(112)
SuperHiper
Apresentação
Redação
Última edição
Edições Anteriores / Publicações
Meu fornecedor
Prêmio Eficiência SuperHiper
Cartilhas Abras
Publicidade Maio
 
Você está em:

SuperHiper

Edições Anteriores / Publicações

Junho/2016

- Desemprego atinge 11,2% e massa salarial tem queda de 3,3%
- Variação de principais preços do setor é de 14,63% em 12 meses
- Preços na Região Nordeste têm queda de -2,10% em maio
- Varejo melhora em maio, mas acumula -6,9% no ano
- Estancar a queda do emprego é crucial para retomada do setor
- Indicadores macroeconômicos e do varejo

Maio/2016

- Desemprego segue em elevação e atinge marca recorde de 10,9%
- Variação de preços nos supermercados continua elevada
- Preços na Região Sudeste apresentaram alta de 2,86% em abril
- PMC: comércio varejista registra recuo de -5,8% em 12meses
- Expectativas do Consumidor começam finalmente a melhorar
- Indicadores macroeconômicos e do varejo

Maio/2016

Capa
Para abrir o estudo Consumidores e Categorias, anualmente realizado pela Kantar Worldpanel e publicado por SuperHiper, a revista entrevistou alguns especialistas em gerenciamento por categoria (GC), com a finalidade de mostrar que o GC é só a ponta do iceberg de um trabalho que começa bem antes, com a compreensão de dados-chave dos hábitos de consumo e da jornada de compra do shopper.

Evento
Jantar do Ranking reuniu empresários de toda a cadeia e trouxe números que atestam: em 2015, setor continuou a investir e contratar

Premiação
Além de palestras, discursos e muito relacionamento, Jantar premiou os 20 maiores supermercadistas do Ranking Abras/SuperHiper

Workshop
Abras promove evento sobre gerenciamento por categoria, em Natal (RN), que aborda questões chave deste conceito, importante "aliado" para as vendas

Regionais
As principais informações sobre o comportamento de compra dos shoppers por região do País são destacadas nesta reportagem

Mercearia seca
Cesta mais significativa do segmento, mercearia seca é um "termômetro" de vendas que, neste ano, aferiu queda em valor e volume

Refrigerados
Também conhecidos como perecíveis industrializados, cesta cresce em receita, embora caia em volume e perca frequência de compra

Mercearia líquida
A cesta foi uma das que mais perderam vendas, em valores, em 2015. Seu gasto médio, para se ter ideia, caiu -7,6%, no período

Higiene e beleza
Cesta ganhou receita (2%), mas perdeu volume (4,7%). Com o bolso apertado, consumidor não abriu mão dos itens, mas racionalizou a compra

Limpeza
Assim como higiene e beleza, limpeza aumentou receita e reduziu volume. Cesta teve aumento de preço médio de 6,7% em 2015

Bazar
Com alto valor agregado, a cesta, composta de itens como ração animal, perdeu receita (13,9%) e volume (6%).

Abril/2016

- Ainda em alta,desemprego atinge 10,2%, segundo a PNAD contínua
- Preços nos supermercados acumulam aumento de 17,95%
- Apesar de queda - 1,69%, Região Norte continua a mais cara
- PMC: comércio varejistaregistra recuo de -5,3% em 12meses
- IBC-Br recua menos que o esperado, mas recessão continua
- Indicadores macroeconômicos e do varejo

Abril/2016

Capa
Depois de 13 anos sem retração, o autosserviço apresentou queda no índice de faturamento. A alta nominal foi de 7,1%, mas a inflação impactou o desempenho real do setor, cuja queda foi de -3,25%. No ano passado, o varejo alimentar alcançou uma receita bruta de R$ 315,8 bilhões

Exclusiva
O futuro do varejo, num mundo cada vez mais digital, foi o principal tema do bate-papo com o coordenador do Núcleo de Estudos do Varejo da ESPM e ex-executivo do setor, Ricardo Pastore

Calendário
O inverno vem aí e, com ele, os bons ventos trazidos pelas Festas Juninas, que se estendem por toda a estação. Reportagem traz referências de como preparar a loja para que este período gere bons negócios


Critérios e Metodologia
Saiba como é feito o Ranking Abras/SuperHiper

Análise das 500
As 500 maiores empresas faturaram, em 2015, R$ 256,8 bilhões. Grupo registrou avanço nos principais indicadores de desempenho

Atividades
Cash & Carry ganha importância entre os modelos de negócio em que as empresas do Ranking atuam

Investimentos
Busca por crescimento orgânico e eficiência geraram desembolso de R$ 3,9 bilhões, valor quase 60% superior ao previsto para o período

Análise das 300
Grupo, que faturou R$ 251,6 bilhões, registrou crescimento em diversos indicadores de eficiência

Análises das 50 maiores
Estudo traz as movimentações e desempenho do seleto grupo das 50 maiores do setor

Tabela das 500 maiores
Análises das pequenas
O grupo das 592 empresas, posicionadas entre a 501a e 1.092ª posições, registraram R$ 3,4 bilhões em receita

Tabela da 501a à 1.092a
Análise Regional
Estudo revela as principais tendências e práticas realizadas pelo autosserviço brasileiro, em 2015

Análises Regionais
Análises por regiões mostram a participação que cada estado e região exercem no faturamento e na quantidade de lojas operadas pelo setor

Perfil SH
Um dos homens que ajudaram a firmar as bases do varejo alimentar de autosserviço no Brasil, Antonio Carlos Ascar é o perfilado desta edição e nos presenteia com saborosas histórias “escritas” ao longo de mais 50 anos de setor

Março/2016

Capa
Em um ano pego em cheio pela crise, saiba como foram as vendas de bens industrializados no autosserviço e descubra as razões pelas quais a maior parte das cestas apresentou crescimento em volume, mas queda em faturamento

Workshop
Evento reuniu especialistas em Gestão por Categoria (GC) e trouxe cases de sucesso para mostrar a eficiência do GC

Segurança Alimentar
Depois de seis anos de funcionamento, o Programa de Rastreamento e Monitoramento de Alimentos (RAMA) teve seu primeiro balanço divulgado

Dia das Mães
Preços mais em conta, que os encontrados em outros modelos de varejo, fazem dos supermercados uma boa alternativa para a data

Evento
O tradicional evento Líderes de Vendas divulga e premia as principais marcas do autosserviço brasileiro

Alimentos
Alguns nichos, como gourmet, e itens que proporcionam praticidade, cada vez mais necessária, destacaram-se na cesta

Alimentos Perecíveis
Vendas de perecíveis básicos, tais como carnes congeladas e industrializadas, requeijão e margarina, puxaram desempenho

Bazar
Alimentos para gatos e cachorros garantiram, em 2015, como mostram os números, boas vendas à cesta de bazar

Bebidas
Um bom brinde se faz com um sonoro: “saúde!”... Boas vendas também. Categorias com apelo saudável se notabilizaram

Eletroeletrônicos
O clima esteve quente, em 2015, mas nem todos reclamaram. Os fabricantes de ar-condicionados, por exemplo, agradeceram

Higiene e Beleza
Das categorias dessa cesta, os repelentes, por prevenirem epidemias, e o lenço umedecido, pela praticidade, destacaram-se em 2015

Limpeza
Na linha de frente do combate ao Aedes aegypti, inseticidas vão bem, em ano difícil para a maioria das categorias da cesta

Veja mais: