foto ao lado - à venda nos sites www.submarino.com.br e www.extra.com.br). Por 31 anos foi diretor executivo do Grupo Pão de Açúcar, implantou diversos formatos de loja como: Extra, Minibox, Superbox, Peg Faça, Express, entre outros. Atualmente é consultor e sócio diretor da Ascar & Associados, empresa de consultoria que atua na prestação de serviços a redes supermercadistas. Ascar é também consultor de varejo da Abras e articulista da revista SuperHiper, publicação Abras. www.ascarassociados.com.br

 



 

Últimas

» Artigo: Modernização do logo 16 de Agosto 2017, 10h33
» What's Up? Benchmarking: As top 10 do e-commerce 26 de Julho 2017, 10h49
» What's Up? Benchmarking: Marca própria em ascensão 28 de Junho 2017, 09h22
» Artigo: Warehouse store voltando 19 de Junho 2017, 11h47
» What's Up? Benchmarking Você sabe o que é grocerant? 01 de Junho 2017, 16h01
» What's Up? Benchmarking: Participações nas Vendas 08 de Maio 2017, 12h06
» Artigo: Você sabe o que é Grocerant? 12 de Abril 2017, 14h27
» What's Up? Benchmarking: Índices americanos de eficiência 03 de Abril 2017, 06h44
» Artigo: Exotismo exagerado 24 de Fevereiro 2017, 15h13
» What's Up? Benchmarking: Índices americanos de eficiência 21 de Fevereiro 2017, 16h51

Ver mais »